Archive for maio 1st, 2013

A Historia da descoberta e uso da Eletricidade tem detalhes indispensaveis para formar uma mente racional e vitoriosa

quarta-feira, maio 1st, 2013

Estamos hoje assistindo um video que achamos indispensavel para nosso crescimento e amadurecimento mental, do qual fornecemos o link:

http://www.youtube.com/watch?v=rxLBd4tqQZ0

Shock and Awe: The Story of Electricity

( Choque e descoberta: A Historia da Eletricidade)

Fantastico, muito bem feito e completo, infelizmente narrado em Ingles, mas esta legendado e esperamos que apareça algum brasileiro que faca a tradução ao menos legendada. Enquanto vamos assistindo, peço ao assistente que faça pausas no video e leia o que aqui escrevo ( pedindo desculpas enquanto nao acerto os erros ortograficos mais devido a pressa e este keyboard sem acentos e que so fala ingles…),  para comparar seus pensamentos com os meus, isso é bom para melhor desenvolver nossos proprios pensamentos e aprendizagem. Criticas ao meu pensamento serao bem-vindas nos comentarios aqui. Entao vamos la…

Quando a escuridao era iluminada com tochas de fogo, velas, lampioes, os macacos e os humanos corriam das tempestades para se abrigarem, e ouviam os trovoes, assistiam raios luminosos cortando as nuvens, os relampagos clareando a escuridao da noite, e algumas vezes um raio caindo perto e cortando uma arvore ao meio. Era uma tremenda força, a maior que tinham conhecimento e tal forçca so poderia ter sido criada por deuses poderosos. Por milhares de anos ninguem sequer pensou que poderia obter aquele poder, aquela força dos deuses. Ninguem pensou que se aqueles raios iluminavam nas noites a escuridao do mundo, se acontecessem dentro e no teto de sua casa, iluminaria tambem a escuridao dentro da casa, dispensando as tochas de fogo. Mas a mente ainda infantil das pessoas, que acreditavam em fantasmas-deuses como todas as criancas tem seus amigos fantasmas imaginarios, foi crescendo, evoluindo amadurecendo, e a dura realidade do mundo foi obrigando-as a esquecerem seus fantasmas, a concentrarem seus pensamentos em coisas reais ao inves de deixar a imaginacao brincando e tornando tudo o que era objeto em brinquedos. Por volta de 1800, ja a mente infantil entrava na idade adulta e havia ocorrido o puxao de orelhas chamado Iluminismo, que foi uma emergencia do racionalismo pratico, utilitarista, realista. A escuridao da noite ou dentro dos rescintos era um obstaculo serio a vida e clamava por alguma solucao, alguma coisa diferente, mais viavel do que tochas de fogo, velas, lampioes.

A mente humana é uma coisa que, para crescer, amadurecer, precisa tambem de alimento, tal como o corpo. Mas enqunato oalimento para o corpo ev a comida, o alimento para a mente ev a informacao, porem,um unico tipo de informacao especial, aquela que emana da Natureza real e seus fenomenos. Existem muitas informacoes disponiveis por ai, por exemplo, a de que um time de futebol vai comprar o jogador tal, ou que uma celebridade da novela se divorciou do marido magnata da carne bovina, etc., e tem revistas e programas de televisao que vivem so de passar estas informacoes a pessoas que preferem empregar seu tempo absorvendo-as do que, por exemplo, assistir o video que aqui fornecemos o link sobre a historia da descoberta da eletricidade. Mas como descobriu o genial Maxwell observando a passagem da energia entre duas cameras, ev mais dificil se livrar das informacoes prejudiciais do que adquirir informacoes uteis. A coitada da menina que cedo teve que ser empregada domestica ao inves de continuar os estudos, vai ser empregada a vida toda porque lhe sera quase impossivel afastar da mente os pensamentos imaginarios de principes encantados e cinderelas e prestar atencao em como funciona o mundo do dinheiro no sistema capitalista em que ela vive na realidade. Ela aceita normal que aja ricos patroes sustentados por pobres empregados porque antes nunca venceu as fantasias e prestou atencao que na natureza selvagem, real, os animais sao dividios em presas e predadores, mas isso e muito mal, e como os humanos nao devem imitar os animais, ela precisa tentar participar em grupos que tentam mudar o capitalismo atual selvagem em algo sem predadores. As religioes tentam controlar a mente destas pessoas vendendo a mentira de que um Deus so faz coisas boas, e para tanto nao mostram as cenas de um leao matando e comendo uma ovelha, pois isto mostraria como seu Deus cria coisas ruins. Assim as religioes sao um empecilho na luta interna das pessoas que tem de vencer suas fantasias de infancia para prestar atencao no mundo e aprender a sobreviver melhor. Por isso a mente humana, como coletivo e nao apenas individual, somente quando comecou a amadurecer e deu o grito do Iluminismo renascentista, que foi uma rebeldia racionalista contra deuses criados pela imaginacao, passou a prestar mais atencao nos acontecimentos ao seu redor, nos fenomenos da Natureza, tentando entende-los racionalmente. Crescimento mental significa absorcao de simbolos abstratos de coisas reais, como as imagens, as palavras da linquagem, etc., simbolos estes denominados informacao. Este e o alimento abstracto que confere saude e faz crescer a mente abstrata. E a Natureza esta a todo momento estimuando esse crescimento, mostrando sinais, dicas, pistas, que deveriam servir como estimulos, tais como os trovoes, raios e relampagos. Com isso a Natureza parece estar dizendoÇ veja como ilumino a escuridao dentro da minha casa, o mundo, e prenda a me imitar, para iluminar sua casa tambem. Tudo o que o homem produziu de tecnologia foi imitado de alum evento, algum mecanismo, algum processo, ja feito pela Natureza. O homem nada cria que nunca exisitiu, apenas imita, com materiais diferentes. Portanto, apenas os que prestam atencao e investem seus pensamentos observando cada detalhe real da Natureza que cresce em poder e sobrevive melhor. As nacoes mais poderosas de hoje e sempre foram aquelas em que seus habitantes se comportavam mais como filosofos naturalistas, Observando, perguntando como e porque, gerando teorias explicativas, que estimulavam arregacar as mangas e imitar, testar, as conclusoes das teorias. E porque os filosofos gregos que a dois mil anos atras assim ja se comportavam como quase racionalistas perfeitos, observando, perguntando como e porque, elaborando teorias e botando-as no papel… nao criaram a tecnologia… Porque, ao inves das religioes infantis baseadas em amigos poderosos imaginarios, estagnadoras da evolucao mental, tinham o virus de outro tipo de religiao, a de que o mundo seria apenas materialismo e disso o melhor era aproveitar a vida aqui e agora. Por isso acreditaram na geracao espontanea, em que coisas vivas surgiam prontas da materia. Arregacar as mangas, trabalhar manuseando essa materia, seria coisa ardua, deixada para os escravos e plebeus, por isso nunca faziam os experimentos para testarem suas teorias racionalistas. Por isso seu racionalismo nao era perfeito.

A minha intencao ao aproveitar o assunto da eletricidade para desviar e falar da historia da mente humana ev a de motivar todo individuo humano a mudar este sistema de vida em que fica na esteira de uma fabrica ou na confortavel cadeira de um escritorio e depois termina o dia sentado num sofa vendo televisao, De alguma maneira tem-se que encher o saco da familia, dos vizinhos, da cidade, do pais, alertando que todos temos que ter ambientes com equipamentos e instrumentos de observacao como microscopios e telescopios, e ficar observando a natureza real, perguntando, aprendendo, experimentando suas ideias.  Ao menos, se isso nao levar a descobertas revolucionarias, estara se cuidando para a mente cresçca e com a saude que o mundo requer para que ele forneçca condicao melhor de existencia, para todos. Procurar vida melhor usando os comportamentos dos predadores patroes ev ser um instrumento que continua a iitacao do reino selvagem animal e nao um mundo apropriado para humanos que querem transcender sua heranca animal e serem algo mais, inclusive se aventurar e conquistar o Universo.

Como teria sido diferente a Historia, se a humanidade nao tivesse sucumbido aos sonhos infantis criadores das religioes deistas e ateistas… vamos agora continuar nosso asssunto.

Se tivessem os humanos pensado com a Razao antes de 1800, pensariam coisas como: o que aconteria se conseguissemos imitar  aqueles raios que apareciam e desapareciam de repente e iluminavam a escuridao da noite em coisas que reproduzissem estes raios dentro de casa e ainda tornassem os raios continuos, duradouros… Teriamos iluminacao a noite toda dentro de casa… Mas claro, ninguem poderia pensar nisso, principalmente porque acreditava-se que estas coisas so os deuses podiam fazer. Mas hoje sabemos que os raios surgem quando duas nuvens se encontram, se uma estiver carregada com energia principalmente do sol e a outra nao. Como a Natureza, a totalidade, ev quem manda, e nao as coisas individualizadas como uma nuvem carregada de energia solar, e a Natureza quer que tudo esteja em equilibrio, ela obriga a nuvem carregada em excesso a dividir, repassar o seu excesso para a outra descarregada, ao mesmo tempo que obriga a  descarregada acomodada neste estado preguicoso a receber tal energia. Mas no momento desta transferencia alguma parte da energia cai no mundo externo as nuvens, por exemplo, cai no solo. O qual, por estar sempre mais distante do sol que as nuvens, estara mais descarregado e o baque da energia vai lhe causar estragos. A ano ser que uma inteligencia saiba como controlar essa energia e obter dela coisas que lhe sejam uteis, como a luz que ilumina as escuridoes.

Neste ponto sempre e bom parar o video efazer-se uma rapida poesquisa no que outras pessoas observarame aprenderam, ao inves de se ficar reinventando a roda, e por exemplo, a Wikipedia ev um valioso recurso. O que aprenderam de raios, relampagos, e os principios basicos da eletricidade… e lemos o seguinte:

Wikipedia – Relampago

( preste atencao que este fenomeno dos raios nas nuvens, relampagos, plasma iluminado, é a cena que a Matrix/DNA esta agora se baseando na busca de elaborar uma teoria da mente humana, pois, depois que descobrimos que a luz contem o codigo da vida e parece ser os braços e as maos do sistema gerador deste Universo, e devido a suspeita de que a mente seja uma substancia plasmica, e mais o fato de que as imagens de ressonancia magnetica do cerebro revelam as sinapses como especies de raios e relampagos, nos esta parecendo que a auto-consciencia é um retorno a luz do principio…)

O mecanismo (do relampago) é consequência de numa trovoada se gerarem descargas electrostáticas (  Uma descarga electrostática é o fluxo súbito de electricidade entre dois objectos carregados de electricidade estática causado por contacto, a formação de um curto circuito ou a quebra da rigidez dieléctrica do material isolante que os mantenha separados  )… que restabelecem o equilíbrio de potencial eléctrico entre áreas das nuvens e do solo com cargas eléctricas opostas. O ar, que em geral funciona como isolador eléctrico, quando a tensão eléctrica gerada pelo campo electrostático excede a sua tensão de ruptura dieléctrica ioniza-se e torna-se condutor, permitindo o construiuda descarga, a qual, em resultado da enorme corrente gerada e da grande resistência eléctrica do ar, aquece rapidamente o pequeno canal condutor criado, transformando o ar nele contido num plasma que se expande a velocidade supersónica. É a luz emitida por este plasma que produz o relâmpago e cujo brilho torna visível o canal ionizado como o “raio”

(Liçcoes para a Matrix/DNA: O pesquisador que trabalhava na Royal Society, como subordinado de Newton – Hauksbee, Francis (1709 – construiu uma esfera de vidro da qual retirou todo o ar com ajuda de uma bomba de ar. Girando uma manivela fazia a esfera girar e pondo a sua mao na esfera fazia aparecer dentro da esfera uns fracos lampejos de luz azul. Ele estava lidando com as bases da revolucao da eletricidade, mas sem ser capaz de perceber a utilidade daquilo, relegou esta pesquisa para segundo plano enquanto passava o tempo fazendo experiencas para testar as teorias do Newton, mais relacionadas a mecanica celeste. Este era um assunto meio metafisico, sem apresentar de imediato resultados uteis como seriam os da eletricidade. Mas eu na Matrix parece-me estar cometendo o mesmo erro, quando temos uma formula que sugere mil novidades aqui e agora, esqueco-a e envolvido em asssuntos mais metafisicos, como a natureza da consciencia, a evolucao cosmologica, etc. As ideias teoricas de Franklin sobre eletromagnetismo motivaram os experimentos na Holanda, França, e porque nao as minhas ideias sobre sistemas, automatismos, a luz, etc.,  nao poderia motivar experimentos…)

Resumo da Historia:

– gregos esfregando ambar;

– a esfera de vidro com vacuo de Francis Hauksbee, gerando eletricidade estatica, ao toque das maos ( Electricidade estática PE é toda forma de eletricidade que está em equilíbrio, ou seja, não está se movendo de um corpo para outro. Quando a eletricidade está em movimento, ela é chamada de eletricidade dinâmica. Um erro muito comum é confundir eletricidade estática com a eletricidade gerada por fricção. Isto porque a eletricidade, gerada por qualquer meio, se for posta em movimento, ou seja, atravessar algum condutor, deve ser considerada eletricidade dinâmica ). Entao, pelo que deduzo disto, a esfera produzia emissao de energia muito fraca para a atmosfera, com a mesma voltagem do corpo humano. Quando se aproxima a mao da esfera, a energia emitida encontra outro corpo com igual voltagem, portanto nao pode penetra-lo causando choque. Nisso, a energia fica contida no espaçco entre o vidro e a mao, aquecendo o ar ali, tornando-o um plasma e com isso surgindo a fraca luz azul;

– o uso da esfera por magicos e artistas para entretenimento

– o acidente de Stefhen Gray, que trabalhava com cordoes de seda e notava choques eletricos, obrigando-o a se aposentar fazendo experiencias

– a maquina de Gray: uma especie de balanco para um boy, feito com cordas de seda, tendo uma maquina de Hauksbee gerando eletricidade estatica, uma tigela com folhas finas de ouro embaixo do balanco. O garoto deitava no balanco, a esfera era girada, a energia estatica fraca era canalizada dentro de um cabo (rod – bastao, haste), que ia ate o corpo do garoto.

– Gray descobre que a energia pode se mover, mas a seda nao era ideal, portanto deve existir materiais bom condutores e os maus condutores. Insulators (isolantes), seguram a carga eletrica dentro deles, enquanto condutores deixam-na passar por eles; Hoje as linhas transmissoras de eletricidade sao feitas de fios de metal tendo isoladores de ceramica entre eles;

– a experiencia de Gray em 1730 tinha um problema: a energia gerada na maquina de Hauksbee ia para o garoto, para as folhas de ouro, e dali desaparecia. Era preciso manter a energia dentro da esfera.

– na Holanda, o professor Pieter van Musschenbroek pensou: Se eletricidade for um fluido como a agua, nos podemos estocar ela do mesmo jeito que estocamos agua. Pos agua numa jarra de vidro, introduziu dentro da jarra uma ponta de um  fio que estava conectado a maquina de Hauksbee, e pos a jarra em cima de uma base isolante para nao deixar a energia passar da jarra para o solo. Girando a manivela da esfera e gerando eletricidade, conduzindo-a para a agua dentro da jarra. Mas assim mesmo a energia nao ficava na agua e passava de alguma forma. Um dia, por acidente, ele esqueceu de por a jarra em cima da base isolante e segurou-a com a mao enquanto o fio trazia eletricidade para a agua dentro da jarra. Com a outra mao, Pieter tentou tocar a tampa da jarra e recebeu um tremendo choque. Experimentou encostar um metal na tampa da jarra e obteve um raio forte e visivel. Melhor ainda ev que a jarra podia manter energia armazenada por dias. Chamou-se de “Leiden Jar”, a qual logo se espalhou e ficou conhecida mundialmente. Quando gotas de agua pingavam da jarra, levava carga eletrica que dava choques. Porque entao a agua dentro da jarra nao dava choques mais violentos…

– Benjamin Franklin teve a ideia de que uma longa barra de metal, como um poste, captaria a energia dos raios nas nuvens, na sua ponta erquida para o ceu, conduziria essa energia para sua outra ponta na terra, e estocaria essa energia dentro de um garrafao de vinho, imitando a Leiden Jar. Franklin  propos o experimento da pipa, mas parece que nunca o realizou…

– França – George Louis Leclerc  e Thomas Dalibard tentam fazer o experimento sugerido por Franklin na America. Montaram um poste de metal com 13 metros, ergueram-no suportado por um cavalete feito com tres vigas de madeira. A ponta do poste-barra de metal foi colocada dentro de um garrfao de vinho vazio. Quando houve um raio, atingiu a ponta do poste e notaram que houve estalo entre o metal dentro do garrafao e suas maos. Isto confirmou que os raios e relampagos no ceu sao feitos pela mesma eletricidade feita pelo homem na Hauksbee machine, e nao causada por deuses.

– Franklin fez outra questao: Porque a eletricidade dentro da jarra tinha que causar estalo quando se aproximava das maos humanas, e simplesmente nao fazia a energia passar e desaparecer… Eletricidade devia ser o equilibrio da economia: quando mantida na jarra era credito, energia positiva, ou tinha sua outra parte, como debito, energia negativa… Todo corpo deve gerar em volta de si uma atmosfera eletrica. Mas deve existir um limite natural para a intensidade dessa energia. Se passar do limite, ev positiva, se for menos que o limite, ev negativa. Mas a Natureza exige que haja equilibrio entre estes extremos. Entao onde tem carga positiva, sua energia tem que ser transferida para cancelar a energia negativa de outro.  Entao, a agua dentro da jarra devia ser carregada com energia negativa (muito debito) que ficaria ali devido o isolante embaixo dela. Por seu lado, o corpo humano carregado de carga positiva e tocando a tampa de metal se encontraria com a carga negativa na jarra produzindo o estalo, o choque, e fraco relampago. Aquilo tudo foi resumido dentro de uma peça, o Capacitor.

– Capacitores – ajudam a suavisar a carga negativa emitida pela Leiden Jar dentro dos circuitos eletronicos.

– O peixe torpedo nas aguas do Canal. Eletricistas investigam os efeitos dos espinhos do peixe, parecidos com choques da Leiden Jar.

– Henry Caverdish: fez um peixe torpedo artificial e descobriu uma questao: se o peixe emitia energia e dava choque como a jarra, porque a energia do peixe nao produzia estalos… Cavendish descobre que a intensidade de energia do peixe ev menor, entao o segredo estava em controlar a intensidade de energia. Chamou-se carga eletrica a quantidade de energia e a potencia diferencial entre cargas, de voltagem. A jarra era alta-voltagem e o peixe, baixa voltagem.

– Caverdish descobre que o peixe faz sua eletricidade, mas nao sabe se ev a mesma eletricidade da maquina.A energia natural dos seres vivos seria a mesma energia artificial da maquina…

-Italia – Louigi Galvani e Alessandro Volta. Dois em busca da solucao para eletricidade vindos de dois diferentes modos de ver o mundoÇ um religioso e outro, racionalista. Galvani aplica eletricidade sobre musculos de paraliticos e acredita em animal eletricidade. Volta se recusa a aceitar esta ideia de pensamento mistico e suspeita que e a mesma energia da maquina. Galvani rejeita que a energia posta por Deus nos seres vivos seja a mesma energia do mundo material externo. Galvani defende que a energia da ra deve ser produzida por ela mesma, enquanto Volta defende que essa energia vem de algum outro lugar. Mas, de onde… Volta investiga as camaras do peixe torpedo como se fossem pequenas moedas. Imita as cameras usando metal e assim Volta inventou a primeira bateria, uma pilha de moedas de metal. Mas percebeu que a energia na pilha ev continua e se move na pilha como a corrente de agua no canal, por isso deu o nome de corrente eletrica. Ela resulta da troca de eletrons entre atomos, quando os eletrons da ultima camada podem se transferir para outro atomo. O conjunto destes eletrons movendo-se entre atomos ev a corrente eletrica. Entao outros cientistas descobriram que fios com corrente eletrica dentro de agua comum dilacera-a em seus menores elementos, os gases oxigenio e hidrogenio. Assim a eletricidade foi usada na quimica para isolar elementos, e tambem na industria em geral.

– Royal London, Humphry Davy: construiu a maior pilha com 4 metros quadrados, 800 pilhas voltaicas. Na sua demonstracao, Davy pegou dois filamentos de carbono que vinham da bateria e aproximou as duas pontas. No espaço no meio das duas pontas surgiu um raio continuo que iluminou o salao. Da escuridao veio a luz.

– O parente de Galvani, experiencia em cadaver, eletricidade como ressuscitador. Mary Scheller, autora, escreve a criacao de Frankstein pela eletricidade.

– Inico do seculo 20, em 1900 cientistas descobrem que eletricidade esta ligada a magnetismo.

– 1943 – Nicola Tesla

– 2* Capitulo – New Age

– 1920, Faraday. Antes, 1830, Franz Oersted, passou uma corrente eletrica por um fio de cobre e o aproximou da agulha de uma bussola magnetica e a viu girar. Descobriu que uma corrente eletrica pode criar uma força magnetica, o Eletro-magnetismo uma poderos força da natureza.

– Faraday recriou Oersted experimento. Criou um circuito usando uma bateria, um par de fios e um vaso com mercurio e um pedaco de magneto no meio do mercurio. Pos os fios dentro do mercurio, o qual se tornou bom condutor completando o circuito. Quando a corrente circula pelo fio gera uma força magnetica em volta dos fios. Esta forca de um campo magnetico interage com o magneto. Juntos, magneto e mercurio forçam os fios a se moverem. Faraday provou que a força invisivel eletro-magnetica realmente existe e podia ver seu efeito: movimento circular. Foi o primeiro e mais simples motor eletrico. E tentou outra experiencia: usar eletro-magnetismo e movimento para criar eletricidade.

1831 – Faraday criou a bobina – um rolo de fios, oco – e inseriu no oco uma barra de magneto, movendo-a para dentro e para fora da bobina. Detectou que uma corrente eletrica apareceu na bobina. Pos um disco de cobre condutor girando no campo magnetico e percebeu que o disco cortava a força do campo. bilhoes de eletrons com carga negativa eram desviados de seu original curso circular e se moveram para a margem do disco.  Uma carga negatica se originou aolado de fora da margem do disco, deixando uma carga positiva no centro e quando o disco era conectado a dois fios, os eletrons fluiram numa estavel corrente, gerando a corrente continua. Mas o fluxo de eletrons durava enquanto ele girava o disco com a manivela e assim descobriu que gerava poder eletrico direto de poder mecanico.

– Apesar de todas as descobertas, a mente dos humanos nao estava interessado em saber o que eletricidade ev, se seria uma forca, um fluido ou um poder qualquer. Nao havia debates teoricos.

– o telegrafo. Trouxe a energia inventada no laboratorio para o uso do homem comum. Eletromagneto ev um magneto criado por corrente eletrica. Descobriu-se que pode-se comandar o eletromagneto a distancia, como controle remoto.

Explodem mais bombas no meu terreiro! E eu estou “fighting back”. Pois as doencas continuam matando devido a teimosia do cientificismo politico e dinheirista

quarta-feira, maio 1st, 2013

DNA at 60: Still Much to Learn

http://www.scientificamerican.com/article.cfm?id=dna-at-60-still-much-to-learn

Tem intelectuais se mexendo, inquietos, revoltados contra esta situacao em que a Humanidade continua sendo torturada por velhas doencas e a nossa tao aclamada Ciencia nada consegue fazer. Veja o artigo bombatico e desafiador de um quimico e fisico escritor cientifico no link acima. E veja nosso post na revista Scientific American sob o pseudonomo de AUSTRIAK, o qual copiei abaixo:

(Bem, este foi o post inicial, mas devido exceder o limite permitido tive que resumi-lo no post mais abaixo):

AUSTRIAK:

” Sixty years on, the very definition of ‘gene’ is hotly debated. We do not know what most of our DNA does, nor how, or to what extent it governs traits. In other words, we do not fully understand how evolution works at the molecular level.”

That’s right and the proof is that diseases are continuing torturing and killing human beings. Genetics and evolutionary biology will not be understood while everybody at academic staff does not know the formula and models of Matrix/DNA Theory. The first cause of this misunderstanding is due the ignorance of origins of life, the real nature of genetics and its properties. The academic paradigm has believed that the stupid matter of this planet alone created life – against all application of opposite reasoning. It was necessary the intervention of someone outside the academic box of doctrine applying healthy and natural reasoning and the oldest naturalist method – comparative anatomy among living and non-living natural systems – for to find the real creators and the tools for eliminating these Humanity enemies that causes traditional killer diseases. The first living being was a complete system and not a piece or a part. Then, its creator must be also a system and life comes from life, so, a living creator. Then, being not a part, it is not the planet alone the creator, but the system who which the planet belongs to: the stellar system and even, this galactic system. If we are not understanding these system as alive and containing the principles of life, we don’t know these system yet, we need a new and real astronomical model.

The whole history called “abiogenesis” was merely the history of “embryogenesis” of the first living being, the first cell system. If this history took millions or billion years it is a signal that it was an astronomical scale of time, then, it was process performed by astronomic systems agents. But our academic paradigm has cut the universal evolutionary history into two blocks, with no links between them, so, the paradigm created an abism, which was fulfilled with imagination, like randomness, after the non-scientific imagination had fulfilled this gap with supernatural ghosts.

I am challenging everyone to show any real scientific data that could debunk the results of my method of investigation. But people are coming with concepts of other theories and theory does not debunks theories. And I am challenging anyone: go to live seven years facing the hell of Amazon jungle with the energy and motivation that any human being really compromised for fighting against our enemies, searching at the untouchable salvage nature that still is the witness of life’s origins the explanations about what is going wrong here and searching the tools for fixing these problems. One will discover that we have feed wrong ideas. Never had origins of life, there is no ghosts acting upon universal evolution, all life properties can be seeing at the building blocks of astronomical systems, the biological DNA was not created here but is merely a new evolutionary shape of a universal Matrix formula for all natural systems, from atoms to galaxies to human beings and now, the last one, consciousness. That DNA is not  like an encoded message but merely a pile of diversified copies of a unique system like in a factory the set of employees are not a code but any individual is a specific copy with specific function. And the most surprising news: Nature has been able to apply nanotechnology since the beginning of times,as resuming a whole galactic system inside a microscope base-pair of nucleotides, the building block and fundamental unit of information of RNA and DNA. I am opened to debate because I am furious with these people prejudicing Humanity only for the sake of defending a doctrine and academic status.

Post Publicado:

The first cause of this misunderstanding is due the ignorance of origins of life, the real nature of genetics and the source of life’s properties. That’s the conclusion of one applying the oldest naturalist method – comparative anatomy between living and non-living systems.The final results are surprising, suggesting that the academic paradigm has believed that the stupid matter of this planet alone created life – against all application of opposite reasoning, like this: since that the first living being was a complete system and not a piece or a part,its creator must be also a system, to which this planet belongs to:the stellar system and even, this galactic system. If we are not understanding these system as alive and containing the principles of life, we don’t know these system yet, we need a new and real astronomical model.The whole history called “abiogenesis” was merely the history of “embryogenesis” of the first cell system. But our academic paradigm has cut the universal evolutionary history into two blocks, with no links between them, so, the paradigm created an abism, which was fulfilled with imagination, like randomness.I am challenging everyone to show any real scientific data that could debunk the results of my method of investigation. But people are coming with concepts of other theories and theory does not debunks theories.  One will discover that we have feed wrong ideas. Never had origins of life, there is no ghosts acting upon universal evolution, all life properties can be seeing at the building blocks of astronomical systems, the biological DNA was not created here but is merely a new evolutionary shape of a universal Matrix formula for all natural systems, from atoms to galaxies to human beings and now, the last one, consciousness. That DNA is not  like an encoded message but merely a pile of diversified copies of a unique system like in a factory the set of employees are not a code but any individual is a specific copy with specific function. And the most surprising news: Nature has been able to apply nanotechnology since the beginning of times,as resuming a whole galactic system inside a microscope base-pair of nucleotides, the building block and fundamental unit of information of RNA and DNA. I am opened to debate because I am furious with these people prejudicing Humanity only for the sake of defending a doctrine and academic status.The understanding of genetics must be a interdisciplinary job, there are things like the role of photons coming from stellar radiation acting over biological systems,etc.

Poderia o conhecimento da nossa verdadeira realidade nos libertar, se é que somos escravos? E como investigar qual ou o que é realidade?

quarta-feira, maio 1st, 2013

Baseado no seguinte artigo/link:

Can Reality Set Us Free? The Puzzle of Complementarity

http://www.huffingtonpost.com/deepak-chopra/can-reality-set-us-free-t_b_3179225.html

Posted: 04/29/2013 2:52 pm,

Escrevi o comentário abaixo para postar no artigo mas fui barrado pela maquina. O limite imposto de 239 palavras é uma aberração  Como pretende o autor manter um debate serio se ele usa 10.000 palavras na sua argumentação e os outros só podem usar 239? O autor acredita que encontrou e definiu a verdade total e nada mais tem a obter de outras mentes para ajuda-lo ele mesmo a corrigir possíveis erros? Assim não posso participar.

Comentario que seria postado:

Everybody has one ideology, one private intention, so, Deepak Chopra has his own, I have other, different. But there are external phenomena that are common interests, and I guess that there is this problem about illusion, matrix, etc. Our approaches, actions, suggestions will be different.

My suggestion is based upon my Matrix/DNA world view. We are victims of a fake, delusional reality due mistakes made by ours ancestors applying their free will. The real world offers at least two different alternatives for to choose as way of living:  or being a closed system (extreme selfishness), or being an opened system (extreme dispersion). The wise choice should be something in the middle, because total dispersion of opened systems are not good also. ( You can say that closed system creates a reality composed by macro matter distant of  God as consciousness, and opened system is the opened way through quantum reality of consciousness towards God).

I don’t know about extremely opened system but I got the formula of an extremely perfect closed system. And this formula shows that every individual part inside this closed system is inside a Matrix, and it is the Matrix itself. A closed system cuts any relations with the external world, creates its own reality, and is a closed door to evolution.

We are 13,7 billions old and about 4 billion years ago our infant and primitive ancestors made the bad choice of being extremely closed system. The event was at the evolutionary passage from the shape of stellar system to galactic system. That was our body at that time. Consciousness was a kind of fetus, dreaming yet, but driven its destiny thought its dreams, because without the Matrix, the real reality was the the world of dreams. The original first galaxy was/is a perfect machine, a perfect isolated closed system ( see its theoretical picture at my website). And we, as human beings, are like genes here and now being driven genetically towards the reproduction of that ancestor. Galaxy has modeled our biospherical environment and it is inside our DNA. If I arrived to this event applying the most materialist, rationalist, method (comparative anatomy between living and non-living system), the mystic authors of the Bible, of the I Ching and all great religions arrived there also, because our past is encrypted into our memories, into our DNA. Metaphorically the Bible narrates that event under the name of Adam and Eve in the Paradise. Our reality today is the fake paradise for our consciousness that now, is awaken. We need win the war against our selfish gene in order for to get into the reality that the world has to offer. But, for doing it, we need to take out the veil that hides our demon, the Matrix inside us, created by us at our infant times. (sorry the bad English and the complexity of this issue, but, any comment will be welcome)

xxxxx

Comentario que foi postado:

Very good issue and well written, but, how the author intends to maintain a serious debate whether it uses 10,000 words in his argumentation and the other can only use 239? The author believes that found and defined the whole truth and has nothing else to get from other minds for him to help himself to correct possible errors? So I can not participate.

XXXXXXX

Outro post enviado e aguardando aprovação dos moderadores:

” The name of some quantum discoveries, like the Uncertainty Principle, is enough to induce faint queasiness.  But incrementally, the quantum worldview has overturned so many aspects of the physical world that by now, quite literally, nothing we casually take to be real actually is. Solid objects aren’t solid…”

Our physical world is not overturned by quantum worldview, solid objects continuing to be solids objects, and if we are in this world like men, we need to fight and survive like men. The Uncertainty Principle maybe is not indication that quantum dimension is different,    it is an indication that we did not learn the relativistic aspect of this world. You can not measures the shape of yours own body and the age or position of yours body in time at the same time, because from the act of measurement  to the acts of conclusion yours body is minutes older and so, different shape. Now, try to calculate this difference at micro-scales and considering that particles are under the process of life’s cycle also. It is a relativistic issue of the observer and not a difference between two realities of the observed world. All quantum weird phenomena seems to be a relativistic issue. But, I agree that we are living under the rules of a Matrix, but, the Matrix was built by ourselves as our ancestors, as suggested by models of Matrix/DNA world view.