Posts Tagged ‘libertarians’

Anarquismo e liberais: experiência fracassada do Free Town Project

Monday, January 18th, 2021

Baseado no artigo:

Libertarians Took Control of This Small Town. It Didn’t End Well.

A new book shows the troubling consequences of Grafton, New Hampshire’s anti-government experiment.

by Elizabeth Austin

https://washingtonmonthly.com/magazine/september-october-2020/libertarians-took-control-of-this-small-town-it-didnt-end-well/

Tem um grupo que deseja viver numa comunidade que chamam de “livre”. Seria sem governo, principalmente para eliminar os impostos. Ninguém diria a ninguém como viver, o que fazer. Exemplares da classe média de todo o pais se uniram e tentaram montar essa cidade onde havia já um protótipo com 2.000 residentes, Grafton, em New Hampshire. Vestiam-se excentricamente, cabelos de todas as pinturas e formas, etc. Eliminaram a prefeitura e os impostos que era 1,5 milhão de dólares, reduziram para 1 milhão gestado pela comunidade para pagar serviços essenciais, como coleta de lixo, agua, etc.

Mas não deu certo, os liberais e anarquistas v foram voltando para seus antigos lugares, om projeto fracassou. A história foi relatada num artigo ( ) e num livro, A Libertarian Walks Into a Bear , de Matthew Hongoltz-Hetling. .

Como a nossa nova cosmovisão, resumida na Teoria da Matrix/DNA, sugere tambem uma nova forma da humanidade se organizar em sociedade, diferente deste projeto, este experimento nos serve de teste e comparações. A primeira coisa que notamos no projeto que o tornaria inviável a ser implantado em todos os lugares, é a questão da divisão das propriedades, da terra. Neste projeto os exemplares da amostra tinham dinheiro para chegar já sendo dono de terra, mas 90% da humanidade não tem e as terras já estão ocupadas. A outra falha, é que acho que pensaram apenas nos prazeres, nos direitos, e se esqueceram do trabalho duro, dos deveres. Por isso, cada qual desenvolveria seu método para se sustentar, cada um por si, enquanto no projeto da Matrix/DNA todo o consumo seria organizado numa cooperativa e a produção seria trabalhada por todos, desde a produção do alimento, das moradias, do sabonete e das fabricas socializadas de aviões…

Vale a pena registrar aqui os links e nome do livro para responder e indicar nos debates com os anarquistas e liberais que criticam meu modelo, e para buscar lê-los se tempo houver.