Archive for maio 4th, 2013

Não entre de sola na moderna doutrina e fé acadêmica: pode ser mais uma nova armadilha!

sábado, maio 4th, 2013

Inunda o noticiário  principalmente na Internet, a pregação da cosmovisão que esta agora na moda e é dita “cientifica”, por Físicos  Matemáticos  Evolucionistas, etc. Hoje na conferencia Ted Talks dentro do complexo do CERN, físicos disseram: ” Desde que encontramos o Higgs bóson e confirmamos a existência do Higgs Field, fechamos com honra a Teoria do Standard Model. Isto passa a ideia (mesmo para os adultos acadêmicos), de que toda a historia do mundo material desde o primeiro instante que a matéria surgiu pela primeira vez com o Big Bang, estaria definitivamente elucidada. Ao mesmo tempo livros produzidos dentro da academia se tornam os mais vendidos, como o livro de Lawrence Klauss, um físico das partículas e cosmologista ativo militante ateu nos programas televisionados, intitulado ” The Universe From Nothing”, afirmando a ideia de que do nada surge tudo, como diz bonito em inglês  ” something from nothing”. Lawrence esta sempre acompanhado do evolucionário biólogo e guru do ateísmo mundial Richard Dawkins, autor de tantos best-sellers como ” The God Dellusion” – A ilusão de um Deus.

Com essa interpretação do mundo torna-se compreensível que a mente do cientista ultrapasse as fronteiras do Universo e viaje alem dela, inquiridora, atras da elucidação do ultimo mistério. O que produziu o Big Bang? Porem como a mente não possui seus olhos mentais próprios de ver, mas necessita de explicações  é compreensivel  que essas pessoas projetem a imagem, a fenomenologia e a sua interpretação do mundo aqui para teorizar como deve ser lá. A conclusão dos físicos expressada na conferencia TED&CERN  foi: o alem é povoado por universos, ao qual denominamos “multiverso”. Enquanto isso a plateia de estudantes e reporteres já engoliu a “informação cientifica” de que universos podem surgirem do nada e são ” nada” – pois Lawrence afirma que conseguiram medir a energia total do Universo e constataram que é igual a “zero” (!). Eu que fui formado fora da caixa e por isso penso “out of the box”, exigiria que ” bring on the Universe over the table”, quero ver essa medição com meus próprios olhos!  Mas a plateia já foi intelectualmente formada dentro da universidade custeada por essa igreja doutrinaria, e para suas mentes produzirem a imagem de um mundo povoado de universos surgindo do nada é apenas um salto inevitável.

Enquanto isso as demais disciplinas cientificas, como a Biologia, a Química  e mesmo a anciã Filosofia, todas se quedam vencidas, boquiabertas,  aceitando os ensinamentos da mestra militante Física.  Há muito tempo nem a Biologia produz uma grande teoria assim tão completa sobre as origens da matéria orgânica e dos sistemas biológicos  ou seja, da Vida, pois não precisa. Os Fisicos já disseram que não existe nenhum vinculo, nenhum elo evolucionário entre o mundo do passado regido pela Evolução Cosmológica com o mundo dos pobres mortais terrestres regido pela Evolução Biológica  pois o universo revolto em flutuações mexe a matéria como minha avó rodava o moinho para mexer os grãos de café ao torra-los, e nessas mexidas em bilhões de anos todos os acidentes não apenas podem acontecer mas acontecem de fato, e assim um acidente produziu a Vida. Se os Biólogos e Filósofos de plantão não encostaram os Fisicos na parede exigindo a prova e demonstração de onde estavam na galaxia as forças e mecanismos que produziram os complexos mecanismos que unem átomos na configuração de complexas moléculas orgânicas é porque todo mundo esta anestesiado por uma doutrina, e ninguém, estando dentro de uma tribo ou de uma igreja ousou contestar os ensinamentos dos pajés e sacerdotes. Ou ia para caldeirões a ser cozinhado com batatas ou para fogueiras a virar churrasco para urubus. Quando acontece de um filosofo meio maluco e desalojado da sociedade como eu, naturalista por nascimento e não formado dentro da universidade, arrumar sua trouxinha e viver isolado na selva amazônica perguntando a Natureza bruta e ainda intacta, as velhas questões filosóficas do ” quem sou?”, ” porque e para que me produziste?”, as respostas que a mãe Natureza lhe sussurra aos ouvidos são muito diferentes das respostas fornecidas pela doutrina la fora, na civilização do asfalto. Essa Natureza sempre esta a dizer: “Eu não jogo dados com minhas criaturas. Se você quer saber como é encima e como foi no passado, observe como é ai embaixo e no seu presente. Eu não sou magica, só posso fazer criaturas com as informações que recebi quando nasci também  portanto, o processo pelo qual se deu a origem do seu corpo tem que ser a imagem e semelhança do processo pelo qual deu origem a mim mesma. É fácil: observe a historia do seu corpo e deduza com sabedoria a minha Historia.”

-” Mas…mas quando vou na cidade e trago uma canoa cheia de livros, leio que você surgiu do nada e alem disso é trapalhona, por isso nos surgimos por acidente!”

– ” Ah… sim?! Então é por isso que ate hoje tenho assistido a repetição da mesma historia, onde todos os humanos vivendo numa mesma época provocam os grandes acidentes que tem destruído seus grandes impérios e civilizações  Quem tem a violência e mais nada no coração, vê acidentes e o nada onde não estão…”

– ” Ah… mas esta historia de que devo pensar como surgiu meu corpo para pensar como surgiu o Universo é absurda! Para começar meu corpo surgiu no instante que se explodiu o involucro de um espermatozoide…glup…”

– ” Bingo! Esta ai seu Big Bang! Existem varias alternativas para se interpretar origens não testemunhadas. ”

A Historia da Humanidade tem sido, desde suas origens ate a recente queda do império soviético, um roteiro em que civilizações são construidas em cima de uma interpretação do mundo, crescem, atingem o apogeu, criam um exercito que  ninguém mais no mundo é capaz de vencer e assim deveriam se eternizar para o sempre. Mas a Natureza nunca se eternizou em nenhuma forma que exibiu, nenhuma estrela evita seu envelhecimento, morte, e renascimento como nova estrela, um pouco diferente. A Natureza não fica de bracos cruzados, ela ate agora tem caminhado e com um proposito, transformando o mais simples em mais complexo, e nessa onda ela leva o cérebro dos vivos na mesma direção  Com isso o conhecimento naturalista tambem aumenta em relação ao conhecimento que existia no cérebro dos que modelaram um sistema social baseado na sua interpretação do mundo. Esse novo conhecimento começa a torturar cada vez maior numero de  cérebros porque se choca com o velho conhecimento de roupagens novas. E mesmo que o sistema se cerque de um poderoso exercito de sacerdotes cavaleiros de santas cruzadas, a onda natural é incontida por meros mortais, e mesmo que o império resista por 3 mil anos como o Egípcio   ou domine o mundo todo como o Romano, essa onda começa a minar sorrateiramente a harmonia artificial, e o inconsciente coletivo encontra alguma maneira de transformar o sistema da civilização,  mesmo que tenha de levar a sua civilização as ruínas.

Sera que agora, pela primeira vez na Historia, esse roteiro mudaria? Se não – e sabendo-se que estas transições são dolorosas, são como cirurgias necessárias, reparadoras, aplicadas pela Natureza, pela Evolução  para corrigir os desvios da arquitetura que esta no topo do processo evolutivo – sera melhor que estejas preparado e não seja mais um paciente na UTI do hospital da Natureza.

Na minha opinião de caipira do mato, esse pessoal da civilização moderna, principalmente os adeptos desta doutrina, perderam o controle de suas faculdades mentais. Mas posso estar redondamente enganado, talvez hajam mutações por acaso e acidentes que repentinamente produzam do nada novas especies de Historia Natural e Historia da Humanidade.

Se esta interpretação do mundo estiver errada e a civilização moderna é mais um castelo sobre areia movediça,  qual teria sido a causa de tantos seres humanos terem caído novamente na antiga armadilha?  Minha opinião é a de que, sendo a Ciência um sistema composto de disciplinas, deixou-se indevidamente que uma de suas partes se tornasse dominante enquanto todas as outras se tornaram recessivas, debeis. E a dominante foi a Física  carregando a bordo sua linguagem predileta, a Matemática, a qual, quando praticada em excesso, sai fora de sintonia com a realidade e passa a ser a linguagem de fantasmas.  Se isto de fato aconteceu, não há como negar que o produto final da Ciência nesta civilização teria que estar desviado da real Natureza, e da direção na qual ela avança  Para um sistema efetuar uma boa obra em relação a Natureza ele não pode ter dominantes internos, o todo interno tem que funcionar em completa harmonia para que a identidade final do sistema opere saudavelmente. A nenhuma parte interna especifica se pode autorizar elaborar a Teoria do Todo, esta tem que contar com a participação da Biologia, da Neurologia… e ate com a opinião selvagem de naturalistas como Darwin e dos semi-macacos como eu que andaram perguntando em infernos que os cientistas do ar condicionado e do asfalto não tiveram coragem de ir. Afinal, a selva também faz parte do todo, no tempo e sua Historia, assim como no espaço com suas distancias astronômicas.

As vezes na selva (por não ter muito o que fazer nas noites sem luz elétrica  ficava olhando as estrelas, tentando enxergar seus planetas e imaginando que nos planetas havia gente sentada e olhando para meu planeta se perguntando se haveria alguem aqui olhando para la… E imaginava qual seria o resultado se extraterrestres microscopicos e feitos de vladzolin e chanilin, vindos de um planeta dominado pela Fisica e sua Matematica, ao verem criaturas aqui feitas de carbono. Tendo olhos diferentes veriam apenas a parte da Natureza clareada pela faixa dos raios gama das ondas de luz, ou seja, veriam apenas a parte da matéria organizada na ordem dos processos e elementos fisicos e mecanicos captados pela Fisica, visiveis nessa faixa de onda. Nas ruas veriam apenas esqueletos de ossos caminhando, se movendo mecanicamente. Assim como somos demasiados pequenos e só vemos nas faixas proximas do infra-vermelho, não conseguimos ver e captar as forcas e a materia da galaxia que estão sobre nossas cabeças e nos empurram contra o solo deste planeta, os meus imaginarios amigos extraterrestres só veriam esqueletos, enquanto sabemos que o corpo humano é formado por trés niveis de organização da matéria – o fisico denso dos esqueletos, o mole e suave nivel da carne e substancias biológicas  e (talvez) o elétrico plasma no nivel de organização da consciência.

Meus ET’s enviariam constantes relatorios para seus sabios no seu planeta descrevendo a mecanica dos seres auto-moventes aqui. Todos os movimentos que pareceriam ” estranhos”, como uma cabeça ficar proxima de outra por longos minutos face a face sem se moverem, seriam relegados como excessoes para estudos posteriores, mas nunca descritos como ” dois seres com corpos ligeiramente diferenciados que possuem labios de carne se beijam por longos minutos”. Pobres ET’s!  O sono me pegava, eu acenava na direção de suas estrelas gritando ” boa noite!”, e fechava minhas duas janelas de carne que me revelavam a existencia de sua estrela, dormindo com um sorriso expressado nos labios de carne que eles não viam e assim não percebiam que eu ria deles.

Para mim os fisicos apenas estão captando o esqueleto do Universo, em seus niveis micro e macrocosmico. Dentro dos limites de percepção do infra-vermelho, avançando um pouco nas faixas da esquerda e da direita. Seus instrumentos de investigação são meras extensões de seus sistemas de percepção  portanto apenas captam apenas a mesma ordem do nivel de organização da materia. O resultado final que estão obtendo é o mesmo que obtiveram os nossos desastrados e míopes visitantes extra-terrestres. Estes quando se perguntassem quem ou que criou esta especie de seres terrestres seriam tentados irresistivelmente a imaginarem que foram outros esqueletos existentes fora da Terra. Por isso nossos pages e papas da doutrina moderna não podem imaginar outras origens para o universo que veem senão a de que teria sido criado como outros universos que existiriam la fora. Seus instrumentos de pesquisa são todos feitos de materia densa e mecanicos como seus sentidos de percepção  os quais nos levaram a construir motores e maquinas da mesma composição e métodos de funcionamento. Por isso quem tem nos revelado e interpretado o mundo invisivel a nossos olhos, como o microscopico na biologia, ou o macroscopico na cosmologia, é a mais avançada maquina, o computador, uma copia grosseira do nosso cerebro. E a maquina, ao invés de nos contar a verdadeira historia do Universo, conta uma historia que é a projeção de sua propria historia: se o primeiro motor funcionou quando houve uma explosão de vapor, o Universo surgiu de um explosivo Big Bang; se o movimento da maquina é um terno vai e vem, o Universo se expande inflacionariamente e por isso terá que se contrair; se o sentido da existência  se o produto final, da maquina, e triturar materia-prima, o sentido da existencia do cosmos e revelado por fantasmas e invisiveis buracos negros que, como canibais do espaço  trituram galaxias e estrelas. Na selva. o cerebro biologico se mantem selvagem, macaquito,  mas natural, e a natureza bruta revela uma diferente historia universo. Mas tambem é uma versão desconfiavel pois o humano é um incorrigível arrogante que não consegue deixar de projetar sua imagem quando imagina seus deuses ou seus mundos sem deuses. Por exemplo, meu rustico metodo de investigação que foi o primeiro método cientifico empregado muito tempo antes de jota cristo, o metodo da anatomia comparada, pelo qual se abria o corpo de um animal para se calcular como seria o corpo humano por dentro, e que na selva eu usava para montar meus modelos teoricos de atomos e galaxias depois de ver o que existia no interior das células e corpos vivos, e calcular como funcionariam protons, eletrons, planetas, estrelas, cometas, para que resultassem nos sistemas funcionais que são  deveria ter me revelado a verdadeira face do Universo. Mas quando cheguei la onde eles viram o Big Bang explosivo eu vi o subito rompimento de um espermatozoide dentro de um ovulo tal como o que deu a origem ao meu corpo, e ao invés de uma face só  eu vi uma estrutura relativística com no minimo sete faces cada uma ao sabor da interpretação do fregues. E para no final me alertar que possivelmente eu cai na armadilha narcisista, a face ultima que continha todas as outras sub-faces era justamente a imagem do DNA. Eu exclamei um nome: a Matrix! A historia do Universo que fora me revelado era projeção da historia e da personalidade, inclusive da mesma imagem, do DNA que estava escondido no centro dos meus neuronios, quem na verdade tinha dirigido a investigação  Hoje sei que a Verdade não sera tao cedo por nos alcançada porque nosso pequenino cerebro e suas imperfeiçoes não o permite capta-la. Mas ainda prefiro acreditar que a historia do cerebro biologico e da Natureza nua e selvagem esta mais proxima da Verdade que a historia do cerebro eletro-mecanico e da Natureza sufocada vestida com mantos de asfalto e cimento. Oxalá eu esteja errado, pois ainda prefiro eu sozinho pagar o preço de uma cosmovisão errada que o grande numero de meus familiares em especie pagarem se a deles estiver mais errada.

Mas longe de mim sugerir que este Universo constituido de aglomerados de galaxias como sua esquelética e mecanica estrutura, seja revestido com materia organizada a nivel biológico e ainda, acima, pelo nivel de organização mental. Sei que não existimos aqui dentro da ponta de um universo vivo como um dinossauro cosmico tao grande que o seu menor movimento de rabo demoraria bilhões de nossos anos e nunca perceberiamos que nosso Universo se mexe e se move. A invisivel e misteriosa ” dark matter” que parece compor mais de 90% deste universo não seria material organizada como a parte mole, organica deste universo. E a ” dark energy” nao seria sua contraparte mental. Por isso não tenho a coragem dos academicos e voltei da selva escrevendo inicialmente que sugiro uma teoria de que… ao invés de afirmar teorias como fatos cientificamente estabelecidos nos bancos escolares.

Mas porque o Universo não deve ser osso+carne+mente como é a criatura que ele gerou aqui?… Porque a Natureza na selva me doutrinou com o dogma de que seu criador tem que ser a sua imagem e semelhança  Ora,… porque nos temos acumulado demasiadas evidencias sugerindo que a evolução existe, e sendo assim, o Universo é uma especie de nosso ancestral que ainda existe, assim como ainda existem bacterias e macacos. Pois ele esta no passado em relação a nos, não no nosso futuro. Pode ser tambem o cemitério de fosseis de um ancestral extinto, e nos – tal como o bioma de criaturas que existem dentro do nosso corpo – teriamos emergido dentro de seu corpo. E a possiblidade de que regiões de nosso DNA, se expressadas isoladas, podem gerar virus dentro do nosso corpo, teriamos aproveitado seu dna “cósmico”. O universo não foi o criador da Natureza, apenas é uma de suas formas no passado, assim como lagartixas podem terem sido minha forma a milhões de anos atras.

Portanto o Universo pode ser o esqueleto que os fisicos estão vendo. Pode ser que não exista mais misterio, tudo morreu sob as botas dos fisicos, e estou aqui falando besteiras. Mas tem uma coisa, a qual me fez sair da minha caverna na selva, retornar a civilização que um dia me expulsou, para gritar aos quatro ventos, com raiva e revolta! Tem uma coisa… que é meu alento de esperança que a minha especie vai sobreviver e alcançar a tocha iluminada da Verdade Ultima um dia. Essa coisa é um pequeno detalhe: esqueletos não possuem informações para erigirem estruturas mais complexas, como as suaves e carnosas que os revestem, e nem plasmas conscientes que se situam ainda mais acima. Não adianta virem me dizer que esqueletos se mexem e se desintegram em pó em bilhões de anos, tentam todas as novas combinações e ressurgem como figado, estomago, coração  cerebro… Pois na selva tenho observado milhares de vezes que todos os esqueletos desaparecem no meio da terra enquanto observei que ainda existem corpos com corações e hipocampos porque vem de uma outra via de propagação de informações naturais.

Estas informações para a Vida e a Inteligencia tem que terem vindo do antes e alem do Big Bang, elas estão la no lugar de um multiverso esquelético dos fisicos. A minha preferida interpretação do mundo, enfiada com violência selvagem pelas ultimas testemunhas existentes das origens da vida nos ultimos bastiões intocados da selva, dentro do meu torturado cocuruto, é a de que este Universo é uma especie de ancestral ou ovo comisco dentro do qual esta sendo gerado por mero processo genético ou computacional, o filho do sistema que existia antes do Big Bang e deve existir ainda alem do Universo. Se neste estagio embrionario em que o feto adquiriu a forma biologica, e o embrião adquiriu a forma consciente, denominada ” especie humana”, ao menos nesta perdida região dessa imensidão cósmica, é porque o sistema criador tem Vida e é Consciente.

Interpretações diferentes são assim diferenciadas devido as conexões neuroniais serem diferentes entre nos, humanos. É compreensivel que uma cultura civilizatória modele os cerebros de toda sua população na mesma e unica configuração  Quem esta dentro de um sistema não pode conhecer as verdades e mentiras do sistema em sua totalidade, apenas quem o observa de fora. Mas estes tambem erram em suas interpretações de tal sistema se não estiverem localizados acima de todos os sistemas e verem a ultima conjuntura. Eu estou expressando a minha interpretação formada fora do sistema, mas por um sistema ainda mais atrasado. Porem é possível que o sistema de sua civilização tenha avançado mais artificialmente que naturalmente, como o sistema que me formou conserva os princípios primeiros da natureza bruta ainda. Não se influencie pelo que digo porque certamente estou errado mas lembre-se do roteiro que se tem repetido ao longo da Historia Humana e desconfie da doutrina que estão te enfiando cocuruto adentro nos bancos escolares. Pois quero morrer sorrindo com a esperança de que minha especie vai me vingar e vai subir… subir… subir ate alcançar o pico do Olimpo, se apoderar da tocha de fogo do poder e obrigar Zeus a contar tudo direitinho, tim-tim por tim-tim, e não que nossas proximas gerações sejam objetos de novas cirurgias dolorosas. A Ciência moderna é para mim a evidencia de que o resultado atual de sua atividade é um produto falso. Pois ela se tornou um sistema acomodado com uma grave irregularidade e desarmonia interna, e isto so pode produzir uma entidade doentia em relação a sua Natureza. Qualquer ser racional ainda mantenedor de suas faculdades mentais veria que ao invés de mais esqueletos la fora, tem que haver Vida e Inteligencia.  Amem!