Posts Tagged ‘caos’

Porque a orquídea é violeta e surge nas florestas virgens, como a tropical do sul e a boreal do norte? A formula da Matrix/DNA sugere uma resposta

Wednesday, February 24th, 2021

No principio era o caos. As forças naturais eram brutas e se moviam ao acaso, colisões esquentando a temperatura do ambiente era o normal. Nada se construía, no sentido de juntar dois elementos conectados, e depois mais outro,… pois tudo era destruído logo no inicio. Mas neste contexto surgiu ( ou, desse contexto emergiu) uma outra força ( ou um grupo de forças ) que hoje na Teoria da Informação se dá o nome de Principio da Ordem. Muito fraco perante a maior força do caos, iniciou timidamente e conseguiu juntar dois, três, e mais elementos e assim conseguiu a primeira arquitetura natural, o primeiro sistema dentro de cujos limites havia ordem. Talvez tenha sido o primeiro átomo, o hidrogênio. mas o que as orquídeas tem a ver com isso?

Quando eu caminhava aos arrastos moribundo ardendo sob s febre da malária e tropeçando na folhagem encharcada eu caí. pensei em desistir e dali não mais me levantaria mas meus olhos abertos deram de cara com uma pequena flor, uma orquídea. Sozinha, frágil, naquele caos da selva infernal era o único elemento que não procurava tomar nada de ninguém, ao contrario, apenas dava, seu perfume, sua beleza, sua paz. Entrando no delírio do como uma frase ribombava na minha cabeça: o fluxo da ordem se levanta do caos. Surge aqui, morre ali, ressurge acolá, agora como dois elementos, depois três e acaba por envolver tudo na ordem como envolveu os astros em galáxias com a ordem mecânica celeste. Ela ia sucumbir na pesada chuva, sob folhas e galhos caindo, sob as patas de uma fera ou sob o arrastar da barriga de um crocodilo. Caí de amores, me apaixonei perdidamente. Eu tinha que salva-la. Levantei, tomei o resto da agua na garrafa, enchi-a de terra e nela depositei a plantinha, levando-a para a barraca. Consultei a formula da Matrix/DNA, qual o significado existencial, qual a função da flor num contexto sistêmico, para o Principio da Ordem? A cor violeta indicou sua posição na formula. O trajeto entre F7 e F1. Sim, era aquilo! F7 é o ultimo expirar do cadáver, o espaço até F1 é por onde circulam os fragmentos do cadáver e ali é a faixa da luz que corresponde “a cor violeta. Esse resquício do cadáver entra em F1 e começa um novo ciclo, agora mutado. O Tao da Física! O Ponto da Mutação! O caos cansado e vencido pela sua entropia, se retirando e dando o lugar para a ordem.

Me lembrando disso hoje ao deparar com um foto de uma orquídea ( me veio um profundo sentimento de gratidão, porque de certa forma, uma orquídea me acionou o lado guerreiro do filosofo naturalista o que me deu forças para salvar minha vida), vou abrindo mais esse artigo de pesquisa, quero saber tudo sobre a violeta, pois estarei aprendendo mais sobre a formula e este misterioso Principio da Ordem.

xxxx

The Calypso orchid grows in the shade of boreal forest. ( A orquidea cresce nas sombras da floresta boreal) https://en.wikipedia.org/wiki/Boreal_forest_of_Canada

 Não são plantas parasitas, nutrindo-se apenas de material em decomposição que cai das árvores e acumula-se ao emaranhar-se em suas raízes.

Apesar da grande maioria das espécies não serem vistosas, o formato intrigante de suas flores é muito atrativo aos aficcionados que prestam atenção às mini orquídeas.

Mini-orquidea, Cattleya walkeriana

xxxxx

Aqui a formula não tomou nenhum cuidado para se disfarçar, exivindo-se inteiramente. Apesar da cor diferente ser uma variedade produzida pelo homem, a presença do vortice vermelho no nucleo da flor como o vermelho do nucleo do planeta e as seis pétalas criadas pelas seis funções sistemicas estão óbvias….

xxxx

Porque a orquidea abaixo construiu um cone central se podia ter feito uma esfera, um cilindro ou outra forma qualquer? Porque sua mãe criadora que está no céu tem um cone central. Filha de peixes, peixinha será…

Laelia purpurata

(continuar pesquisa lendo o resto do Wikipedia, etc… )

“Se o Princípio do Caos se impõe pela força (na marra), por que o Princípio da Ordem não se impõe?

Thursday, February 11th, 2021

Me surgiu uma pergunta intrigante para a qual não encontro resposta:
“Se o Princípio do Caos se impõe pela força (na marra), por que o Princípio da Ordem não se impõe?
Por exemplo: o Princípio do Caos é destrutivo e perturbador da ordem natural, ele produz as tragédias naturais, a corrupção entre humanos, os crimes, etc. Para o povo simples isso pode ser entendido como o “mal”. O princípio da Ordem é aquela força ainda desconhecida que surge na Natureza e que, com os elementos do ambiente, constrói algum tipo de sistema, como o atômico, o galáctico, o biológico etc., e dentro destes sistemas a tendência é evoluir para o estado de equilíbrio total, de ordem.
Para o povo simples isso pode ser entendido como o “bem”. Em palavras populares poderíamos trocar para: ” Se a Força do Mal se impõe com brutalidade e mais energia, por que a Força do Bem não se impõe da mesma maneira?”
Basta se lembrar de como este mundo tem funcionado para se destacar milhões de evidencias a favor do caos, e quando procuro evidencias a favor da ordem não vejo nenhuma na nossa microscópica dimensão, apenas pressinto-a quando observo o Cosmos e vejo galáxias – um sistema natural – se impondo ao todo, como vencedoras. Então talvez devêssemos trocar a pergunta:
“Porque no grande reina a Ordem e no pequeno reina o Caos?”,
… mas como não sabemos o que existe além das galáxias, também não podemos afirmar que a Ordem reina no grande.
Veja que esta parece ser uma questão alienante, abstrata, coisa apenas de filósofos e não do humano na sua luta com a vida pratica. Porem isto é engano. Nas Ciências Físicas e Matemáticas, estes princípios são estudados principalmente na Teoria da Informação. Em todos os eventos e lugares que formos agora nos ambientes da vida, vamos constatar sofrimento de humanos, de animais, de vegetais. Os quais eu poderia consertar num estalo se tivesse o poder de impor o Princípio da Ordem. Ora, estamos falando de forças naturais, natureza, e temos aprendido que com a Ciência já mudamos muita coisa na Natureza, já eliminamos muitos tipos de mal ao humano ( ex: a vacina matando os vírus que entram no corpo, foguetes da NASA podendo destruir no espaço meteoritos que iriam cair sobre a Terra, etc ), então nos aconselha o racional que procuremos cientificamente investigar o que é e de onde vem essa força do Princípio da Ordem, pois se descobrirmos isso, poderemos aplica-la eliminando todos os obstáculos e sofrimentos aos humanos… Esta é uma questão pratica, da vida real.

Alguém se aventura a refletir sobre isso? Se tiver algum insight, ou tese, por favor me avise nos comentários.

E para os ingleses:
If the Chaos Principle is imposed by force, why does the Order Principle is not imposed? For philosophers, religious, scientists.

Questão publicada no Reddit:

https://www.reddit.com/r/askscience/comments/lhqecj/if_the_chaos_principle_is_imposed_by_force_why/?utm_source=share&utm_medium=web2x&context=3

Publicada no Facebook em Fev/11/2021:

(20+) Louis Charles Morelli | Facebook

O normal para a aranha é o caos para a borboleta

Monday, July 13th, 2020

Eu odiei o caos da biosfera amazonica. E seu ainda tinha alguma esperança na existência de um Deus benevolente, e considerava a possibilidade de ter existido um enviado, Jesus Cristo, isto tudo se negativou em definitivo na selva.

A biosfera era a aranha, que montou sua rede, eu era o mosquito, preso nessa rede esperando o momento da aranha vir me matar e comer meu cadáver.

Não é que “era”. Isto é. A realidade é esta, ontem, hoje.

Nos somos filhos do caos, nossos corpos primitivos eram inclusive canibais, heje somos rudes e caoticamente malignos, e não poderia ser diferente. Filhos do caos, caos serão.

Mas isso aí em cima não diz toda a verdade. Nem sobre a biosfera, nem sobre os humanos.

Notei isso na selva naquela noite que cai no meio dos galhos e lamaçal e esperando a morte vi que o facho da minha lanterna incidia sobre uma flor. Filósofos não se corrigem, nem no ultimo estertor deixei de filosofar: ” Como pode essa flor existir aqui neste caos, emergir deste pântano? Como é linda, sinto ate seu perfume, que ser frágil está aqui sem molestar nada nem ninguém, sem consumir nada de ninguém, apenas oferecendo de si a beleza, seu perfume! Não, isso não é caos, essa criatura não pode ter sido produzida pelo caos. É uma forte sugestão de que no meio da matéria deste Universo existe um Principio da Ordem Física, um Principio da Organização da Matéria em Sistemas, Ordeiros, como essa flor. Não tem outra explicação mais racional. Ninguém vai provar e me convencer que o caos fez esta flor. Eu conheço bem o caos, senti-o na pele por sete anos, sei o que ele produz.

E quanto aos humanos? Ora, fui testemunha de centenas, milhares de situações onde humanos não se comportaram como aranhas, nem com semelhantes e nem mesmo com outros animais. O caos não poderia produzir humanos não-aranhas. Novamente a sugestão do Principio da Ordem.

E assim o Principio da Ordem veio causar um caos na minha cabeça de ateu materialista, niilista. Que é a mesma cabeça herdada dos ancestrais animais daquela selva, todos são materialistas. De onde veio, porque existe este Principio, sempre menor no meio do caos, sempre mais frágil, sempre perdendo, como Cristo perdeu? Pior: porque teima tanto em existir, em ser destruído aqui e pipocar ali, como essa flor deve ter vindo de alguma semente de alguma seara nesta selva. ou algum jardim longínquo?

Tudo bem: um dos castigos mais terríveis aos filhos do caos é o morrer na ignorância do que é ser e existir, sempre temporariamente. Desta forma, nunca sera satisfeita a minha desesperada pergunta sobre o que é o Principio da Ordem, de onde veio. Mas o filosofo, mesmo sendo filho do caos e sabendo que vai desaparecer em breve, é teimoso, ele vai fuçar, esmiuçar a natureza, o pântano, procurando a resposta.

Dias depois descobri a cosmovisão da Matrix/DNA. Que explica as procedências dos eventos de caos apos o Big Bang, apesar de não explicar a procedência do caos que veio com o Big Bang. Mas eis uma façanha sensacional: ela encontra e apalpa o Principio da Ordem, ela o vê surgindo no Big Bang, e na forma de um genoma feito de luz e estas informações indicam com considerável nível logico, como é e o que é a fonte criadora deste Principio.

Agora ficou fácil para o humano escapar do reino do caos, transcendendo-o e entrando no reino da ordem. O caminho foi iluminado.

Mas não é bem assim ainda. Nem o Principio da Ordem, nem a cosmovisão, revelou a procedência extra-Big Bang do caos e não explicou como, porque existe.

Não pode ter sido pela mesma fonte criadora, pois não existe informação, registro, do caos, no genoma. E racionalmente nada de fora poderia entrar no território universal gerado pela fonte criadora. Continua a suprema incomoda questão: de onde veio o principio do caos?

Em todos os eventos de origens dos sistemas ordeiros – seja do átomo, da galaxia, daquela flor, nota-se o mesmo padrão: todos emergiram no meio do caos. mas tem um evento de um sistema foge à regra, é uma exceção excepcional: a origem de um sistema corpo-humano. Ele emerge no meio de uma placenta tranquila e envolvida pelo estado de ordem funcional. mesmo que o corpo dessa ordem funcional esteja envolvido pelo caos.

Agora bagunçou mais ainda minha cabeça. Tanto incomoda que neste momento entrego a camisa, me retiro do jogo. Deixo aqui registrado na esperança de alguma nova descoberta, alguma nova informação, dê um empurrãozinho nesta demoníaca questão.

(Obs: Este pensamento surgiu ao ler um texto de ateus questionando a existência de Deus, onde tem a seguinte frase:

Omni-benevolent…: One can be wholly benevolent with respect to the aggregate whole without being equally benevolent to each of its constituent parts. In some situations, benevolence to one deprives another and omni-benevolence (as conventionally understood) could not logically withhold benevolence to one but could not logically deprive the other. Normal for the spider is chaos to the fly.