Archive for abril 5th, 2012

Blog da Matrix/DNA: O que está faltando, como você poderia participar

quinta-feira, abril 5th, 2012

Êste post fica registrado na categoria “Website-Construção”

Trata-se de meu comentário postado no artigo indicado abaixo, que foi um rápido apanhado do que falta fazer aqui:

Ferramentas Blog

Quanto custa ter e manter um blog?

Por: 
  1. Há muitos detalhes que custam dinheiro num blog. Eu por exemplo teria que pagar:
    1)Tradutores em todos os idiomas;
    2)Revisores da gramatica;
    3)Fazer um curso de graphic designer para fazer os desenhos que se tem em mente;
    4)No meu caso ( divulgação cientifica e cultural) teria que assinar todos os jornais especializados de cada área, para não estar pagando 30 dolares cada “paper”.
    5) Assinar as revistas, jornais, etc., para se atualizar;
    6) Tem que fazer um curso de dreamweaver para manter e fazer mudanças na “Home”do website.
    7) Pagar uma pessoa em tempo integral que entende de computação e internet. A toda hora os computadores estão falhando em algo. Muitas vêzes as planilhas, editor de texto, etc., do blog não funciona ou funciona mal e não tenho tempo para buscar aprender para poder arrumar.  para editar imagens tem muitos problemas.  Muitos textos se escreve a mão numa viagem no trabalho, etc, precisa alguem para digitar. Na internet existem muitos detalhes a serem usados que o leigo como eu não pode aprender, ler os tutoriais, os “ajudas”, etc.  E como inserir tudo o que se refere a adsense.adwords,plugins, twigets, etc?
    Todos os dias são publicados noticias em muitos diferentes websites para os quais tenho uma versão diferente de todo mundo, porque é baseada numa visão do mundo que apenas eu conheço ( não quer dizer que é certa, ou mais certa que outras). Então teria que ter alguem para postar meu comentário em todos os websites, às vezes são milhares. Os seus comentários em websites de pêso aumentam o valor/conhecimento do seu blog, e estabelece links. Teria que mandar e-mail para pessoas envolvidas, interessadas na noticia. Portanto o numero de funcionarios ou sócios necessarios vai aumentando.

    Tenho um website com host a 3 anos, paguei um programador para fazer uma capa, o qual está todo errado e falta tudo. Tentei fazer um curso de dreamweaver, outro de filezyla, e outro de wordpress, pois não tenho tempo para aprender sósinho. Tenho muitos desenhos na mente para fazer, comecei a fazer um curso de Coredraw, não terminei e não tenho tempo de aplicar o pouco aprendido. Não deu tempo para curso nenhum direito e não dá tempo para aplicar o pouco aprendido que assim vai sendo esquecido.

    Fiz o website porque tenho um assunto que é unico no mundo: todos os fenômenos naturais ou relacionados com a existência humana recebem uma interpretação e explicação jamais pensada por ninguem, baseada numa cosmovisão que desenvolví. Pesquisadores e estudantes em geral encontram utilidade nos artigos. Pelas estatisticas estou vendo acessos de todos os paises, sem nunca ter feito divulgação alguma, nem sei como fazê-lo. Sou hábil e entendo do conteúdo, porem nada entendo de computação e marketing, etc., não há ninguem para explicar algo urgente, então… fica muito dificil.

    Enfim, um blog pode ser uma motivação , uma esperança e um saudavel hobby, alem de ser uma alavanca para seu crescimento intelectual. Mas para fazer algo bem feito, o custo iria à extratosfera.

    Estou precisando de tudo o relatado acima, gostaria que pessoas dessem uma olhada no website The Universal Matrix.com (http://theuniversalmatrix.com) para ver o que falta e se souber fazer podes mandar um orçamento, se estiver nas minhas condições posso pagar. Obrigado Marcos, pela oportunidade…

Galileo Moveu os Astros e a Messenger Está Acelerando-os, Tal Como Sugere a Matrix/DNA

quinta-feira, abril 5th, 2012

Quem agora balançou os alicerces da Teoria Astronomica oficial, foi o planeta Mercurio. O artigo:

Planet Mercury Even Weirder Than We Thought
tradução: O Planeta Mercurio é muito mais estranho do que pensamos

Publicado na: WIRED SCIENCE

http://www.wired.com/wiredscience/2012/03/dynamic-mercury-geology/?pid=3478&viewall=true
By Adam Mann Email Author March 21, 2012 | 5:30 pm | Categories: Space

Pensa-se ( na comunidade acadêmica e não na Matrix/DNA comunidade de um só, por enquanto) que os planetas tiveram uma turbulenta era de transformações quando se formaram até se estabilizarem numa forma final e depois disso, mantem-se estável e na mesma forma até quando turbulências no sistema astronomico os desintegram. Acho que essa teoria nunca será provada para tornar-se um fato cientifico porque é-nos impossível assistir e documentar origens, formação, estado posterior de astros porque isso nos tomaria os tais bilhões de anos. Mas agora a nave espacial da NASA, Messenger ( http://www.nasa.gov/mission_pages/messenger/main/index.html), que está orbitando à volta de Mercurio por um ano, revela que o planeta tem passado por significante processo dinamico de transformações muito depois de sua formação. Os cientistas-astronomos membros da equipe da Missão Messenger exclamam frases como:

“I thought the surface of Mercury would turn out to be complex and the interior simple,” said planetary scientist Maria Zuber of MIT, who is a member of the MESSENGER team and co-author of two new papers on the planet that appear March 21 in Science. “Instead, our data has been such a surprise that we kept thinking we were interpreting it wrong.” Tradução? – Eu pensei que a superficie de Mercúrio fôsse complexa e o seu interior, simples. Ao contrário, nossos dados tem sido tão surpreendentes que nós estamos pensando que estivemos interpretando errado.”

A Matrix/DNA exulta porque tudo está batendo com seus mod6elos e previsões feitas a 30 anos atrás quando quase nada se sabia dos planetas alem da Terra. Mas ela acautela-se, porque um fator ainda não resolvido em seus modêlos nos deixa necessitados de investigar melhor tais modêlos. Porque ela acertou em mais estas previsões? Observe o seguinte quadro do Sistema Solar:

Planeta Mercurio no Sistema Solar

Estás vendo Mercurio? Um dos menores planetas e o mais próximo do Sol. Tão próximo que suspeitáva-mos ser o planeta uma brasa, de tão quente. Engano: a temperatura em sua superfície varia de 90 a 700 K (−183 °C a 427 °C). O ponto subsolar é a região mais quente e o fundo das crateras perto dos polos as regiões mais frias. Medindo as elevações e características da superficie de Msercvurio, a Messenger foi capaz de mostrar que algim processo tem levantado o solo. Ora, e o que diz os modêlos da Matrix/DNA? – “Astros cel;estes se transformam uns nos outros, cada qual apresenta as variações em suas formas assim como os corpos humanos sujeitos ao processo dcdo ciclo vital. Portanto todo astro nasce como uma pequenas esfera chamejante incandescente, tem essa esfera coberta por poeira gelada, a qual se torna os mantos e oceanos planetarios, depois êstes planetas tornam-se pulsares e daí, estrêlas supernovas. Portanto, o processo dinamico dos astros é sempre notável, durante tôda sua existencia. Totalmente absurdo, não é? Calma. Ela sugere que quando um planeta tem seu nucleo alcançado pela energia da estrêla que orbíta, começa a desaborchar o germe de estrêla que êle contem. Suas reações nucleares consistem em absorver as particulas de energia nutrientes que existem nos átomos do manto, portanto o germe vai comendo o planeta de dentro para fora, até sua superficie se tornar tão fina como uma casca de ôvo, e depois disso ela se colapsa, desabrochando a supernova. Vejamos o que diz agora a Messenger:

The best interpretation for this finding is that a layer of iron sulfide 124 miles thick exists around the central core. This means that the crust and mantle of Mercury are only 186 miles thick.
“It’s an extremely unusual structure,” said planetary scientist Maria Zuber. “If Mercury was an orange, the core plus the iron sulfide would be the orange flesh, while the crust and mantle would be the peel.” Tradução? – “Esta é uma extrema incomum estrutura. Se Mercurio fôsse uma laranja – disse a cientista planetaria Maria Zuber – eu a chuparia… quer dizer, ela não disse nada disso, vamos continuar falando sério agora…, o seu nucleo mais a camada seguinte de ferro seria o miolo da laranja, enquanto a sua crostra e manto seria a pele.”

Por sua proximidade com o Sol, e suas profundas crateras, Mercurio têve seu germe nuclear alcançado pela energia solar antes que os outros planetas? Se sim, e os modêlos da Matrix/DNA estiverem corretos, Mercurio t6eve intensa atividade recente de gigantescos vulcões, os quais devem ter expelido cometas… e o planeta já está entrando na forma de “Pulsar”! A favor disso tínhamos apenas as informações dos telescópios em solo terrestre de que a superficie de Mercurio é brilhosa, e revelavam apenas um crescente iluminado com detalhes limitados. Mas se Mercurio segue a fórmula da Matrix/DNA, a próxima grande ocorrência será o colapsar de seu manto, o desabrochamento numa supernova, e das duas uma: ou será ejetado para fora do sistema solar devido gravidade quase zero ou se tornará uma estrêla anã formando um par binário com o Sol!

Mas como dissemos acima, cama lá. Existe um problema que ainda não resolvemos em relação aos modêlos da Matrix/DNA. O problema está em mim ( que fui o unico até agora a tentar interpretar os modêlos), que não fiz ainda o trabalho de calculos necessarios, e não está o problema nos modêlos. Quando a matrix/DNA apresenta sua fórmula como organizadora da primeira, ou das primeiras galaxias, ela não está dizendo que aquela formula é a organizadora da matéria em nosso sistema solar. O problema é melhor entendido se apelar-mos para o sistema celular porque a evolução dêste emitou a evolução das galáxias. A priemira célula surgiu tendo suas organelas, ou seja, suas partes, acrescentadas uma a uma, por simbiose. Não surgiu pronta. Esta formação da primeira célula original ( ou primeiras células) demorou provavelmente bilões de anos. Mas uma vez formada as primeiras célulasm as outras passaram a serem formadas em questão de minutos. Quando nosso organismo produz uma nova célula, ao invés de repetir todo aqu6ele processo, aprendeu a replicar e multiplica-las. Assim foi com as galaxias, segundo os mod6elos da Matrix/DNA. Quando ela diz que astros se transformam uns nos outros, que possuem o germe estelar, etc., ela está com sua fórmula descrevendo a primeira galaxia original. As galaxias modernas ( e então não sabemos se nossa Via Láctea é moderna ou original) podem surgiu por reciclagem das antigas, o qual é um processo diferente e muito mais rápido. Então teríamos que calcular, investigar em que caso se encaixa nosso sistema, tendo ainda a dificuldade ao entendermos que o sistema solar não é uma galaxia, como a célula, e sim como um átomo dos trilhões que compõem a célula. Como ficaria o sistema solar como átomo das galaxias modernas? Não fiz ainda estes calculos, tomaria um tempo que não disponho. Mas os recentes dados descobertos sôbre mercurio pode em muito nos ajudar, pois indicam que a fórmula da Matrix/DNA está no caminho certo. Parece que mais próxima da verdade quie a teoria acadêmica oficial.

O quadro abaixo será aqui mantido porque será crucial para nossos calculos. Me parece que êle indica ou reforça a teoria da Matrix de que um astro com seu germe estelar despertado começa a comer de dentro para fora. Pois grande parte do manto interno de Mercurio já está liquefeito, como se estivesse tendo digerido as particulas de energia de seus átomos mais pesados que davam solidêz às rochas.

Mercurio e suas diferenças com a Terra

Mercurio e suas diferenças com a Terra

.

E mais uma frase dos cientistas:

“We understand mantle dynamics on Earth, but our understanding doesn’t translate to Mercury,” said planetary scientist Maria Zuber. “We need to go back to the drawing board.” Tradução? – “Nós entendemos a dinâmica do manto planetário da Terra, mas nosso entendimento não se aplixca a Mercúrio. Nós necessitamos voltar ao quadro de desenhos”

Talvez estejamos tambem errados aqui. Talvez estejamos pensando que entendemos a dinamica do processo do manto terrestre, mas na verdade, não seria bem assim. O nosso entendimento está baseado no modêlo teórico da astronomia acadêmica. O qual não previa o que está se observando no manto de Mercurio. Terremotos, maremotos, tornados, continuam a acontecer aqui sem que tenhamos capacidade de prevê-los. Isto não indica que ainda não enetendemos nosso planeta? O que dizer da calorosa controvérsia sôbre o aquecimento global, mudanças do clima, etc.?

No principio, e por milhares de anos, a Humanidade pensou que entendia os céus. E aformavam categóricamente:”O céu é imutavel, eterno, assim do jeito que foi feito sempre será…” Até o dia em que numa bela madrigada um cientista meio maluco chamado galileo siu de ciroulas gritando nas ruas de Pádua: “Existe uma nova estrêla no céu! Acabei de vê-la. Ela não existia, não estava nos nossos mapas astronomicos! O céu não é imutavel!” Começava assim a visão de um céu com movimentos, mudanças, transformações… Agora naves espaciais como a Messenger estão imprimindo aceleração à velocidade das mudanças dos astros, pensada por Galileo.

Não seria o caso de sentar-mos à mesa com os dados sôbre mercurio, os dados sôbre a Terra, e mais os modêlos teóricos da Matrix/DNA, apenas a titulo de curiosidade? Quem sabe daí pode emergir nossa capacidade de previsão e salvar milhões de vidas humanas? Eu não me preocupo muito com minha vida nem com a vida de vocês. Para mim, que se explodam. Vocês são muito teimosos: já faz anos que estou vindo aqui quase todos os dias e gritando a mesma coisa: os novos dados coletados pelas naves ontem confirmam a teoria da Matrix… mas porque sempre faço piadas no meus artigos acham que estou brincando. Me preocupo com a vida do meu gatinho de estimação e da minha namorada orangotanga Marilyn que deixei lá na selva amazônica… (brincadeira…, brincadeira…).