Posts Tagged ‘egoismo’

Egoísmo: suas origens e significado existencial

Wednesday, April 7th, 2021

Vamos analisar o egoísmo `a luz das leis naturais? Existem dois tipos extremos opostos de sistemas naturais: o totalmente aberto e o fechado em si mesmo. E a Natureza não aceita nenhum dos dois, destrói-os. Isso ficou claro na origem da matéria universal quando surgia um ponto na forma de partícula com excesso de energia contida, represada. Para não explodir por excesso, essa partícula fechada se abre em ondas espiraladas e se nada a contem, a onda expele energia ate se desfazer por falta de energia. Na evolução, 13,8 bilhões de anos atrás esse dualismo se tornou, por exemplo, nos humanos, na parafernália bissexual, em que o elemento macho necessita expelir energia que ‘e absorvida pelo elemento fêmea que dela necessita. Se ocorrer uma fusão no momento em que o que esta na metade da perda se liga ao que esta na metade do ganho, os dois se tornam uma terceira forma, uma transcendência. Entenda-se esse nosso passado e se entendera todas as diferenças entre as psicologias ou instintos masculino e feminino. Assim foram surgindo os sistemas atômicos, os astronômicos, os biológicos. E’ objetivo supremo da massa obter o equilíbrio termodinâmico na inercia eterna, a tal zona de conforto. Por outro lado, e’ objetivo supremo da energia girar em spin sobre si mesma na máxima velocidade, o tal orgasmo do prazer. Como os sistemas naturais são compostos de massa e energia, existe este conflito interno entre a inercia extrema e a dinâmica extrema. A matéria conseguiu o máximo desse equilíbrio interno quando se formou como galáxias. Basta ver o template de um building block das galáxias, como os sete tipos de astros se conectam, para ver como funciona uma maquina perfeita que seria eterna não fosse a entropia. Nesse estado um tipo de sistema natural se fechou em si mesmo, o universo foi povoado por elas. Mas… dentro dos sistemas naturais flui um principio vital, que os constrói com um objetivo final: a reprodução genética do sistema criador do Universo, que deflagrou o Big Bang, que nada mais foi que um evento de fecundação cósmica. Se tem esse processo, nenhuma forma material de sistema pode se eternizar como forma provisória de feto ou embrião. Para isso a Natureza dispõe do mecanismo da entropia que desmancha qualquer sistema que se feche. Como somos sistemas feitos de massa mais energia somos tendentes ao máximo egoísmo, nos focar no próprio umbigo e o resto que se exploda. Todo rico sonha com seu reino paradisíaco privado fechado. Mas assim como ocorreu com as galáxias, passado o deslumbramento inicial ele se descobre prisioneiro no que vai se tornando seu inferno. Isto porque dentro dele. o fluido vital que vai se expressando como consciência não pode ser represado naquela forma primitiva. Ele implora por liberdade, como, por analogia com uma lenda, Adão e Eva implorariam para serem libertos daquele paraíso animalesco. Assim ,todo egoísta vai deixar de ser egoísta pelo simples andar da Natureza.