0 que existia antes do Big Bang? (Diferenças entre a teoria Acadêmica e a Teoria da Matrix/DNA

A teoria acadêmica está explicada no artigo com link abaixo:

https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2018/03/stephen-hawking-explica-o-que-existia-antes-do-big-bang.html

Stephen Hawking explica o que existia antes do Big Bang

Tópico foi abordado em entrevista feita pelo astrofísico Neil deGrasse Tyson – 05 Mar 2018

Teoria da Matrix/DNA:

Hawking ignorando duas regras basicas da Filosofia Naturalista: 1) Ninguém pode saber a Verdade de um sistema existindo apenas dentro dele; 2) Para qualquer mistério sobre a Natureza Universal, calcule como a Natureza confecciona tudo o mais aplicando sua navalha de Occam, a qual possibilita a maxima economia de energia e todos os ingredientes e com a maior simplicidade. Quando na selva amazônica me bateu uma enorme vontade de saber de onde e como esta Natureza surgiu, como de costume nestas ocasiões eu me ajoelhava ao seu solo e num buraquinho murmurava minha pergunta, logo me veio uma intuição: peguei meu microscópio atrelado a uma camera e filmei o interior de uma cotia logo que ela terminou um ato sexual. Vi o espermatozoide vencedor chegar ao centro do ovulo, se fundir com o genoma feminino, mas neste momento uma maravilhosa surpresa: um spark de energia muito rápido clareou e se expandiu por dentro de todo o óvulo (para quem não sabe, tem videos no youtube filmando isso acontecer em humanos). Foi como um Big Bang! Microscópico para mim, mas macroscópico para o universo ovular, pois a luz inundou todo seu espaço. Em seguida se formaram grupos de genes como bolinhas que pareciam uma nebulosa de átomos; em seguida vieram as células que me lembraram os aglomerados de galaxias; em seguida um feto começou a se formar passando pela forma de sapinho, peixe, mamífero quadrupede, e um sistema biológico completo e vivo! A ontogenia biológica do resultado final atual do universo recapitulando a filogenia cósmica! Me ajoelhei outra vez no solo da mãe Terra molhando-o com minhas lagrimas e sussurrei bem baixinho no buraquinho: “Obrigado Grande Mestra! Mais uma vez me satisfizestes minha preferência pelas explicações mais lógicas, mais racionais, e menos místicas. Como retorno prometo-lhe que vou evoluir, vamos singrar o Cosmos, e vamos ultrapassar o evento do Big Bang para encontrar que tipo de pais e reino deflagraram aquele flash que criou a cotia e voltarei aqui neste buraquinho, para lhe contar o que vimos e resolver este grande mistério que, bem o sei, também tem feito é seu mistério e tem lhe feito perder noites de sono”……. Cá, entre nós, falando sério agora, a premissa mais logica que pode existir é que esse Universo não é magico, ele não pode criar informações do nada, portanto ele só pode criar criaturas pelo mesmo processo que ele foi criado. Segundo: A Física e a Matematica, quando aplicadas a sistemas biológicos como nossos corpos, são eficazes, mas estão limitadas a captar apenas o que contém o esqueleto ósseo e param nas suas fronteiras. A partir daí começa a carne mole, a complexidade aumenta, e esta termina onde começa a mais complexa região cerebral com sua consciência, reinos distantes dos tentáculos da Física e seu idioma, a Matematica, e sua arte, a mecânica. Aplicada no Universo, ela desvenda tudo do eletromagnetismo dos átomos, da mecânica das galaxias,… mas…, mas…, não é o esqueleto que produziu a carne e a consciência, e sim o contrário. Querem que o esqueleto do Universo tenha criado sua carne e mente, contra toda logica natrual que observamos aqui. Para uma Teoria do Tudo e os mistérios além desse imediato “todo contido neste sistema”, será necessário a contribuição de biólogos, neurologistas e até filósofos reduzidos a semi-macacos que vivem nas selvas murmurando questões nos buraquinhos do solo e elaborando teorias sobre o Big Bang, as quais seriam prontamente queimadas se apresentadas perante a inquisição do peer-review acadêmico… Estudo e respeito essa teoria da turma do Hawking, porém, não entendo porque desprezam a navalha de Occam trocando-a pela mística que acredita em mágicos átomos deuses.

Tags: