Archive for junho 26th, 2012

Origem da Vida: Questão Atualizada Debatida em Congresso Cientifico

terça-feira, junho 26th, 2012

Origin of Life Probed in Scientific Contest

http://www.space.com/16311-origins-of-life-challenge-winners.html

SPACE.COM

xxx

Análise do artigo pela Matrix/DNA:

1) In 2011, retired chemist and entrepreneur Harry Lonsdale announced his plans to fund research on how life originally formed.

Matrix/DNA: Harry Lonsdale! Listado pela Matrix/DNA como um dos heróis da Humanidade. Investir dinheiro seu nêste tema e no trabalho de outros é realmente uma raridade e uma iniciativa de utilidade publica. Enquanto não entender-mos mais sôbre nossas origens, menos seremos donos dos nossos próprios narizes e pior será nossas condições de existência.

2) How life first developed is a poorly-understood process.

Matrix/DNA: Sim e será um processo muito mais dificil de enetender quando se entender que não existiu origens da Vida, não ao menos na Terra, nesta galáxia, e quiçá no Universo. Não tem como, racionalmente, definir como vivo um sistema biológico e não-vivo um sistema atômico ou astronômico. Cientificamente a palavra “Vida”, ao menos nesta questão de origens, deve ser trocada por “sistema biológico”, senão o conhecimento humano nunca conseguirá saber como foram conectados os fatos e eventos naturais ocorridos no passado.

3)  … the submitted proposals spanned a wide variety of potential research.

Matrix/DNA: Aqui está um dos principais benefícios da iniciativa filantrópica do Sr. Harry Lonsdale. existem teorias que podem serem testadas cientificamente e que estão sugerindo novos tipos de experimentos laboratoriais. Mesmo que a teoria esteja errada, ela contribue devido ao processo de “trial and error”.

4) “That’s kind of exciting, but also kind of intimidating, because we don’t know what’s going to be the right answer.” [7 Theories on the Origin of Life]

Matrix/DNA: tem o link para uma bem ilustrada lista das sete teorias existentes sôbre origens da vida, lista que já havia visto e sôbre a qual acrescentei um comentário na Space.Com e registrei aqui um artigo mencionando que existem 8 teorias, incluindo a própria da Matrix/DNA.

( tenho que interromper isso agora, mas voltarei com a análise)

xxx

Comentário postado pela Matrix/DNA na Space.com

I am very grateful to Mr. Lonsdale, I think this is an heroic act in benefits of human kind. U think that rationally there is 8 theories ( and not 7 as said here) about how biological systems arose at earth. Nobody has considered the hypothesis that biological systems were mere evolutionary development of prior natural systems, no biological. The Matrix/DNA theory is suggesting a model of original galaxies systems which could fit well as the prior system. In this model, the first galaxies were half-mechanical/half-biological and attacked by entropy the galaxies are irradiating its fragments that works as bit-information from itself,  and those bits, in shape of photons, when converged to a point that has good conditions, works like ancestral genes trying to reproduce the whole system. The final results is a base-pair of nucleotides, which is a system, and the next development is the biological cell system. Then, there should have no origins of life inside a galaxy, because makes no sense saying which is non-living. I defy any proposal of real natural fact or event that could destroy this theory and for your knowledge, the models are scientific falsiables. Of course, we don’t believe in theoretical models, they exists for to be tested.

Sindicato dos professores do Rio se mobiliza contra ensino religioso e eu ofereço minha participação

terça-feira, junho 26th, 2012

A matéria está no website do Paulo Lopes, cujo link vai abaixo.

http://www.paulopes.com.br/2012/06/sindicato-dos-professores-do-rio-se.html

http://www.paulopes.com.br/2012/06/sindicato-dos-professores-do-rio-se.html#ixzz1ywSSHMVE

Assim como Deus, se existe,  não apareceu e nada disse sôbre esta noticia, tambem a Matrix/DNA, se existe, nada disse aqui e não podemos mentir desonestamente dizendo que estamos transmitindo sua palavra. Mas assim como os crentes em Deus, e tambem os crentes na não existência de Deus, eu como eleitor da Matrix/DNA intervenho no debate mencionando o que penso ler e interpretar na face da Matrix/DNA, e qual seria sua palavra sôbre o tema. Primeiro vou copiar aqui os tópicos do artigo e dos comentários que se seguem ao artigo que acho interessantes e registrar meu comentário.

1) Artigo: … a entidade vai começar a realizar atos contra o ensino religioso que começa a ser ministrado no segundo semestre nas escolas do ensino fundamental da rede municipal.

R) Louis Morelli: Como?! Mas a constituição brasileira não é como a estadounidense que proíbe a influência de religiões nas decisões do Estado e portanto de qualquer instituição publica pertencente ao Estado? Que Estado é separado de religiões? Se está registrado êste ítem na Constituição Brasileira e alguem desobedeceu, tem que ser retirado do quadro de decisões do Estado e ser punido com multa em dinheiro e tempo de prisão. Não pode haver senões aqui. Se o juíz que for incumbido de julgar o caso tomar decisão diferente tambem estará agredindo a Constituição e deverá ser punido da mesma maneira.

Religiões (assim como visões do mundo, cosmovisões, filosofias, ideologias, etc.), devem serem vistas como produtos de algumas mentes humanas nas suas operações buscando explicações para existências dos fatos reais e dos eventos ocorridos que sugerem ao restante das mentes humanas a existência de fôrças invisiveis e imperceptíveis aos sentidos humanos que estariam envolvidas em tais fatos e eventos.  Portanto são religiões tôda asserção a  fôrças ou elementos aos quais não foram oferecidas provas pelo método cientifico enquanto êste se resume à compilação das fôrças e elementos que são causas comprovadas dos fatos e eventos reais. Portanto na gama das religiões são arroladas as crenças em deuses não comprovados, assim como as crenças nas teorias naturalistas ( teorias do Big Bang, da abiogênese, e em certo grau, a teoria da Síntese Moderna enquanto baseada na teoria da evolução neo-darwinista que ainda não comprovou serem seus postulados universais as causas fundamentais dos fenômenos que estuda), e como a crença na teoria da Matrix/DNA.

Acertado isto vem as perguntas: a escola publica deve conter em seu curriculum educacional um espaço para informar os alunos de que existem as religiões e o que são, cada uma delas? A Constutuição Federal não proíbe isto? Todos os cidadãos da nação devem retirar parte dos produtos de seu trabalho ou posses para sustentar êste espaço, se fôr aprovado? Ou se existem cidadãos que não autorizam que uma parcela de seus produtos pagos ao Estado sejam destinados a êste espaço e portanto devem ser respeitados em suas decisões, aos cidadãos que concordarem pagar por tal espaço serão obrigados a construir suas escolas privadas?

Quanto ao curriculum educacional atual, quais as   fronteiras em cada área, da Biologia, da Física, da Quimíca, da Geologia, da Matemática, entre os fatos e eventos reais comprovados pelo método cientifico e as interpretações teóricas feitas por quaisquer cidadãos sôbre tais fatos e eventos? Delineadas as fronteiras, e identificados as matérias concernentes às teorias, enquadrados os espaços tomados por estas teorias, como serão resolvidas tendo em vista as questões acima?

Minha sugestão: Apesar de intangível, inapalpável, invisível e indefinida, o fenômeno mental, que consiste no conjunto de todos os pensamentos produzidos nas sinapses das conexões neuroniais no cérebro humano, foi provado pelo método cientifico que é um elemento ainda abstrato mas do qual emana uma fôrça real capaz de interferir e dirigir a matéria, não só a limitada a corpos humanos como aseus efeitos no mundo exterior a tais corpos, inclusive afectando o Estado. Portanto, esta fôrça, seu suposto elemento causador que é a mente e seus efeitos, suas produções, devem sim, serem inseridas no curriculum educacional das escolas publicas. As religiões, as ideologias, as cosmovisões, as teorias cientificas, são tais produtos. Tôdo aluno deve ter o direito de poder absorver o conhecimento d6estes produtos, suas origens, histórias e estados atuais, para que não tenham que reinventar a roda, repetir êrros comprovados que outros cometeram, e assim, conhecedor de tôdo o existente, ter sua mente livre sem qualquer tipo de coerção ou direção, para escolher um dos produtos existentes ou elaborar o seu próprio… e requerer que, no caos de ter elaborado um novo e inédito produto, seja considerado em juízo sua inclusão no curriculum educacional.

Enquanto ninguem vier discutir as conclusões acima, e apresentar fatos ou eventos reais que disprovam tais conclusões, continuarei firme a defendê-las publicamente denunciando que no atual curruculum educacional existem muitos êrros. E militarei ativamente quando ocorrer sugestões ou medidas efetivas que aumentem tais êrros, como por exemplo êste fato denunciado pelo Sindicato dos Professôres do Rio de Janeiro. E particularmente publico minha opinião de não entendimento do porque os pais dos alunos em tais escolas estão aceitando estas agressivas contravenções da lei constitucional contra a saúde mental de seus filhos.

( Tenho que interromper agora êste artigo, mas voltarei para termina-lo)

Os Ovos Tambem Evoluem

terça-feira, junho 26th, 2012

As diferenças entre os ovos primitivos de insetos e os ovos modernos de mentes e auto-consciências provam que os ovos têm evoluído. Os ovos primitivos tinham que botar o feto fora muito cêdo e o resto de seu desenvolvimento acontecia pela metamorfose, como a da lagarta em borboleta. Mas depois os ovos mais bem equipados aguentaram o embrião até ficar completo, e já se fala na engenharia genética de produzir ovos que aguentam o sujeito até a idade de aparecer o bigode. Mas quem deu um show de engenharia foi a Natureza ao desenvolver tanto os ovos que os mais modernos contam com aparelhos visual, auditivo, olfativo, etc, e oembrião fica confortavelmente instalado assistindo tv.  Estou falando do ôvo-cabeça humana, onde está sendo gestada esta nova forma do sistema natural universal, conhecida como “mente” ou “auto-consciência”.

Mas tem um problema que a Natureza ainda não resolveu. É o seguinte: todas as vêzes que o sistema natural têve sua forma mudada pelo ciclo vital ( assim como é o ciclo vital que faz nosso corpo mudar de formas, desde a mórula, o embrião, a criança, o adulto arquejado apoiado na muleta), êle estêve sujeito a duas fases ovolíneas. A primeira fase é a dos ovos botado fora, a prole abandonada à própria sorte; a segunda fase é a dos ovos mantido dentro até a formação completa do sujeito, e ainda depois nutrido até sua maioridade. Pois a auto-consciência não escapou desta sina. Atualmente somos seres auto-conscientes dentro de ovos botados fora sujeitos a catástrofes e predadores, apesar de tôda essa moderna engenharia.

Isto vem desde nossos ancestrais não-vivos. Pode-se observar o modêlo da primeira galáxia original ( na figura abaixo)  e ver as duas fases ocorrendo claramente. Primeiro o astro é abortado de um buraco negro nuclear e cai no espaço interestelar frio, onde poderia se congelar e paralisar ainda jovem. Mas ao ultrapassar o horizonte de eventos e flutuar no espaço sideral êle passa perto de uma estrêla, cuja fôrça gravitacional o agarra. Ah… o astro não apenas se salvou como terá cama e comida garantida até a idade da puberdade, quando se tornar um pulsar, mas voltará sózinho para o espaço quando o pulsar se tornar uma supernova. Aí êle terá chance, como estrêla, de capturar em sua órbita um filho seu legitimo feito com a madame buraco negro, ou adotar menores abandonados no espaço, constituindo sua familia.

Ciclos Vitais de Humanos e Astros

Ciclos Vitais de Humanos e Astros

Ovos botados fora na Função 2 mas mantidos dentro até Função 4

Ovos botados fora na Função 2 mas mantidos dentro até Função 4

Mas foi justamente isso quando o sistema universal passou da forma astronomica onde era  “meio-mecânico/meio-biológico” para a forma orgânica onde é  totalmente biológico: até os répteis os ovos eram botados fora, e quando dêstes surgiu a forma dos mamíferos, os ovos passaram a serem mantidos dentro.

Por não ter resolvido êste problema, a existência parece absurda e o mundo parece ser muito mal planejado, para os seres auto-conscientes. Vivemos confortáveis apenas no aspecto físico, protegidos dentro de uma camara óssea, assistindo o mundo por duas janelas que mais parecem dois aparelhos de televisão, o tempo todo com o bluetooth pegado nos ouvidos ouvindo os sons do mundo, etc. Mas a tecnologia mais avançada e importante do nosso ôvo é o painel de contrôle de onde podemos comandar os movimentos do ôvo e todos os acéssorios criados pelo cérebro, desde os braços, as pernas. Existimos mentalmente como aqueles operadores de máquinas dotadas de guindastes e garras para pegar tudo. Vamos para a frente, levamos o ôvo para os lados, damos marcha-a-ré… a tecnologia é admirável.

O nosso maior problema é que como todos os embriões ou recem-nascidos que ainda não abriram seus olhos, e por isso nem sabem como é a forma de seu corpo, de que material são feitos, não podemos saber como é a forma, de que material são feitos, onde estão, os nossos pais. Vivemos nos arrastando e chorando, chamando, pedindo, correndo de cobras e caminhões, mas olhando para todos os lados, mais para cima, à procura. Procurando algo como uma estrêla, pois estas, na melhor de suas definições, é uma mãe atarefada em amamentar seus rebentos planetóides com seu nectar energético e mantê-los protegidos debaixo de suas longas asas gravitacionais. Chegamos atá a sonhar que um dia seremos recolhidos por uma estrêla-sol muito luminosa, a quem até já demos um nome: Deus. Mas enquanto êle não descide assumir sua responsabilidade paternal para com seus ovos-cabeças, vamos aprendendo as lições daqui, como esta, de que os ovos tambem evoluem.