Posts Tagged ‘pensamento’

Um método para ressuscitar na juventude estudantil moderna o espirito critico dos filosofos como Socrates

Sunday, January 17th, 2021

Baseado no artigo em:

https://www.bbc.com/portuguese/geral-55476570

Por que tantos jovens concluem estudos sem desenvolver verdadeiro espírito crítico

Precisamos desenvolver uma argumentação explicita dos motivos que estão eliminando a possibilidade de pensamento critico, e se possivel, a partir daí desenvolver o método para ressucita-lo. A seguir copiei meu post postado neste artigo no ramo da BBC.COM no Instagram, no link:

https://www.instagram.com/p/CKHejhmssaG/

louischarlesmorelli – Nos bancos escolares está morrendo o espírito crítico. A visão de mundo construída apenas pela Física e seu idioma, a Matematica, já desvendou todos os grandes mistérios, definindo o fio da meada que iniciou do nada, manifestou-se como um átomo minúsculo que explodiu num Big Bang e desencadeou a cadeia de acasos que criou a vida e tudo o mais que existe. Não tem espaço e nenhum sentido formular um pensamento crítico sobre um mundo tão simples. Os poucos que se arriscam são imediatamente exigidos apresentarem provas de fatos não constantes desse fio da meada. Ora, o espírito crítico teoriza a existência de fatos que seriam opostos aos fatos propagandeados, criando uma teoria e buscando experiencias que comprovem a realidade destes fatos imaginados. E isto exige inéditos métodos de investigação, porém, a academia não aceita criar as condições de investigação e experiencias que não sejam continuações retro alimentadoras das experiencias que embasam essa visão do mundo. Tão senhores dessa verdade e crentes nela estão que já declararam a morte da filosofia como cultura inútil. Nem os fenômenos “fora da caixa” na dimensão quântica abalaram essa visão pois, sem explicá-los, varreram tudo para debaixo do tapete confeccionado com o cálculo das probabilidades. Quando espalhei todos os fatos comprovados que suportam essa visão do mundo sobre a mesa e neles apliquei o pensamento crítico, percebi surpreso que existe na natureza uma variável que permeia toda a história da matéria universal e nunca foi detectada pela academia. Porém, apenas uma variável nova inserida no contexto geral muda tudo, o mundo definido plea física mecanicista se torna um mundo definido pela biologia vital. Mas para comprovar a existência dessa variável é necessário desenvolver outros instrumentos tecnológicos, de captação e medição, mas a academia jamais encontraria fundos para isso. Estamos definitivamente dentro de uma armadilha, caminhamos para o mundo dos zombies robotizados,

Porque os outros entendem errado o que digo? Como consertar isso…

Thursday, December 12th, 2019

Nunca ninguém entendeu uma virgula quando tentei explicar algum aspecto deste mundo pela perspectiva da visão do mundo da Matrix/DNA Theory. Então resolvi me acocorar sobre este problema para elucida-lo. Alem da conhecida resistência das crenças instaladas ao que se lhes opõe, encontrei o seguinte:

ENTRE O QUE VOCÊ PENSA, O QUE QUER DIZER, O QUE DIZ, O QUE A OUTRA PESSOA OUVE E COMO ELA INTERPRETA: SÃO CINCO CHANCES PARA UM MAL-ENTENDIDO.

SEMPRE QUE PUDER, TESTE SE A OUTRA PESSOA ENTENDEU SUAS PALAVRAS IGUAL A COMO VOCÊ AS ENTENDEU… E O MESMO VALE PARA QUEM OUVE.

A humanidade sofre prejudicada por esse conjunto de defeitos nas comunicações entre os humanos. Então temos mais um problema para consertar. E como vamos eliminar este problema? Minha teoria:

Acho que a Ciência com seu MRI (mapeamento cerebral) vai resolver isso e explico porque: Seu pensamento é um fluxo químico-energético que percorre varias regiões do cérebro e termina como um tipo único, especifico, de circuito elétrico, armazenado na memória. Então você resolve externalizar este pensamento na memória através do som de palavras. Da memoria sai o circuito que vai para a região da linguagem. Chega aqui como um design, um projeto de construção e os neurônios tentarão construir o edifício sônico com os recursos de palavras que tem. Onde faltam palavras para se encaixarem, vão as falhas. Então o agora mapa de som vai para as cordas vocais, lingua, maxilares, mas entre o que o maestro quer e o que os músicos com recursos limitados produzem, ocorre outra diferença.

Então o que você diz bate em outro cérebro cujas configurações neuroniais modeladas por diferente genética e experiencias de vida vai distorcer o circuito ainda mais. No outro cérebro este circuito é analisado sob a diferente perspectiva que remodela o circuito, resultando na interpretação final do ouvinte. Por isso todos os grandes lideres realmente bem intencionados descobriram horrorizados que seus seguidores foram motivados por outro interesse que não o do mestre… O MRI vai rastrejar esse circuito fluxo do pensamento em todas estas etapas e detectar as mudanças…