Cérebro: mais grandes surpresas e orientações pela Matrix/DNA

Primeiro descobrimos que o nosso cérebro tem um fatal defeito: ele está dividido em duas partes, quase todo separado entre si mesmo. Esta descoberta só aconteceu quando descobrimos antes a formula universal dos sistemas naturais, e vimos como a formula deve ser quando perfeita, e para isso ela apresenta um tipo de circuito de energia/informações esférico, uma esfera completa, sem divisões em duas metades. Na verdade, o circuito na meia-face esquerda é diferente do circuito na meia face direita apenas porque o fluxo de informação energia é um fluxo continuo que nasce na base da esfera em F1, percorre o lado esquerdo até F4, no topo da esfera, sempre em estado de energia crescente; e a partir de F4 entra em estado de entropia com energia decrescente até retornar a F1. Então não existe separação de fato na formula perfeita, o fluxo é continuo.

Mas no cérebro, entre a meia face esquerda e a direita existe um abismo, uma vala, que é preenchida por uma ponte acimentada, que parece mais uma muralha, o corpo caloso. Com isso, os fluxos de pensamentos que surgem em F1, quando chegam na função do topo, têm grande dificuldade em continuar pela trilha normal, e dependendo de sua força, não conseguem varar a muralha, atravessar a ponte, e caem direto retornando a F1, sem se alimentarem da metade das informações e propriedades do mundo natural que se representam no lado direito.

AS FIGURAS DO CÉREBRO HUMANO AO LADO DA FORMULA UNIVERSAL

A FORMULA UNIVERSAL DOS SISTEMAS NATURAIS

Todo pensamento tem inicio com qualquer estimulo ou sinal que chega no hipocampo, na base inferior, que executa a função sistêmica F1 da formula universal. De F1 o fluxo do pensamento parte para a esquerda ou direita, se for reducionista ou sistêmico. O cérebro animal primitivo é reducionista, portanto normalmente quase todos os sinais vão para a esquerda. Seja como for, quando chega na parte superior, F4, se deparam com a muralha divisória e se não forem fortes suficiente com muita energia, batem na muralha e caem direto para F1 onde são armazenados como memoria, geralmente memoria curta, reducionista. A evolução humana depende do esforço principalmente conceitual e mental em energizar os pensamentos com a intenção de buscar e praticar a visão sistêmica, o que fragmentará a barreira divisória. Mas também, ao ver com mais constância a formula universal, que é sua fôrma criadora, conduzirá automaticamente o cérebro a mudar sua fisiologia cooperando para derrubar a muralha.

Por isso o erro é humano, a humanidade tem sido tão irracional. Temos meios pensamentos, portanto meia-inteligencia, meia visão do mundo. O lado direito é o campo do pensamento sistêmico e astronomico, diferente do pensamento reducionista e imediatista do lado esquerdo. Por isso construímos este meio-ambiente estupido e desumano chamado de cidades urbanas, tendemos a ser radicais em ideologias e instintos ou para predadores ou para presas, e desenvolvemos extraordinária capacidade tecnológica apenas mecanicista sem desenvolver o necessário correspondente em ética e moral. Por isso ainda nunca soubemos o que são sistemas naturais e nunca desenvolvemos a medicina e sistemas sociais para humanos, que teriam de serem projetos holísticos.

Veja bem: estou informado de que aquelas crenças antigas sobre as diferenças entre pensamentos de pessoas mais cérebro-direitistas e pessoas mais cérebro-esquerdistas, eram na maioria, mitos, que foram desmascarados por observações e medições cientificas. Por exemplo, para quem se interessar como foram falseados cientificamente, sugiro os links:

https://www.dana.org/article/right-brain-left-brain-really/

https://cosmosmagazine.com/biology/similar-brains-with-crucial-differences/

Então porque digo “meia-inteligencia”, meios-pensamentos, se a maioria das propriedades do cérebro se expressam em regiões do cérebro duplicadas tanto no esquerdo como no direito? E numa MRI aparece que as duas estão entrando em atividade? A resposta vem de um exemplo: a humanidade separou a evolução universal em duas evoluções, a cosmológica e a biológica, quando no mundo real, essa divisão não existe. E quando pensa em evolução, penso que igualmente as duas regiões do cérebro se expressam. Estou pesquisando isto porque de fato envolvem muitas variáveis, é complexo. Mas por ora, mantenho um protótipo de teoria: a resposta esta na divisão entre memoria curta, ram, e memoria longa. Quando o estimulo da palavra “evolução” entra no hipocampo, F1, o fluxo do pensamento sai para a esquerda e sobe pela fase de energia crescente, que nos afeta mais que a outra fase de energia decrescente do hem. direito. A parte esquerda está mais relacionada ao aqui e agora, a direita por ser o futuro mais amplo sistêmico esta relacionada a horizonte mais amplo. E a evolução biológica esta mais relacionada ao aqui e agora que a cosmológica. neste especifico caso, pode existir expressão nas duas partes, porem a expressão da esquerda é dominante, a outra, recessiva. Apenas uma teoria ainda provisoria…

Como reforço, uma constatação que vem da neurociencia: There is evidence to suggest that self-awareness and the ability to understand that the mental lives of others—their emotions, attitudes, and beliefs—are similar to our own are also mediated by the right hemisphere. Humor and the nuances of metaphor ostensibly depend on the right side of the brain as well, while the ability to focus attention and follow sequential directions have been associated with the left.

Em outros artigos aqui na categoria cérebro exponho a minha teoria do que aconteceu de errado na nossa evolução que foi a causa anterior produtora dessa separação. E hoje, ouvindo um psicologo evolucionista e espirita descrevendo sua versão da nossa evolução, ele dizia que “os animais ainda não tem mente, já possuem um protótipo de pensamento mas é muito instável, curto, através de flashes repentinos, eles não conseguiram ter pensamentos contínuos para fixarem-nos formando a nossa mente”.

E isso me levou a descobrir que há algo mais a acrescentar na minha teoria. O cérebro humano tem apenas meio pensamento, mas já foi um grande salto evolucionário num processo em que o pensamento surge neste universo como um lampejo muito curto, nas especies mais primitivas, e vai se encompridando de especie a especie. Num cérebro com nosso defeito, quando o pensamento cresceu a ponto de perfazer toda uma metade da formula universal, terá grande dificuldade em continuar para o próximo ponto de crescimento.

A não ser que, por um golpe de sorte ou ajuda do alem, mais humanos tenham mutação genética “por erro e acaso”, que conduzem suas mentes-sistemas atuais divididas a descobrir e ver a imagem do sistema perfeito. Neste ponto não apenas a mente entenderá seu defeito e começará a desejar elimina-lo, mas o próprio cerebro, que tem como template universal a moda na forma de sistema perfeito, será conduzido automaticamente a a mudar sua fisiologia como mudou entre as formas de australopitecos e homo sapiens, aprendendo a esforçar o fluxo do pensamento, a dar-lhe mais energia, para que atravessem a muralha e se realizem por completo.

É na busca de técnicas para fazer isso que ocupo parte do meu tempo agora. E, claro, aconselho a quem puder que faça o mesmo, pois seria muito bom para a humanidade inteira e para mim seria melhor porque muitas cabeças buscando produzem mais rápido e melhor que apenas uma. Namastê, arigatô!

Postado no Facebook hoje com a seguinte mensagem:

Ajude a salvar esta humanidade sabendo como mudar-se para muda-la. Esta pandemia, apesar de ser uma tragédia, parece ser um mal necessário. Tinha que fazer os humanos retornarem à sua evolução cósmica mental e tinha que desvia-los da robotização pela tecnologia. Nossa genética foi criada por esta maquina astronômica e se deixarmos a tendencia desta genética dominar nossa consciência vamos ser meras partes zumbis de uma maquina reproduzida nesta biosfera. mas nosso feto de auto-consciência está impotente devido a um grave defeito em nosso cérebro. Tens que aprender sobre este defeito, para supera-lo e reencetar sua grande aventura e destino alem desta misera condição humana. O artigo abaixo é um bom começo….

Comments are closed.