Archive for junho 9th, 2012

Libertarianismo Visto pela Matrix/DNA

sábado, junho 9th, 2012

O principal pensamento do libertarianismo está baseado no seguinte lema: “agentes são donos de si mesmos”. A Matrix/DNA concorda plenamente que o sistema social ideal será aquêle que observe êste lema.

Mas o Partido Libertarian americano, por exemplo, já começa deturpando êste slogan, seu significado. Um dos maiores mantenedores do Partido, é Warren Buffet. Segundo bilionário do planeta, vai morrer pensando e acreditando que fêz a coisa mais justa e portanto deve estar de bem com Deus. Só se Deus é trouxa.

Libertarian Party

Libertarian Party

Todo ser humano deveria ser dono de si próprio, porem ainda não houve uma forma de sistema social praticada ou teorizada como a dos Libertarians, que respeitasse o quesito básico para que todos sejam donos de si mesmos: ser dono de um pedaço util do espaço do planeta. Um ser humano, seja homem ou mulher, só pode ser livre, autônomo, escolher seu destino, se ao nascer ter assegurado o titulo de propriedade de um pedaço de terra que seja o necessário e suficiente para que êle sózinho, trabalhando com suas próprias mãos, possa construir seu abrigo e plantar seu alimento. O resto é história para boi dormir, que fiquem avisados os libertários de araque. Warren Buffet pôde exercer sua autonomia porque já nasceu filho de um congresman, um deputado do Congresso americano, que já possuía uma companhia de investimentos. E devia estar ocupando muitos territórios que por direito moral deveria pertencer aos que tiveram que se sujeitarem a serem seus empregados para sobreviverem.

Libertarianismo moderno dos ricos é um jogo de cartas préviamente marcadas

Libertarianismo moderno dos ricos é um jogo de cartas préviamente marcadas

Não existe agente humano vivendo na atmosfera, e apesar de ser um elemento que se move, tal como um vegetal suas raízes estão aprisionadas no solo do planeta. Se êle não é dono do espaço onde se fixam suas raízes, porque outros se apossaram dêste espaço, êle certamente não pode exercer sua soberania.

O libertarianismo de Buffet se assemelha a uma competição da Maratona onde alguns corredores já ocupam posições tão avantajadas à frente que mesmo apenas andando jamais deixam de serem os primeiros. Para se implantar o verdadeiro ideal sistema social tem-se que desmanchar tudo o que está feito. Mas comunidades podem inicia-los em territórios ainda virgens. Está certo que alguns –  com o tempo e devido ao maior trabalho de seus ancestrais, –  ao nascerem já serão priviliegiados com riquezas criadas. Mas êstes jamais poderão invadir o espaço de outros que pela sua escôlha, não enriqueceram seus espaços. Então, num sistema ideal, não existe maratona, não existe competição, mas tambem não existem freios para o avanço que não invada outros espaços. cada qual faz sua campanha e não campanhas contra outros.

Então o planejamento do sistema social ideal tem que começar por fazer alguns levantamentos:

1) Qual o montante de terra habitável no planeta;

2) Dêsse montante subtrae-se as terras que possuam bem minerais como o ferro, ou outros elementos como petróleo, os quais devem pertencer a todos por igual, desde que cada qual faça sua parte de trabalho na obtenção de sua cota.

3) Do montante restante deve ser retiradas as áreas que apresentam continuas calamidades, como enchentes, etc.

4) Do restante, qual quantidade é da melhor qualidade para agricultura ( categoria A), qual tem qualidade média ( categoria B) e qual é de qualidade inferior ( categoria C);

5) Qual a necessidade de nutrientes, como proteínas, calorias, para um ser humano comum durante um período de vida de 80 anos. (meus calculos apressados sugerem 40 toneladas de grama, já calculados essa grama transformada em carne pelos animais, etc.).

6) Qual a tecnologia na produção de alimentos que pode ser operada por um ser humano sózinho mais básica e barata e suficiente para que se produza as 40 toneladas em 80 anos? Quantas unidades de cada equipamento precisam ser produzidas para atender a toda a população? Quantas horas de trabalho cada ser humano deve empregar na fábrica social produtora destes equipamentos?

7) Qual extensão de terra da categoria A é necessária para que um ser humano sózinho, produza o total de seus nutrientes em 80 anos, alem de um espaço sificiente para construir seus edificios, como abrigo, garagem e depósito?

8) Obtido a medida de terra da categoria A necessária e suficiente para todos por igual, divide-se o montante desta terra do planeta por esta unidade de medida e obtem-se um numero. Êste será o numero de seres humanos permitidos existirem. Para tal um completo planejamento de nascimentos deve ser definido e leis devem ser elaboradas para que mantenha 6este numero, de maneira que cada ser humano, antes de nascer, já tenha assegurada sua cota de patrimonio individual. E leis mantenedores incluem tais como: terra não pode ser transferidaa não ser de pais para filhos, não pode ser vendida, invadida ou cedida de maneira alguma. Nenhum ser humano poderá ter mais que uma cota.

Ok. Talvez a lista esteja incompleta, talvez esteja esquecendo algo importante. Existem muitos senões como por exemplo, e os que nascerem aleijados, cegos, e os que ficarem doentes, etc. e etc. O que vai ser feito das terras de categorias B e C? Mas como conectar a vida d6este humano rural primitivo com a moderna tecnologia e serviços publicos? Etc.

Bem, o que tenho a dizer é o seguinte: todo tipo de refutação a êstes 8 mandamentos básicos para que haja um sistema social ideal, será produto de malignas intenções do refutador, muitas vêzes, inconcientes. A tábua dos mandamentos acima é indiscutivel. venha querer discuti-la e já o verei de imediato como um inimigo da Humanidade. Portanto, posso discutir, mas serei rude. That’s it.

Permanecerei aprimorando e extendendo êste tópico aqui, assim como disponivel para debater o tema.

Como primeira inserção, vai o artigo abaixo:

Left-libertarianism again.

http://www.philosophyetc.net/2005/07/left-libertarianism-again.html#comment-form_112191180802397185

Wednesday, July 20, 2005

PHILOSOPHY ETC.

[Guest post by David Killoren]