Porque a orquídea é violeta e surge nas florestas virgens, como a tropical do sul e a boreal do norte? A formula da Matrix/DNA sugere uma resposta

No principio era o caos. As forças naturais eram brutas e se moviam ao acaso, colisões esquentando a temperatura do ambiente era o normal. Nada se construía, no sentido de juntar dois elementos conectados, e depois mais outro,… pois tudo era destruído logo no inicio. Mas neste contexto surgiu ( ou, desse contexto emergiu) uma outra força ( ou um grupo de forças ) que hoje na Teoria da Informação se dá o nome de Principio da Ordem. Muito fraco perante a maior força do caos, iniciou timidamente e conseguiu juntar dois, três, e mais elementos e assim conseguiu a primeira arquitetura natural, o primeiro sistema dentro de cujos limites havia ordem. Talvez tenha sido o primeiro átomo, o hidrogênio. mas o que as orquídeas tem a ver com isso?

Quando eu caminhava aos arrastos moribundo ardendo sob s febre da malária e tropeçando na folhagem encharcada eu caí. pensei em desistir e dali não mais me levantaria mas meus olhos abertos deram de cara com uma pequena flor, uma orquídea. Sozinha, frágil, naquele caos da selva infernal era o único elemento que não procurava tomar nada de ninguém, ao contrario, apenas dava, seu perfume, sua beleza, sua paz. Entrando no delírio do como uma frase ribombava na minha cabeça: o fluxo da ordem se levanta do caos. Surge aqui, morre ali, ressurge acolá, agora como dois elementos, depois três e acaba por envolver tudo na ordem como envolveu os astros em galáxias com a ordem mecânica celeste. Ela ia sucumbir na pesada chuva, sob folhas e galhos caindo, sob as patas de uma fera ou sob o arrastar da barriga de um crocodilo. Caí de amores, me apaixonei perdidamente. Eu tinha que salva-la. Levantei, tomei o resto da agua na garrafa, enchi-a de terra e nela depositei a plantinha, levando-a para a barraca. Consultei a formula da Matrix/DNA, qual o significado existencial, qual a função da flor num contexto sistêmico, para o Principio da Ordem? A cor violeta indicou sua posição na formula. O trajeto entre F7 e F1. Sim, era aquilo! F7 é o ultimo expirar do cadáver, o espaço até F1 é por onde circulam os fragmentos do cadáver e ali é a faixa da luz que corresponde “a cor violeta. Esse resquício do cadáver entra em F1 e começa um novo ciclo, agora mutado. O Tao da Física! O Ponto da Mutação! O caos cansado e vencido pela sua entropia, se retirando e dando o lugar para a ordem.

Me lembrando disso hoje ao deparar com um foto de uma orquídea ( me veio um profundo sentimento de gratidão, porque de certa forma, uma orquídea me acionou o lado guerreiro do filosofo naturalista o que me deu forças para salvar minha vida), vou abrindo mais esse artigo de pesquisa, quero saber tudo sobre a violeta, pois estarei aprendendo mais sobre a formula e este misterioso Principio da Ordem.

xxxx

The Calypso orchid grows in the shade of boreal forest. ( A orquidea cresce nas sombras da floresta boreal) https://en.wikipedia.org/wiki/Boreal_forest_of_Canada

 Não são plantas parasitas, nutrindo-se apenas de material em decomposição que cai das árvores e acumula-se ao emaranhar-se em suas raízes.

Apesar da grande maioria das espécies não serem vistosas, o formato intrigante de suas flores é muito atrativo aos aficcionados que prestam atenção às mini orquídeas.

Mini-orquidea, Cattleya walkeriana

xxxxx

Aqui a formula não tomou nenhum cuidado para se disfarçar, exivindo-se inteiramente. Apesar da cor diferente ser uma variedade produzida pelo homem, a presença do vortice vermelho no nucleo da flor como o vermelho do nucleo do planeta e as seis pétalas criadas pelas seis funções sistemicas estão óbvias….

xxxx

Porque a orquidea abaixo construiu um cone central se podia ter feito uma esfera, um cilindro ou outra forma qualquer? Porque sua mãe criadora que está no céu tem um cone central. Filha de peixes, peixinha será…

Laelia purpurata

(continuar pesquisa lendo o resto do Wikipedia, etc… )

Tags: , ,