A Formula da Matrix/DNA pode ser a linguagem alienígena em “Arrival” que reconfigura o cérebro

” … her efforts to understand an alien language have irreversibly rewired her brain…”

By Nick Statt – TheVerge

https://www.theverge.com/2016/11/16/13642396/arrival-ted-chiang-story-of-your-life-film-twist-ending

Pela Natureza, o cérebro biológico seria automaticamente capaz de ver imediatamente as conexões entre objetos que os interconectam formando sistemas naturais, e o poder humano seria incalculavelmente maior. Isto porque, se apenas a natureza e sua atuação comum na composição de arquiteturas naturais como o cérebro tivesse criado o cérebro, o teria feito aplicando a fôrma que é a formula da Matrix/DNA, o template de todos os sistemas naturais. Pois o cérebro foi feito como uma segunda extensão do corpo, para ser um sistema completo em si mesmo.

Ao ver qualquer objeto que pertença a um sistema, o cérebro veria a si mesmo como num espelho, se auto-identificando com seu criador, sua essência intima fundamental. Os traços ou sinais que ligam os objetos como pontes seria visto naturalmente como as sinapses internas do cérebro que conectam suas partes construindo os pensamentos.

Mas algo fora da longa cadeia de ação e reação, ou algum acidente, deformou o cérebro, separando o circuito esférico completo sistêmico em duas metades. O cérebro não se vê no espelho, não reconhece seu criador, ficou “cego” para as linhas de conexões, as quais são agora invisíveis.

No filme “Arrival”, alienígenas tem o propósito de unir a humanidade, as várias nações do planeta, e ao mesmo tempo ajudar a consertar o cérebro humano que, segundo eles, foi feito com a capacidade de ver o futuro e o passado no presente. isto seria de enorme valia para melhorar as condições da vida humana, prever o futuro, e no próprio filme os alienígenas dão um exemplo, quando um deles prevê que uma bomba vai explodir e empurra a heroína para longe para salva-la. se ela tivesse a capacidade de prever o futuro ela mesma teria se salvado.

A formula da Matrix ( alias, com certa semelhança aos símbolos linguísticos dos alienígenas neste filme), é a formula para sistema completo e perfeito, a formula que criou o sistema “cérebro”. Mas devido a sua deformação, o cérebro não captará isso quando vê-la, principalmente porque desenhada em duas dimensões numa tela ela também está deformada.

A Formula universal Matrix/DNA dos Sistemas Naturais

Mas acontece que muito mais importante que a imagem é o entendimento da formula explicitado pelo seu circuito e os efeitos do ciclo vital produzido, como a diferenciação entre as partes do sistema. O cérebro deveria sentir-se a si mesmo ao ver uma formula viva como sistema, mas também isto não deve ocorrer… e vamos recorrer a uma analogia;

Imagine um cego de nascença, que nunca viu seu corpo e nem outro humano. Este cego, nu, seria colocado ao lado de um humano nu, e pelo tato deveria descrever o que é o outro corpo. Ao pegar nos braços, nas mãos, do outro corpo, o cego iria também pegando seus próprios braços e mãos e sentindo a semelhança e por fim concluiria que o corpo tocado é igual seu corpo.

Mas o nosso cérebro não iria ver a semelhança entre as sinapses do sistema e suas próprias sinapses, porque são diferentes: enquanto no sistema perfeito as sinapses são totalmente esféricas, no cérebro elas são meia-sinapses, como meia-lua.

Acertados estes pressupostos, deles e apenas com eles eu ainda não sei como se poderia “consertar” o cérebro. Mas agora apelando pela intuição ou talvez me fundamentando em fatos reais, sugiro e acredito mesmo que existe uma maneira. Pois ela tem acontecido comigo, parece que automaticamente, mas talvez não. Depois que elaborei a formula como sendo o elo evolucionário entre esta galáxia como a criadora e a primeira célula como sua cria, e notei seu aspecto de maquina quase perfeita, de sistema natural completo por onde flui o circuito vital, eu passei a ver com facilidade as internas conexões entre os outros sistemas, como átomos, cérebro, astronômicos e até mesmo a onda de luz trazendo-se como sistema natural encriptado. E tenho visto muitos mais sistemas, porem, todos com defeitos em relação á formula perfeita. E isto deve ser mesmo assim, pois estamos numa biosfera ainda em construção evolutiva e que foi iniciada pelo estado de caos.

Aqui talvez tenha atuado um fator interessante: o cérebro por si não pode se ver, mas o cérebro possui esta inteligência que o complementa e o suplanta, e ela pode corrigir o cérebro de forma que aprenda a se ver no espelho da formula. Porque o entendimento do que é um sistema perfeito, mais a intuição de que para se ter pensamentos completos deve-se obrigar seus fluxos desenharem a esfera total, ao invés da meia-lua apenas, nos leva automaticamente a esforçar mentalmente nossos fluxos de raciocínios a se imbuírem de mais energia para atravessarem a muralha do corpo calosos e saírem pelo outro lado… e talvez isto vão com o tento de fato amolecendo o corpo calosos até elimina-lo por completo dando finalmente o estado perfeito ao cérebro.

O filme faz alusão a outro assunto que devo pesquisar melhor. Trata-se da Hipótese de Sapir-Whorf, que está na Wikipedia em:

Tags: , ,

Comments are closed.