Posts Tagged ‘mente’

Procurando conectar sua mente à mente cósmica (Deus?) e não seu corpo ao corpo de Deus

Tuesday, November 17th, 2020

Quando o velho indio meu amigo na selva entrava em estado alterado mental e narrava estranhas visões, a primeira coisa que dizia é que o mundo, o espaço todo é muito branco, claro, luminoso… ou seja, existiria um pano de fundo constituido apenas de luz neste universo material. Como filosofo naturalista eu era extremamente racionalista, o que, nestas situações ignora a questão “acredita ou não acredita”, vamos ver se existe um jeito cientifico de testar isto. Enquanto não descobria este jeito, abria outra area de pesquisa, sobre como o cérebro humano produz estas imaginações, ou como funciona os estados alterados do cérebro.

Vinte anos depois minhas pesquisais gerais se tornavam uma teoria do tudo que sugeria que o universo material começou com um evento instantaneo de fecundação, que eu chamei de Big Bang, pegando o nome emprestado das teorias dos cientistas. E a minha teoria sugeria lógicamente que do Big Bang emergiu uma onda de luz que se propagou no espaço total hoje ocupado por matéria. Então, 20 anos depois me lembrei do indio meio-adormecido na rede depois de tomar suas beberagens alucinogenas que causavam seus estados alterados que eu testemunhava quando ouvia de sua voz estas narrativas estranhas, narrando o pano de fundo luminososo do Universo. Seria uma luz tão intensa como quando na noite escura bate o facho de luz de um farol cegando nossos olhos e vemos tudo escuro. Viveriamos assim, como cegos, mas enxergando a matéria iluminada por luzes de segunda ou terceira geração como das estrelas. Mas por enquanto, para o filósofo, são hipóteses racionais, logicas, porque tem um caminhão de evidencias apontando nesta existencia e se isto existe alinharia o mundo material numa lógica natural, porem ainda são teorias, a serem testadas…

O tempo foi passando e eu, pesquisando, encontrando milhares de evidencias para estas hipóteses, o que não me autorizava a nenhuma conclusão responsável. Por exemplo, evidencias arroladas são como o védeo que mostra um relampago de energia ocorrendo dentro de um óvulo no momento que um espermatozoide se funde com o nucleo onde está o gameta feminino,… parece um Big Bang… e todo ovulo é iluminado. Mas aqui o interior do óvulo parece continuar escuro, a liz parece ter-se ido, a não ser que ela esteja nos cegando. Mas ela pode realmente ter-se ido, e a luz do Big Bang tambem…

Dez anos depois, estudando ondas de luz e as faixas de luz que emanam das radiaçoes de elementos materiais, refletidas na tela do compitador como “o espectro eletromagnético”, intui surpreso que a senóide da onda à medida que se propaga a partir de sua fonte, imita exatamente a propriedade da energia que se propaga dentro do corpo humano após ele ser medido a partir de sua fonte, na forma de baby. A energia na luz varia em faixas de intensidade na mesma sequencia que varia a energia dentro do corpo humano em novas formas ao longo de seu ciclo vital. O que significava isso? Certamente não era mera coincidencia, pois duas sequencias de eventos em dois diferentes objetos, nunca seriam exatamente iguais, se ambas fossem emitidas ao acaso. Havia um terceiro elemento, escondido aos meus sensores, com certeza, provocando aquela semelhança.

Isto me levou à mais estranha idéia da minha vida: ” Existe ou existiu uma onda de luz original que funcionava como um… ser vivo! Pois ela se movia, expandindo-se, movida pela mesma força que expande os corpos dos seres vivos,… digamos, a força ou processo do ciclo vital, ou ainda, principio vital. Essa onda de luz original tambem tinha uma anatomia interna, como tem os corpos vivos. Essa anatomia ia aparecendo como faixas de frequencias diferenciadas, à medida que a onda crescia. Mas ao invés de serem orgãos de um corpo como são as diferentes secções dos seres vivos, estas faixas diferenciadas eram suas formas diferenciadas, como as diferentes formas dos corpos vivos constituem seus ciclos vitais. Ao invés de figado, estomago, coração, a onda de luz era constituida das formas de baby, criança, jovem, etc. Até a ultima forma, a de cadaver se fragmentando, a onda tinha, quando ela se fragmenta em suas particulas, os fotons. Como essa onda de luz original existiu antes dos corpos vivos materiais, ela foi a precursora primeira da classe dos seres vivos. E se ela surgiu com o Big Bang, e com certeza o Big Bang foi produzido por algo ou um mindo que existia antes, sendo ela um ser vivo, aquilo que a gerou deve ter tido …. “vida”! Sim, essa onda não teria criado-se como viva por magica, a partir do nada.

A seguinte surpreendente descoberta é como um sistema natural surge um ambiente, já pronto, montado e funcionando, como por exemplo, os sistemas celulares, os sistemas estelares, atomicos, etc. Acontece que estes sistemas não surgem. Eles vem das transformações de outros sistemas já existentes. E como surgiu o primeiro sistema? Foi o sistema atomico, ou as superparticulas como protons, eletrons, já eram sistemas fiuncionais em si mesmos? Qual foi o primeiro sistema?

Foi a onda de luz original. Porque se as faixas da onda, que são sete, forem separadas entre si, cada faixa continua com atração pelas suas duas vizinhas na sequencia que era na onda, e quando se juntam as sete faixas se tornam as sete partes, ou sete peças, de um sistema natural completo e funcional. Assim como se fixar-mos sete formas do corpo humano ( forma de embrião, baby, criança, etc., ) e levar-mos estas sete formas para uma casa, ali teremos o sistema familiar completo perfeito. Cada forma, parte ou peça, executa uma funçaõ especifica necessaria para um sistema inteiro funcionar.

Então pensemos no primeiro atomo. Todos se lembram nas aulas de Ciências do ginasio, o desenho de um atomo como um nucleo central rodeado por seis aureólas, como camadas eletronicas. O professor escrevia no quadro aquelas formulas S1,S2, F3, etc.

Então vamos pensar que a onda original se dividiu no meio da dark matter de maneira que luz mais energia mais a substancia material formava aquele atomo. As sete camadas representam as sete faixas da luz. E os eletrons em determinadas camadas significam que estão expressando, materializando a função sistemica de uma faixa da luz numa camada eletronica. Assim, o primeiro sistema no Universo foi a onda de luz e que evoluiu para sistema atomico, o qual produziu o sistema estelar, galactico, celular, cerebral… oi seja, todos os sistemas naturais são um unico sistema, são copias evoluidas de um sistema original. Inclusive o sistema conhecido como unidade de informação do DNA

Se a onda de luz original com todas suas propriedades vitais continua como pano de fundo deste Universo, se ela está copiada como unidade de informação do DNA, ou como sistema galactico, celular, etc. … o que há para se concluir?

Existem os fractais de Mandelbrot.

Mandelbrot set

Mas os fractais de Mandelbrot são derivados da matematica como figuras geométricas apenas. Porem agora descobrimos que o mundo é um conjunto de fractais… vivos. A onda de luz original é o fractal maior, o atomo é o menor, e todos os sistemas intermediarios, nos seus varios tamanhos, de células a galaxias, revelam a hierarquia.

Apenas tenho uma teoria geral por enquanto. Se a visão do meu velho amigo indio estiver não tiver fundamento real…

Mas se tiver, a onda de luz original funciona como o genoma do algo vivo que deflagrou o Big Bang. O aparecimento da auto-consciencia nos 13,8 bilhões de anos deste Universo pode ser comparado ‘a expressão da consciencia nos cerebros humanos com 1 ano de idade. Porque a consciencia no baby não foi criada pelo cérebro do baby, pois ela ja existia na especie humana, nos pais do baby. Então, o misteriosos elemento vivo de antes do Big Bang, alem de ter um corpo com substancia luminifera, timha tambem auto-consciencia. Ou ainda tem.

Quando voce quer se comunicar com um ser que tem corpo e consciencia, sua mente se dirige à mente do outro ser. Está certo que digam que devemos procurar a luz, ser da luz, etc., mas se queres se comunicar com a fonte geradora disso tudo, procure falar de consciencia de um pequeno fractal para a consciencia do fractal maior.

Estranha experiencia desativando a respiração automática e comendo ar, no sonho.

Saturday, September 14th, 2019

xxxxx

Não tente esta experiencia, pois pode produzir sofrível pesadelo e pode ser perigosa. Vou registra-la para recordar,  refletir no assunto, e arriscar repeti-la.

Deitado na cama e pensando no insolúvel mistério de como surgiu a matéria organizada em sistemas como são nossos corpos, neste mundo inicialmente caótico, e chegando a pensar no meu corpo como evolução dessa extraordinária e misteriosa  engenharia, me imaginei fora do corpo para tentar entrar no cérebro e operar os comandos, como um operador de maquinas entra na cabina de um guindaste e opera o braço e a “mão/caçamba” do guindaste. Mas para manter este corpo/maquina funcionando não basta apenas liga-lo e ficar girando o volante, puxando alavancas, seria preciso realizar milhares de operações simultâneas, como a respiração, circulação do sangue, etc. Me perguntando como seria operar a respiração de forma manual, me veio uma imagem inusitada: o humano tendo que colher ar branco numa caneca e toma-lo, fazer um gargarejo dentro do tórax rebolando o bumbum sacudindo os pulmões, e vomitar ou assoprar para fora o gaz carbônico na cor amarelada. Comer ar seria um alimento delicioso, indispensável e irresistível como uma droga, livre a vontade na atmosfera, porem, tendo que ser repetido a cada 30 segundos. Se não houvesse a capacidade do cérebro de fazer exatamente isso automaticamente e, ao mesmo tempo, realizar outras milhares de tarefas, estaríamos perdidos. Nada mais poderíamos fazer senão com a canequinha na mão colhendo ar da atmosfera, levando na boca e assoprando para fora. Nem mesmo poderíamos falar, não daria tempo para pronunciar mais que uma palavra em cada intervalo da respiração.

Assim fiquei por alguns minutos me imaginando com a canequinha catando ar no ar como quem caça borboletas. Forcei sentir na boca o sugamento forçado do ar, o chacoalho forçado do corpo para fazer o gargarejo no tórax, mexendo os pulmões, e soprando, vendo um gaz carbônico meio repugnante amarelo-esverdeado saindo da boca.

Passatempo maluco, ou o jeito que filósofos naturalistas matam o tempo ocioso. Eu me sentia como um fantasma dentro da cabine do cérebro movendo alavancas, dirigindo, apertando botoes. Teve uma hora que enquanto passava a canequinha no espaço uma mosca apareceu na frente da caneca eu até buzinei forte com raiva para ela sair do caminho.

Nisso, sem estar com sono, fui apagando e começando a sonhar. Como em todo sonho eu estava em algum lugar, uma cidade, com várias pessoas ao redor, me movendo, conversando, etc. Mas ai começou o pesadelo. Cada vez que na respiração eu inalava ar, produzia-se um som de ronco horrível na minha garganta e tórax, do ar passando (por estar mais próxima dos ouvidos, os ruídos na garganta quando o ar e a comida passa deve realmente ser mais forte que o roncar da barriga, mas não sei porque, não o ouvimos… Algum cientista já se perguntou isto?). Em seguida me sentia meio sufocado e cuspia ar, ou gas carbônico, com dificuldade produzindo borbulhas de saliva que me escorriam pelo queixo. Isso começou quando eu caminhava numa rua movimentada e procurei me esconder, me afastar das pessoas, que se irritavam com meu ronco e faziam caretas de estranheza me olhando. Uma motocicleta ambulante de carne e osso?! Eu sentia que tinha de forçar, permitir a nova entrada de ar, mas queria impedir por causa da dificuldade, dos barulhos, etc. E não conseguia parar aquilo. Parecia demasiado real, naquele momento estava num mundo real, não num sonho.

Felizmente acordei. Fiquei bom tempo ainda na cama me perguntando qual a causa do pesadelo, como ele se produziu justo quando eu, conscientemente, pensei em operar minha maquinaria da respiração. Estaria o meu cérebro me aplicando uma lição, saindo fora do controle e me deixando a fazer o serviço todo, manualmente? Alguns minutos e sem sono voltei a dormir outra vez e o mesmo pesadelo voltou! Quando acordei pensei: “Não… isso não é de se jogar fora! Duas vezes a mesma experiencia repetida? Não pode ser mero sonho e mero acaso, acasos não se repetem iguais. Entao porque isso acontece?!”

Sera que sem querer toquei mexendo no inconsciente que processa estas operações automáticas? Que o derrubei, e quando derrubei o inconsciente, ou seja qual for a região do cérebro, sai da vida consciente despertada também para entrar na dimensão do sonho? Sera possível isto acontecer de fato? E no sonho tive eu mesmo que fazer o serviço da respiração, porem aí notando que não é apenas comer e soprar, mas sim outras operações como inibir um ruído que deve existir normalmente, mas não se escuta, e outra operação para evitar a salivação incomoda? Raios,… pensando nisso vamos percebendo como o cérebro realmente tem que ser incrivelmente complicado… e quantas operações ele faz para melhorar nossa existência!

Quis o meu inconsciente, ou cérebro, me dar uma lição? Ou ele foi derrubado realmente do comando da respiração, e, para me salvar me levou para o sonho onde a consciência entra em serviço, mas na sua forma manual? E por isso dormi sem ter sono?!

Mais outra questão intrigante: o que é sonho?

Quer dizer que com parte do cérebro, ou do inconsciente, derrubados, sobrando apenas a consciência, nos não podemos viver acordados, apenas existimos no estado de sonho, onde a consciência arregaça as mangas e entra em serviço?

?!?!?!

Entao quem mexe meus dedos no teclado com intenção mental de fazer um trabalho fora dos trabalhos do sistema nervoso parassimpático, não é minha mente emitindo uma força de comando dentro do cérebro para iniciar impulsos químico-elétricos, e sim meu inconsciente? Sim, porque a consciência só serve para dar sugestões fantasmas quando tenho que tomar decisões e ficar livre tresloucada num mundo misto-real, misto-não-real, onde ela reina?

E imaginar com a canequinha colhendo, comendo, cuspindo ar, faz o cérebro ficar sem auto-controle, e surge esse revertério todo?! E se quando acordar o cérebro não voltar mais a assumir essa operação da respiração? Aqui esta o risco de repetir a experiência.

Mas como nada tenho a perder na vida e a busca do conhecimento acima de tudo, vou repetir a experiência na primeira nova oportunidade… isso tudo pode me levar a grandes novas descobertas sobre cérebro, inconsciente, sistema nervoso, consciência, etc. Mas espero que não entre muitas moscas na frente da caneca… para não ter que ficar buzinando…

 











Uma mente individual se multiplicou como a primeira celula, e se auto-projeta como mente coletiva. Como?! E acontece o mesmo com a consciência?

Saturday, September 14th, 2019

xxxx

Ainda fe misterio nas Ciencias como uma celula unica inicial se multiplicou, se diferenciou e se constituiu num organismo. Considerando a formula da Matrix/DNA suspeitamos que isso foi obra dos mesmos fotons que vieram das galaxias e produziram a primeira celula. Mas muda o linguajar: pela Matrix dizemos que um sistema celular inicial se tornou num sistema-organismo. Auto-projecao de sistemas, que fe o que criou esta hierarquia dos sistemas. Agora nos deparamos com o fato que um humano inicial, que fe um sistema, se multiplicou, se diferenciou, e constituiu um sistema social. Nos dois casos de mesmo inicioe fim o processo tem que ser o mesmo. E` muito importante descobrir o processo porque, enquanto a celula ja fe um sistema estabelecido, finalizado, a sociedade humana ainda esta em formacao, toda desregulada, talvez um sistema faltando partes ainda. Descobrir as falhas e como dirigir a formacao para um sistema ideal seria de grande importancia.

Se conseguissemos desenhar numa folha o sistema social como esta hoje, com suas partes ( grupos, instituicoes, etc) com suas especificas funcoes sistemicas, e por essa folha lado a lado com a folha onde esta desenhado o modelo de sistema perfeito, realizariamos esse trabalho. Prevejo muita dificuldade em elaborar este desenho, deixarei isso para tempo melhor.

Mas descobrir o processo natural de como isso fe feito, fe igualmente importante, porque assim vamos encarnar o processo como agentes inteligentes acelerando e facilitando e garantindo o processo.

Nas origens da vida, ainda nao decidimos se os fotons/bits/onfotmacao, como genes nao-vivos, entraram separadamente nos eletrons dos atomos e condiziram estes as novas combinacoes, ou se estes bits se juntaram antes e vireram ja como ondas/sistemas. Estas ondas pairariam acima ou dentro de uma porcao de atomos fazendo-os compor uma figura que seria o sistema materializado e funcional no mesmo modelo que elas compoem. mais evidencias existem sugerindoque entraram um por um, ate formarem a primeira celula. Mas como fizeram a diferenciacao entre as celulas? Bem, cada celula reproduzida tinha que estar num diferente ponto do ciclo vital, portanto seria diferente de todas as outras. E o ciclo vital tem a capacidade de colocar cada parte no seu exato funcional local: porque ele coloca um corpo humano completando agora 3.344 minutos de vida justamente apos a quele corpo que teve 3.343 minutos e antes do que tera 3.345 mitnutos. E em cada ponto o corpo humano adquiriu uma forma nova que ninca teve e nunca mais tera. Diferenciacao celular… esta ai explicada. Mas quando o ciiclo vital vital fez todas as formas de um corpo, ele desenhou o corpo completo em toda sua vida. Por isso a massa de celulas reproduzidas e diferenciadas terminam por apresentar um sistema multicelular funcional.

Mas tentando transportar tudo isso para calcular como a consciencia de cada individuo, funcionando como um foton/bit, que ja esta diferenciada de todas as 8 bilhoes, vai se unir com as demais e compor a consciencia do sistema social.

Vamos comecar do nada, apenas jogando aqui aquilo que observar-mos no dia-a-dia que faz parte do processo e do sistema. Cada registro ou pensamento sera separado dos outros por XXXXX. Entao vamos la:

xXXXXXXXXXXXX

Fazem parte da mente ouconsciencia individual,a memoria, os neuronios. Entao de algumamaneira a natureza vaiconstruir umaferramenta – talvez abstrata – que representemestas coisas e inseria-las na mente social. O que sao essas coisas? Algumas dicas:

Ja descobri que um neuronio fe atemporal. Ele representa um F da formula. Cada F tem imput/output, esta ligado a outro pela linha do tempo onde corre o ciclo vital. Ou seja, na formula cada F tem um cilio embaixo e outro em cima. No neuronio estes cilios se tornaram dendrites e acxions. Entao seja qual for a informacao em uma sinpse ou circuito neuronial, ela esta sendo carregada pela dinamica do ciclo vital. isto significa que os dendritos de baixo se referem a parte vizinha  inferior, que esta no seu passado, fe sua forma no passado. Significa que a informacao esta tambem dentro do neuronio, como memoria, ou seja, ela esta no presente. mas a informacao tem garantida que estara existindo no futuro, disponivel.

ENTAO O NEURONIO E` ATEMPORAL, NAO E` AFETADO PELOS ESTADOS MOMENTANEOS DO TEMPO. ELE FE UMA INFORMACAO NO PASSADO, NO PRESENTE E NO FUTURO.

Como ficara isso no sistema consciente coletivo?!

Uma evidencia na figura abaixo:

Memoria evolucao do individual para o social

nao conheco este linguajar academico e suas exatas definicoes, mas devo procurar quem fez isto e o que significa tudo porque propriedades individuais se auto-projetam como propriedades coletivas. O perceptual do individual… nao rsta como perceptual do social? Provavelmente nao porque o coletivo ainda fe um feto, nao percebe o meio externo e outras partes do corpo da mae, ou seja, as inter-relacoes entre os humanos. A mente coletiva ainda nao tem as duas caracteristicas, explicita e implicita?

XXXXXXXXXXXX

Assim como tem lutas e guerras entre individuos humanos, deve ter lutas e guerras entre neuronios dentro de uma cabeca humana…

Hoje ja tenho demasiadas evidencias para suspeitar que no meio da materia existe um bichinho nao muito material. Alguns bichos ficam mexendo com a terra ou folhas e no final vemos que construiram uma toca, ou um ninho, reveland que nao estava remexendo a materia apenas por acaso mas sim, tinham um objetivo pre-planejado. Mas…, muitos destes bichos nem cerebro tem, apenas um sistema nervoso ainda difuso, como bacterias, amoebas e formigas… Entao a toca, o nimho, nao foi previamente mentalmente planejado por eles. Seus corpos nao estavam sendo controlados por um centro diretor. Entao como seus corpos se moveram dirigidos daquela maneira?!

Algo dirigiu seus corpos, suas patas, bocas, salivas, em movimentos certos. coordenados, para chegar a um modelo da materia ao redor que nao existia antes. Este algo esta dentro ou fora deles? O comando vem de dentro do corpo ou de fora do corpo?

Por incrivel que pareca, a resposta sera os dois ao mesmo tempo: o comandante esta dentro e fora. A nossa pobre e limitada percepcao sensorial nos faz reduzir as grandezas naturais, de maneira que vemos o pequeno e nao enxergamos, nem captamos o grande. Podemos adivinhar o que tem dentro do corpo da formiga, mas jamais consideramos o que tem fora, que fe do tamanho do Cosmos. Entao resulta que o “bichinho” que comanda aqueles movimentos esta dentro do corpo da formiga mas ao mesmo tempo o mesmo bichinho tem uma copia reproduzida do tamanho do Universo!

Pior ainda: o bichinho tem infinitas copias intermediarias entre o seu menor tamanho e seu maior tamanho…

Voce ja ouviu falar em “fractais”? Pois fe isso ai…

Dificil processar esta informacao, quase impossivel acreditar nela, mas todas as evidencias e calculos racionais apontam que esta fe a verdade. O segredo fe conhecer e enetender uma outra coisa que parece nada ter a ver com o bichinho: LUZ ! O que fe a luz, uma onda de luz? Vamos ter que dar uma volta longe do assunto do bichinho para falar da luz, senao nao vamos entender o que fe o bichinho.

Mas o que pode ter a luz com a coisa que coanda o corpo da formiga, a qual ja prevemos de antemao e ja conhecemos… fe o DNA, o codigo genetico? Esse cara esta derivando, luz nada tem a ver com isso…

O que tem a ver um invisivel software desenhado na mente do Bill Gates, neste momento entre voce, os comandos de seus deddos no teclado, e as coisas que vao aparecendo na tela do seu computador? Voce nem quer saber disso, voce quer ver os resultados de seus comandos, a maquina tem que trabalhar, nao interessa como ela trabalha, o que tem dentro dela… Mas voce veio aqui neste artigo para conhecer o interior da maquina e ver como o software corre dentro dela. Entao teras que ver sinalis de energia se movendo nas placas de circuitos, assim como os neurologistas aplicam o MRI no cerebro para ver quando move um dedo, quais neuronios cintilam e como formam redes de circuitos com moleculas eletroquimicas. Estas vendo a maquina hardware, estas vendo o software transformado em correntes eletricas, podes ver numa folha de papel fora da maquina o diagrama refletido destes circuitos ao qual se chama software, mas nao ves a mente da origem do software que esta muito distante da maquina. O nosso bichinho misteriosos fe a maquina herdware, dos sinais eletro-quimicos podes ver um diagrama na forma de luz que nao pertence ao bichinho mas esta dentro dele tambem. O diareama de luz esta dentro e esta fora, ele pode ser microscopico e macroscopico ao mesmo tempo. tem que entende-lo para entender a maquina, o bichinho. temos que falar da luz e para comecar vou trazer uma figura para ca:

Light-The-Electro-Magnetic-Spectrum by MatrixDNA THeory

Uma onda de luz natural fe algo muito mais complexo do que poderiamos imaginar. nada percebemos da sua complexidade porque ela fe gigantesca, abrange o Universo, e nos somos microscopicos situados em algum microscopico ponto dessa onda, estamos no meio dela, podemos ve-la passar sem nos dar conta que sua substancia eteea esta mudando perante nossos olhos.

Vamos recorrer a analogia com uma onda de luz de quinta categoria, muito diferente da luz natural original, a qual fe tao forte que nunca podemos ve-la, pois quando nossos olhos bate nela seu facho nos cega e no seu lugar vemos escuridao. Entao precisamos de outras fontes de luz para ver algo na escuridao, luzes que vem estacoes retransmissoras como estrelas como o Sol, mas sao ondas de segunda ou quarta geracao, pouco conservam da luz natural. A onda de quinta categoria fe a lampada acesa acima da sua cabeca. Seus olhos estao no meio da onda que comeca na lampada e termina no piso ou na parede. Voce esta vendo que esta onda tem diferencas em cada ponto dela? pense num lago de agua parada onde voce atira uma pedra. No ponto que a pedra toca a agua voce ve formar-se um circulo que se expande e em seguida se forma outro circulo e mais outro… Voce ve circulos porque esta vendo a coisa de cima e nao ve mais a pedra afundando. Se tivesse uma melhor visao e estivesse dentro da agua, ao lado da pedra afundando, veria saindo do seu local um fio de agua que iria se espiralizando na direcao da superficie da agua. na verdade aquelas ondas sao uma espiral e nao ondas concentricas como voce ve ela pipocar na superficie. Assim acontece com a luz que sai da lampada. Voce esta vendo a divisao entre circulos no meio do seu quarto? Mas como nao se cada circulo fe diferente dos outros, cada circulo tem uma frequencia, um comprimento de onda, uma temperatura, uma densidade, uma vibracao que fe sua particular, especificas, tudo diferentes dos outros circulos…?! Pois fe… nossa capacidade de percepcao fe muito limitada, e a luz nap parece ser algo tao material como o resto do mndo que captamos.

xxxxxxxxxxxxxxxxx

https://www.reddit.com/r/philosophy/comments/d1kxxc/the_idea_that_life_is_full_of_suffering_is_not_a/

Pure indoctrination from predators to keep the slave preys as hardworking and quiet. A big compilation of thoughts from philosophers from middle class seated at air conditioning. No one scientific materialist view point about suffering. No one thought from a slaved philosopher like me, carrying on stones in foundations works during the day and seeing molecules with a small microscope at night. From Epicurus to Nietzsche, only bullshits. I can break down every statement from all philosophers you have selected.

Is suffering inevitable since I am alive? Yes, it is surrounding me, but instead accepting it as threat, I take my gun and attack it with hate. Hate against this natural world that contains horrors and suffering, hate for any god or spiritual level that appreciates misleading arguments for imposing it to any living beings here. Accepting it as inevitable for getting knowledge or pure soul? To the hell with your talking.
Suffering exists here due biological systems containing deformations and not adapting well to the deformations of this external world. These deformations were produced by the state of chaos, this biosphere was produced by chaos, we are sons of chaos. But, chaos is 33% of Universal Nature, being a part of cycling circles which other 33% is the state of mechanical thermodynamic order, which rules our surrounding astronomic systems. From each phase of chaos must lift up the flow of order. That’s me, with a gun against chaos, suffering, and all humans predators that wish to enslave me with these stupid metaphysical doctrines. Predators like those Buddhists mongers, and I don’t agree with this nowadays effort to bring on the eastern doctrines to the western side because I am watching Asia with billions of peoples enslaved under misery as result of these doctrines.
Sorry, but yours philosophers should go carrying on stones at foundations work for learning something from the real world, or at least, talking something that we the philosophers from the low class could agree. Yours message is leading humans to be comfortable with suffering and this is a bad job, you are prejudicing our job applying the scientific method against any kind of terrorist suffering.