Archive for dezembro, 2015

A auto-consciência do “Eu”, como ego, nada tem a ver com o verdadeiro “Eu” cósmico, o qual é o “Não-Eu”

domingo, dezembro 20th, 2015

Em que este meio-macaco que nasceu com a formiguinha inquieta da filosofia naturalista, recém-vindo das selvas e civilizado na metrópole de New York se levantou pensando hoje? Fui dormir assistindo uma palestra da moderna crença materialista que domina as ciências do cérebro – como a neurologia, a psiquiatria, a psicologia, a sociologia, etc –  nos meios acadêmicos, universitários desta época. Os caras querem acreditar que desvendaram que é a auto-consciência partindo de uma pergunta:

” Se, quando vou dormir todo dia, ou quando tomo uma anestesia, perco totalmente a auto-consciencia, porque e como é que o “Eu” volta todo dia justamente como foi ontem?!” E como se uma solução para esta simples pergunta ( que pode estar errada, pois a ciencia não prova que a auto-consciencia quando no sono ou sob anestesia desaparece se esfumaçando no ar) autorizaria o ser humano a afirmar que descobriu tudo sobre a auto-consciencia, eles encontraram um solução ” deles” e agora acreditam: ” Acontece – diz um dos maiores lideres dessa crença, o cientista-neurologista Antonio Damasio, com varias técnicas importantes criadas para estudar o cérebro – que o cérebro humano tem três estruturas. Uma é a parte verde do tronco cerebral responsável por trazer o corpo todo ao cérebro, e se danificar esta parte, o individuo fica sem consciencia, em estado de coma; a segunda, é a parte vermelha do tronco que traz a mente do cortex cerebral para sentir a existencia do corpo, e se danificar esta o individuo fica com consciencia mas o corpo totalmente paralisado; estas duas partes, vários outros animais possuem, revelando que o cérebro humano é puro resultado da evolução biológica. A terceira estrutura é o cortex cerebral, este sim, uma especialidade apenas humana porque nenhum outro animal o possui tão desenvolvido. E o cortex nada que é que o fluxo mental das imagens que são captadas pelos sensores do cérebro, como as imagens visuais, ondas sonoras, tato, etc. Então, aquilo que nos recuperamos todo dia ao levantar é a atividade do tronco cerebral relacionado a trazer o corpo para o cérebro, pois, apesar de termos dormido, o interior do corpo continuou funcionando do mesmo jeito, o “eu”, ou seja, a sensação da existencia do interior do corpo que nunca muda durante toda nossa vida, e’ o que denominamos ” auto-conciencia”. Esta’ ai’, carregada pela biologia evolucionaria materialista, a explicação soberana, suprema, cientifica, do ser humano como um fenomeno puramente mecânico.” E não é que essa teoria esta muito bem elaborada, fundamentada, que não temos como rechaça-la, cientificamente? Eu fiquei apenas com uma duvida, o que vai me fazer rever a palestra, perguntar a seguinte pergunta:

” Isto significa que para a auto-consciencia estar existindo num corpo humano, é preciso que esteja ligada as três conexões, entre corpo, tronco cerebral, (as suas duas partes) e  cortex. Voces dizem que se cortar fora a parte do tronco que recebe a interação vinda do corpo, ficamos paralisados, porem conservando a mente. Voces disseram que se cortar a parte corpórea do tronco, perdemos a consciencia e ficamos em coma. Isto não esta’ batendo. Se o corpo fica paralisado, ms não desaparece, devíamos sentir a consciencia paralisada, sem desaparecer. E como voces provam que não é isso que acontece?!” Bem, e’ claro que os cientistas não são burros e já fizeram-se esta pergunta e encontraram uma solução que se encaixa em seu paradigma. Mas eu preciso saber essa solução, que na palestra não foi revelada. Depois de Darwin a teoria evolucionaria deixou de ser teoria para o meio acadêmico, tornou-se verdade irrefutável, e a biologia evolucionaria, mais a fria e calculista Física, baseada na não mais fria e calculista Matemática, guia as nossa mãos e a nossa criação de tecnologia em pesquisas, quando procuramos respostas na Natureza. Mas no cocuruto deste macaco que viveu e sentiu a Natureza bruta na selva, alguma coisa esta’ errada nesta teoria. Ja apontei aqui muitos casos, e não recebi dos materialistas nenhuma explicação. Mas nesta amanha ao levantar me ocorreu um outro problema para esta crença materialista. Quando vemos um leão atacando e comendo viva uma ovelha jovem,  nossa mente sempre curiosa e procurando as explicações, formadora de conceitos rápidos, se focaliza no leão para buscar a explicação. Podemos ver a ovelha, sentir seu terror e dor, mas nossa mente passa batido sobre ela, e vai se concentrar no leão. Talvez porque ele é muito maior e ocupa quase todo o espectro da imagem. Ou talvez porque o instinto predador esteja firmemente alojado em nosso inconsciente como um prazer intimo inconfessável. E então a todo mundo que perguntei qual a explicação da imagem,  resposta veio rápida: ” “E o instinto natural, o leão foi feito para isso, ele te que comer senão morre, então é ele ou a ovelha, e claro, ele não vai aceitar que o morto seja ele.” Mas e a ovelha? Não é tambem, instinto natural? Ela não foi feita para isso? E como dizem os materialistas, a ovelha foi feita exclusivamente pela Natureza materialista e mais ninguem, então que Natureza burra é essa que se autocria uma criatura para sofrer terror e dor?! Sim pois ali naquela cena, é a Natureza quem esta’ sendo torturada, dilacerada, assassinada.  Evolução segundo Darwin não explica isso. Alias, isto não se encaixa de maneira alguma na teoria evolucionista nem de Darwin nem na moderna neo-darwinista, ou moderna síntese. A seleção natural produz a fitness, adaptação, elege a força,  capacidade, prazer, o sucesso? Mentira! Eu estou olhando pelos olhos da Natureza que fez, criou, que existe, e portanto foi selecionada, a sua forma de ovelha. E a estou vendo eleger o sofrimento, a dor, a tortura, como se fosse a Natureza fosse uma sado-masoquista. E não poderia existir Natureza sado-masoquista apreciando a ser torturada. A prova disso é  o cérebro criado pela Natureza que ao sentir o menor toque da dor numa mão, a retira imediatamente. Não, a Natureza não gosta da dor. Mas a dor existe, e como dizem os materialista, tudo foi criado pela Natureza, ela criou a dor para ela mesma?!

Obviamente, a dor, a ovelha, o terror que a natureza sente não foi criado por ele. Portanto existe alguma força mais poderosa que a natureza criando estas coisas dentro da Natureza Ago que esta escapando ao nosso complexo sensorial e a nossa inteligencia.

Ate’ a loura Kate Perry age com mais inteligencia que a Natureza? Pois na sua musica, ” Roar”, o seu namorado foi comido por um tigre, mas ela reage, ela não e’ masoquista, ela tem o poder da Natureza, e então quando o tigre vem nela e ruge, ela ruge mais alto e cresce mais que o tigre. Claro, ninguem, com o minimo de poder, se sujeita a ser a vitima. E  a Natureza tem todo o poder deste mundo.

-” Naão… , você esta confundindo tudo – responderia o Dr. Damasio, com certeza. ” A Natureza elege, seleciona o sucesso,a forca, a capacidade de adaptação. Acontece que o mundo possui obstáculos, elementos adversos, e então a natureza seleciona a forca que vence estes obstáculos. Quando ela sente o toque destes obstáculos, ela sabe que ‘e hora de se desviar, contornar, e voltar por cima com a capacidade de destruí-los. Para isso, para avisar a criatura, sobre este toque ameaçador do mundo inóspito, existe a dor.” E minha pronta refutação seria:

” Mas que mundo? Ora, o único mundo que conheço e’ a Natureza, feito pela Natureza, universal. Se o mudo tem obstáculos para a Natureza, corresponde a dizer que a natureza criou obstáculos para si mesma. E obstáculos que lhe causam dor, tortura. Isto não faz sentido. Porque é que quando vocês querem apresentar evidencias para sua visão materialista voces separam natureza do mundo como se o mundo fosse criado por algo que não a natureza, portanto, supernatural? isto é acreditar em fantasmas, isto é uma religião como qualquer outra.” Não, esse meio-macaco aqui é f… Quando mexem com ele, ele prega fogo! Não vão pensar que porque vim da selva de tanguinha e bodoque, porque sou selvagem, que eu tenha de ser um “pouco” burro tambem. Não, eu sou é “muito” burro. Tao burro que não consigo entender a fé materialista, nem a fé deísta, fé’ nenhuma, nada. Quando estou na selva eu continuo a sair da barraca na calada da escuridão da noite com a pistola numa mão e a lanterna acesa na outra, procurando de soslaio e sorrateiramente, se pego a Natureza criando, fazendo alguma coisa `as escondidas, para ter respostas as minhas perguntas de mente aberta, andarilha, e ver se encontro alguma fé’ que me traga finalmente paz de espírito e  eu possa me acomodar como touro sentado no ar condicionado de um laboratorio como fazem os materialistas como o Dr. Damasio. A existencia do mundo, ou seja, da Natureza, não explica pela Natureza, pelo mundo, por si so. Tem alguma coisa escondida ai. A auto-consciencia tambem não pode se explicar a si mesma por si so. Por isso ficam estas falhas como a de que, em coma, a consciência paralisada parece que desaparece.

Lembro-me da palestra de outra cientista neurologista, a Dra. Jill Taylor, que teve um derrame cerebral e foi a unica cientista pesquisadora de desordens cerebrias que conseguiu estudar a coisa de dentro para fora. E la disse: ” Quando o meu hemisfério direito esta no comando, eu sinto que sou “eu”, e com isso eu me separo do mundo, eu tenho um ego, e com isso sou auto-consciente da minha existência. Mas quando no derrame o meu hemisfério direito tomou conta da situação, eu cresci como um balão inflado, me tornei do tamanho do Universo inteiro, e eu era pura energia, o mundo era energia, eu era a fonte dessa energia, não existia passado nem futuro, apenas o presente…nem eu era eu” Eu continuo achando que a Dra. Jill esta com sua auto-consciência quando ela esta viva aqui, vivendo como ser humano. Mas quando ela se sente o universo inteiro, a fonte de energia, que ela não é separada do mundo, que não existe passado, futuro, tempo, etc., ela perdeu essa auto-consciência humana. Isto significaria que a auto-consciência não é a a ultima palavra, não é a soberana do mundo, não ‘e o ultimo topo da evolução. Tem algo ainda acima dela, mais complexo, mais poderoso. Uma luz tao forte como o súbito bater dos faróis de um carro que nos faz fechar os olhos, cegando-mos, porque não temos a forca para vê-la. Algo que sta escapando das mãos dos materialistas, algo que esta tao próximo dos potentes instrumentos que eles tem no laboratorio que os deixam cegos quando entram no laboratorio. E os faz tornarem-se exclusivamente auto-conscientes. Sempre estão pensando que desvendaram o mundo. Ai de repente descobrem a existência de um elemento que nunca viram, nunca imaginaram existir, mas que muda seu mundo pondo-o de ponta-cabeça,. Como foi o caso da anti-matéria. Depois a dark-matter. Ou do Sol parado no centro. Ou do DNA dentro dos seres vivos. Ou da Matrix/DNA que ainda desconhecem e que esta’ sugerindo que o processo da evolução natural é muito mais interessante e complexo do que a teoria evolucionista que estão ensinando nas escolas como verdade incontestável.

Na minha macaquica opinião, a conclusão do Dr. Damasio, na sua definição de auto-consciência, ele não toca a auto-consciência que eu estou procurando. Aquela que esta arraigada no instinto e que já fez tantas pessoas darem tantos nomes diferentes, como é o nome dado por Paulo Coelho: “a alma do mundo”. Na minha macaquice eu vou continuar grunhindo bem alto par ver se alguem ouve:

– ” A auto-consciência do “Eu”, como ego, nada em a ver com o verdadeiro “Eu” cósmico, o qual é o “Não-Eu”… e esse ‘e o verdadeiro “eu” que me interessa. Não adianta você vir dizer o contrario a “eu” porque o “eu” não pode te ouvir. “Eu” e’ algo que esta muito acima do que essa coisa que o Dr Damazio pescou no laboratorio chamada “consciencia”. Alias, “eu” vai para alem deste Universo.

Eu tenho uma imagem na mente. Imagine um oceano de águas revoltas. No meio destas ondas, surgem bolhas. Quando elas explodem, voltam a ser a água do oceano. Esta bolha sou “eu agora dentro do meu cérebro, mas na verdade, eu sou o oceano. Por isso ando na rua cantando: ” Eu sou um bolha! Pa’ – para’- pa’ – pa’… E dai? Ninguem tem nada com isso. Eu sou um bolha… com muito orgulho!

Eu to avisando que a mestra Dona Natureza – que la na selva ela ‘e a professora e dona soberana da sala da aula, esta ensinando uma versão diferente da evolução. Mas para ir la ser aluna dela tem-se antes que tomar um banho dentro do cérebro, fazer uma verdadeira lavagem cerebral de toda cultura humana de 15.000 anos digerida na civilização, para com este colapso retornar ao estagio semi-símio, apreciando bananas, subindo nas arvores e grunhindo ou assoviando toda vez que ver uma miss macaca passar por perto. Raios… hoje e’ domingo, não era dia para acordar com estes grilos na cuca, eu vou mesmo é sair e tomar uma cervejada, um brinde ao materialista Dr. Damasio pelo grande contribuição dele de ter me afastado ainda mais de sua fé. Este mundo natural  é grande, louvado seja! Para quem quiser ver a palestra que esta legendada em português ( basta clicar em subtitles e escolher o idioma,e ainda tem o transcript, que é  o texto escrito da palestra, em todos os idiomas), aqui não vai o seguinte link:

O Método para se entender a auto-consciência

 

https://www.ted.com/talks/antonio_damasio_the_quest_to_understand_consciousness#t-1101716

Cérebro Humano Evoluiu Devido Cozimento do Alimento – Mais Informações Sobre o Cérebro

sábado, dezembro 19th, 2015

xxxx

O que ha’ de especial no cérebro humano, que nenhum outro animal tem?

(Nao responda que e’ cabelo penteado pois isto e’ consequência daquela coisa especial. A palestra em video esta legendada em português (clique subtitles e escolha na lista de idiomas), com a excelente qualidade da organização Ted Talks, neste link:

https://www.ted.com/talks/suzana_herculano_houzel_what_is_so_special_about_the_human_brain

A cientista e neurologista Suzana H. Houzel tem uma postura filosófica nas Ciências, o que a induz a notar interessantes detalhes da Natureza que ainda ninguem estudou e isso induz a fazer Ciências, ou seja, pesquisa, experimentos. Suas descobertas e teorias são valiosas.

Algumas das importantes informações:

1) O cérebro consome 25% da energia do corpo, o que obriga os animais inferiores a gastar mais tempo se alimentando ( de 8 a 14 horas por dia), e quando o humano passou a cozinhar o alimento esse tempo decaiu, ate a 1 hora diária de hoje;

Então o grande salto evolutivo do cérebro humano seria impulsionado quando alguem começou a cozinhar um alimento?

2) ” O cerebro humano tem 86 mil milhões de neurónios, 16 mil milhões dos quais estão no córtex cerebral, e se considerarmos que o córtex cerebral é o local de funções como a perceção e a lógica e o raciocínio abstrato, e que esses 16 mil milhões é o máximo de neurónios que qualquer córtex tem, acho que esta é a explicação mais simples para as nossas capacidades cognitivas notáveis. Mas igualmente importante é o que os 86 mil milhões significam. Porque descobrimos que a relação entre o tamanho do cérebro e o seu número de neurónios podia ser descrita matematicamente, podíamos calcular como o cérebro humano seria se fosse feito como o cérebro de um roedor, cujos neuronios são maiores que os nossos. O cérebro de um roedor com 86 mil milhões de neurónios pesaria 36 kg. Isso não é possível. Um cérebro tão grande seria esmagado pelo seu próprio peso, e este cérebro impossível estaria num corpo com 89 toneladas.”

3) 06:45 – Isto traz-nos já a uma conclusão muito importante, que é que nós não somos roedores. O cérebro humano não é um grande cérebro de rato. Comparados com um rato, podemos parecer especiais, sim,mas isso não é uma comparação justa de se fazer, dado que sabemos que não somos roedores. Somos primatas, pelo que a comparação correta é com outros primatas. E aqui, se fizermos as contas,descobrimos que o primata genérico com 86 mil milhões de neurónios teria um cérebro de cerca de 1,2 kg, o que parece mesmo certo, num corpo de cerca de 66 kg, o que no meu caso é exatamente correto,o que nos traz a uma muito pouco surpreendente, mas ainda incrivelmente importante conclusão: eu sou uma primata. E todos vós sois primatas.

 

E Darwin também era. Adoro pensar que Darwin teria realmente apreciado isto. O seu cérebro, como o nosso, foi feito à imagem do cérebro de outros primatas.

4) 12:27 – Então qual é a vantagem humana? O que é que nós temos que nenhum outro animal tem? A minha resposta é que temos o maior número de neurónios no córtex cerebral, e penso que é a explicação mais simples para as nossas notáveis capacidades cognitivas. E o que é que fazemos que nenhum outro animal faz, e que eu acredito ter sido fundamental para permitir-nos atingir aquele grande, o maior número de neurónios no córtex? Em duas palavras, nós cozinhamos. Nenhum outro animal cozinha a sua comida. Só os humanos o fazem. E penso que foi assim que pudemos tornar-nos humanos.

 

Como os neurônios nos guiam versus como nossa mente guia nossos neurônios ( Ted Talk)

sexta-feira, dezembro 18th, 2015

Neurologista faz uma apresentação em video no Ted talk sobre  ” Como seu cérebro te diz onde você esta‘”. Excelentes informações, tecnologia, etc. Porem existe um conflito entre o moderno paradigma acadêmico e o paradigma da Matrix/DNA, o que motivou meus comentários postados no debate. A seguir, copia dos comentarios e link: https://www.ted.com/talks/neil_burgess_how_your_brain_tells_you_where_you_are#t-471036 xxxx Meu comentario de introducao:

Louis Morelli

Posted Dec – 18 – 2015
Is there any scientific fact as proof that this materialistic paradigma anthropomorphizing a bunch of atoms called cells in the way that they could tell anything to the intelligence ( or mind, or consciousness), of a human being? Because if we consider the opposite, the other way around, it works same way and makes lots of sense. But, for understanding it is necessary a knowledge and a research method that are not being taught at our modern universities: it is about the identity of all natural systems. It has been a force that has controlled the thermodynamic equilibrium of systems, from atoms to galaxies. This paradigma has Dawkins at the head, who already gave personality and purpose to a less complex bunch of atoms called genes! They believe that consciousness was invented by first time in this world by the human brain, who by magics and from nothing created the information for, since that they had not showed where these information for consciousness came from. Again, since nobody watched how it happened it is not a scientific fact, yet. Let’s look what have to say a different paradigma called “Matrix/DNA Theory”: ” Nervous systems and their evolutionary product, the brains, are a natural system that was developed since primordial cells’ body. It was a necessity of biological bodies for better working the identity of systems. As we can see at the formula for natural systems, a complete and perfect closed system is composed by seven pieces. Each piece has a specific function determined by the force we call “life’s cycle”, which was encrypted at any natural light wave as its seven different frequency/vibrations. The sum of information of all pieces, plus the fuzzy information that emerges from the interaction of those pieces, creates the control force, the systemic personality, which is its command of instructions, its identity. ( to be cont. below – sorry, when talking about a new world view, we need explain the basics, if not, nobody understand one word).

So, as natural system, the atoms, estelar, galactic, cells systems have their own identity. But as these systems are merely new shapes of a unique system that began at the Big Bang, and they are coming under evolution, becoming more and more complex, so, the identity also began at the Big bang and is under evolution. As said the philosopher: the mind, or consciousness, was sleeping at atoms, dreaming at galaxies, began waking up at the biological shape of that system, and is lifting up at human beings. But, it is still an embryo, the human head is the egg, the brain is the placenta and amnion. In this Universe is occurring a process of genetic reproduction. Reproduction of an unknown natural system that triggered the Big Bang and inoculated its code in shape of light waves. Since that here emerged consciousness, it is due that system has it, of course. When we are under embryogenesis, we get consciousness about the six or seven month. But, no one of us invented our consciousness. It was existing beyond our egg, or embrionary sac, our little universe, in a specie called human beings. Ok: six human months are 13,7 billions universe years from human perspective. Universes’ embryogenesis takes 20 billion years. What’s the problem with that? Are you not seeing that the embryo is still expanding? About space orientation, it is the identity that make the calculations, then send instructions to specific neurons that have specific memories and are linked to specific muscles as legs, arms, etc. An not the other way around. There is an evidence for it. As discovered Tor N. in his ” The User Illusion” our mind is slow than our brain when getting signals/stimulus that touches our body. It is 16% slower. Then, when you go to a parking lot picking up your car first time, you think or stop before for to make those calculations, since that space does not touch our body. ( cont. next post)

Louis Morelli

Posted a few seconds ago
I know that with this reduced explanation nobody will understand a new world view that never had rad/imagined before. It could be helpful, if you see the formula for natural systems, at my website. You will feel the necessity and the presence of the systems’ identities. Mental disorders are ancient diseases that still has not been eliminated by Science. We still does not know how to touch the brain for fixing it. It means that something is wrong, and after matrix/DNA, I am suspecting that it is the paradigma. By the way, considering the importance that is human health, I think that all solid alternatives must be researched..

XXXXX

Andor Bodnar

Posted 4 years ago
the brain tells you nothing… a neuron doesn’t know anything, and it don’t tell anything to the brain. It is the human being, like Jim and Sarah, that figures our where he or she is, not their brains. However they wouldn’t have the mental capacity to figure out where they are in space, so their brains are a necessity. But the notion that your brain tells you things is misconceived. xxxx
Louis Morelli

Posted Dec. 18 – 2015
I am with you, Andor. See Matrix/DNA Theory explanation above

xxxx

Dave Hoggan

Posted 4 years ago
In reply to: Andor Bodnar
So the conscious human came first and then the brain out of necessity? What are you on about. Read a book son. xxxx
Louis Morelli

Posted Dec – 18 – 2015
In reply to: Dave Hoggan
Is there any book that watched who came first and how they came to be?! That’s impossible because there were no human being as witness, that time. Any book about must be a philosophy’s theory, no scientific one. Do you really believe that the human brain created such complex thing like consciousness? Do you believe that consciousness never existed before in this world, so, the human brain invented it first time? Or got it from nothing, by magic? If didn’t have information for consciousnesses in this Universe, the human brain created those information?! There is other alternatives about how they came to be. Read the post above from Matrix/DNA Theory, it is one plausible explanation. xxxxxx Interessante o seguinte post de um leitor:
Marc Applebaum

Posted 4 years ago
Interesting information about the neurology of location–at the same time neuron’s don’t “know” where we are, only a consciousness can “know.” I’d argue that when we start anthropomorphizing cells, we simultaneously lose the meaningful sense of consciousness as a whole. So while the cells are the substrate within which consciousness of place arises, and understanding their individual functions is obviously important for neurological science, psychology can’t afford to forget abouts its primary subject–the psyche as a whole.

Nicotina ajuda a memoria?! Veja estes dois comentarios:

Tom Callahan

Posted 4 years ago
Very interesting, especially the brief mention of visual imagery. This may be related to an interesting observation I made when I recently quite smoking. On Sept 3rd, 2011 I quit smoking. For the next 3-4 weeks, there must have been a significant chemical imbalance in my brain, from the deprivation of nicotine. Normally when asked if you want to do something or go somewhere or have something to eat, your mind conjures up images or associated feeling with whatever was suggested. For example, normally when asked if you wanted to go again to a particular restaurant, that you have been to before, you conjure up your memories of the last visit, which determines whether you feel positive or negative about the experiences and therefore about the possibility of doing that experience again. However, for those 3-4 weeks, because of the imbalance there was no visual imagery presented, and decision making was almost impossible. It was as if I had never been to the restaurant before and had no recall of any feelings about the experience. When no “feeling” came through, I became very much aware of the loss of cognizance. It was not as if I received those visual images and chose to ignore them, it was startling to notice that they were not there. This occurred on many different occasions related to questions like, “What do you want for dinner?”, “did you see that movie?”, “have you ever eaten there before?”. After a month or so, the cognizance began to return, but after 5 months, has yet to feel the same. Decision making and going with the “gut” feeling, feel almost lackadaisical. Makes me almost want to start smoking again, or at least taking nicotine. And then related to your talk, why are some people able to remember where the car is and others are not. Why do some people get lost driving around the block and others never need to look at a map. And how does the brain chemistry play a role.
Mitch SMith

Posted 4 years ago
@Tom, Thank you for that insight! I can connect it with one of my own insights from long ago that never got connection till now. When I first began smoking cigarettes, I noticed that it affected my visual perception: When smoking in the dark, I noticed that if I moved the glowing end of the cigarette in a circular motion, I could discern a ghost-image of the ember trailing the primary image.. it was fun to make air-drawings with it (a bit like making circles with a sparkler firework). But the key thing was that – if I puffed the cigarette, the trailing “ghost” image lagged further. The nicotein was delaying the “reset” of my retinal sensors. If nicotein is doing that reset lag over the entire brain, then the synaptic wiring will have learned it all in the context of the neuron firing duration. Without that context .. I can see that all learning in the context of nicotein will become displaced to some extent. In effect, you will have to re-learn everything. This might help with devising quit-smoking drugs The ghost image was distinct. It appeared at the end of the fade-trail. From that – the visual system “watches” as a stimulus comes in from the sensor. It waits for the sensor to stop firing, then repeats it .. somewhere .. perhaps in the sensory layer .. but perhaps in the cognitive layer (the echo has no trail of its own – somehow, that gets filtered out as non-information[noise]). SO there are 2 things: 1. “see it”. 2. “got it”. INteresting.

Mais Informação sobre Cérebro e Consciencia

sexta-feira, dezembro 18th, 2015

xxxxx

Dúvidas Sobre Efeitos Eletromagnéticos no Cérebro, Consciência e Livre-Arbítrio

http://www.universoracionalista.org/duvidas-sobre-efeitos-eletromagneticos-no-cerebro-consciencia-e-livre-arbitrio/#close

Meu comentário enviado e aguardando moderação: Louis Morelli – Dec – 20 – 2015

O autor Douglas padece de seus “transtornos psiquiátricos” , como todos os humanos, e explica o porque:” Um delay de 0,5-1 segundo faz com que os processos de decisão acontecem de forma inconsciente e que a consciência de uma decisão é na verdade posterior ao processo de decisão” Esta demora da consciência em aprovar a decisão baseada na sua experiencia de vida e’ confrontada com sua fé, sua visão de mundo, e se não existir contradição, a decisão é aprovada. Por nunca ter experimentado estados alterados do cérebro e educado dentro da moderna cosmovisão materialista dominante nas suas escolas, ele decidiu que todos os relatos são alucinações sem respaldo na sua realidade, depois disto se encaixar em sua fé. Então existe o livre-arbítrio, pois se esta não fosse sua fé, sua consciência poderia ter desaprovado a escolha empírica do inconsciente.

Eu queria saber quais são suas bases cientificas para afirmar que o relato da cientista e neurologista Jill Taylor ( veja video My Stroke Insight do TED Talk) foi uma alucinação e a realidade que ela disse ter visto e sentido, não existem.

Nenhuma doutrina deveria ser aceita pela mente aberta e racional se considerar apenas dois fatos e uma teoria razoável:

1) A Teoria das Cordas sugere que existem ao menos 11 dimensões. Nos percebemos apenas 3 ou 4. Com isso, louco sera qualquer individuo que pensa que conhece o mundo ou a logica deste mundo. Em nosso cérebro faltam ainda os sensores para percepções da conjuntura maior, e por faltar estes sensores, nem ideia temos de como desenvolve-los tecnologicamente para fazer os tais testes psicológicos que seriam realmente sérios.

2) Nos perdemos a antena dos insetos, ela se atrofiou e tornou-se a pequena pineal, apagada no fundo do cérebro ( e sendo o elemento mais importante no cérebro em relação a efeitos eletromagnéticos, não vi nenhuma menção dela no artigo) . Não captando o magnetismo dos corpos, nem o nosso mesmo, e apenas confiando em instrumentos mecânicos que são meras extensões de nossos sensores cerebrais para dizer que sabemos sobre magnetismo, seus efeitos, é muita precipitação;

3) Vemos apenas duas ou três das sete faixas das ondas de luz visível. E falta ainda captar as cinco ou seis especies de ondas que emanam das radiações, como o gamma, o ultra-violeta, etc. Assim, todos os objetos muito distantes, sejam macro ou microcósmicos apresentam apenas uma pequena percentagem de suas formas e realidades.

E’ extremamente util e louvável que se divulgue a Ciência, pois ela é hoje o segredo da riqueza e poder militar/tecnológico das nações. O maior pecado brasileiro esta justamente na falta de pratica, de investimento, de interesse do publico pela Ciência.. Mas temos que desenvolver a Ciência para o bem-estar dos humanos e não do capital ou da fé e ideologia de uma minoria de predadores que estão no poder. Os relatos da Dra. Jill sugerem que tanto a consciência humana, como o ego, o “eu” e a própria especie humana são fatores temporários de menor importância. O importante dentro do humano ‘e o “não-eu”, a não-consciência, que se tornam mesquinharias perto do que esta dentro do humano mas é maior que o Universo.Quero ver qual o fato comprovado cientifico que anula este relato, ou o depoimento de alguém que teve derrame no mesmo local e circunstancias. E eu não acredito nisso, mas mantenho sob pesquisas. A Ciência se limita a fatos reais, ela faz a campanha dos fatos, que e’ sua campanha e não campanha sobre fatos ou não-fatos aos quais ela não teve ainda acesso, como os conceitos humanos, tais como fé e seus produtos.

Video-Conferencia: Why is There Something and not Nothing?

quinta-feira, dezembro 17th, 2015

xxxx

Insistem os cosmologistas com a teoria de que no inicio havia apenas um pequeno ponto onde toda a massa e energia deste Universo estavam estocadas. Isto foi repetido a exaustão hoje na conferencia ( hangout do Google+) com link abaixo. Eu não resisti a deixar la o seguinte comentário:

https://plus.google.com/events/c5b97i9kv9rrf4q8rk8jsrrqgqg

https://plus.google.com/u/0/

Why not Nothing?! I can’t understand why cosmologists prefers theories imagination=based than theories reality-based. Everything was reduced to a little primordial point? Ok,  we have here and now a sample about something big and complex that was a little primordial point: a human being and its initial chromosome. Is the Universe expanding? No problem: at every process of embryogenesis the fetus is expanding.  There was a big bang? Again, there was a bang when the spermatozoon’ membrane “exploded” at the center of the ovule. And so on, we have just here a miniature of the Universe History. But no cosmologist, no scientist, are researching this paradigma, only I am doing it at Theuniversalmatrix.com and I have already 2.000 evidences favoring this theory. It is normal to humanity at this earlier times to behavior like children,preferring imagination than reality… but is time to wake up.

Fotons: A Memoria Eterna?

quinta-feira, dezembro 17th, 2015

xxxxx

Fotons não tem ” tempo” porque eles viajam `a velocidade da luz, onde tempo e’ zero. E fótons não decaem como as particulas, porque decaimento e’ uma ação do tempo. Então, se o fóton for realmente – como sempre sugeriu a Matrix/DNA Theory – o objeto na Natureza em que e’ registrado todo bit-informação ( relacionados `a natureza e portanto `a formula de Matrix e todos seus derivados) – esta’ explicado um monte de detalhes da Matrix/DNA.

Por exemplo, a sugestão da Matrix: ” Este Universo nada pode criar que ele não tenha recebido informação no momento do Big Bang e expansão da primeira onda de luz.

Projeto Pequenas e Livres Livrarias em Parques e Espaços Publicos

terça-feira, dezembro 15th, 2015

xxxxx

Sensacional ideia para o Brasil, criada no Canada’! ( Digitar Little Free Library no Google que aparece muitos links, inclusive wikipedia)

Livrarias Livres para Espacos Publicos e Quintais

 

Isto ai na foto e’ simplesmente uma caixa instalada na frente de uma casa no Canada’. Pessoas podem abrir a porta da casinha, ver os títulos, levar algum, como tem muitas pessoas que trazem livros para trocar ou simplesmente aumentar o acervo da casinha. Num pais em que a educação, o intelectualismo, a falta de interesse pelos pilares básicos da riqueza que são as ciências e tecnologias, a desmotivação moral para participar nas melhorias do social descambando para a predileção pela agressão e violência ao próximo – como esta’ acontecendo no Brasil, esta seria uma sementinha que pode se desdobrar em muitos outros frutos que a sociedade realmente esta necessitando.

Sabemos que qualquer tostão num destes sebos de livros podem adquirir um monte de livros suficiente para encher uma casinha. Mas principalmente as crianças e jovens pobres das vilas nem sequer podem entrar nestes sebos. Esta’ ai’: senão podem ir aos livros, que energizam, curam e engrandecem suas mentes, vamos levar o livros a eles.

Mas quem faz, como fazer tais casinhas? Aqui esta o segredo,… facil:

P1090888

 

Um ou dois carpinteiros ( voluntários ou cedidos pela prefeitura numa tarde de domingo na praça do bairro) e um pouco de madeira, faz o trabalho. Claro, as pessoas contempladas devem antes subscreverem-se, ficando seus nomes e endereços registrados. Estas subscrições poderiam ser feitas por voluntários rodando as ruas e escolhendo pontos e casas bem localizadas para tal, oferecendo a casinha para que um ou mais residentes a administrem.

Mas podem vir problemas dos mais estúpidos possíveis. Como revela este artigo, e sera bom guarda-lo para já saber a experiencia dos que enfrentaram isso:

The Danger of Being Neighborly Without a Permit

http://www.theatlantic.com/national/archive/2015/02/little-free-library-crackdown/385531/

Em todas as comunidades existem os cães de guarda dentre os grandes predadores que imediatamente saem raivosos latindo e mordendo quando veem qualquer grupo reunido de presas em qualquer tipo de lazer. Geralmente são aqueles “coronéis da antiga”, ricos e/ou burocratas das cidades. Talvez porque na sua mentalidade de escravagista, se perturbam quando veem as presas não trabalhando, não transformando grama em carne, pois sua gula em seu repasto estará ameaçado. E tem os que correm a apelas as palavras da retorica cultural que desvirtuam a realidade, como a palavra que apreciam muito: comunismo. E antes que anda aconteça, que um grupo de pessoas em volta de uma casinha de livros, conversando sobre os livros, nada tem a ver com comunismo, mas como medida preventiva, vão lançar suas garras para eliminar a cena. Assim, foi registrado em algumas cidades que “reclamações” ao prefeito fizeram a prefeitura intimar os donos de casinhas a retira-las porque não estão previstas no “zoneamento publico”!!!! Mas os donos das casinhas receberam apoio de todos os lados a ponto da prefeitura ter que consertar suas leis de zoneamento.

Video em Português Mostra Que o Cérebro Adulto Tambem Produz Novos Neurônios

terça-feira, dezembro 15th, 2015

xxxx

Excelente video informativo, em português, para aumentar o conhecimento sobre o nosso cérebro, e a seguir, meu comentário enviado ao artigo ( não publicado, aguardando moderação)

Adultos produzem novos neurônios todos os dias

Adultos produzem novos neurônios todos os dias

Excelente noticia, muito obrigado. O Brasil precisa urgente de mais divulgação cientifica como videos traduzidos assim. E o conhecimento da formula Matrix/DNA para todos os sistemas naturais, oferece novas perspectivas para esse quadro da neurogênese. O cérebro e’ um sistema natural `a parte do resto do corpo, que lhe serve como acessório. Portanto como sistema, cérebro se formou em cima do modelo dessa formula. O hipocampo esta’ localizado justamente na função F1 da formula, que e’ a função da reprodução, da reciclagem, da gestação, de novas partes para o sistema. E isto significa que não apenas neurônios, mas inclusive glândulas e outras partes podem ser regeneradas pelo próprio cérebro, pois a formula o equipa para isso.

Com a evolução permeada com involução, nos perdemos algumas funções que as primeiras especies tinham, como a antena que se reduziu a minuscula pituitária, e como a capacidade de regeneração de partes danificadas ou amputadas. Estas perdas se devem ao desuso por estilos de vida inapropriados, como o super-especialismo num modo de vida que faz o vivente se acomodar, condenando-se `a extinção.

A função universal do cérebro humano ‘e servir de amnion, placenta, para a gestação desta nova forma do sistema natural universal que e’ a auto-consciência. Esta ainda esta’ no estado fetal ou embrionário, e sabemos que `a medida que um feto se desenvolve, o ambiente placentário tambem desenvolve novos ingredientes, ou se repõe. Por isso, já estava previsto na formula, que durante toda a vida de um humano, que mantenha um comportamento sincronizado com o ritmo natural, novos ou reciclados neurônios devem ser reproduzidos.

Eu apenas ainda não consegui identificar nas glândulas e hormônios do cérebro quem e’ quem nas funções sistêmicas, alem do hipocampo, porque não se pode ver um cérebro inteiro por dentro. Mas o mesmo poderá ser feito com a auto-consciência mesmo que não conhecemos ainda sua substancia, pois ela tambem esta sendo construída tendo como template a mesma formula que pode ser vista em meu website.

Para o acréscimo da neurogênese, a malhação na academia deve ser menos produtiva que o intenso exercício do intelecto na busca de conhecimento na juventude, o qual habituara o cérebro a um ritmo de atividade para o resto da vida. Isto seria o Santo Graal da saude no envelhecimento, pois a maioria dos humanos de meia-idade parecem zumbis quando não continuam seu processo de aprendizagem. E para estes, para que o cérebro iria produzir mais neurônios, senão o minimo para manter uma pequena memoria?

Fica no entanto uma duvida: os neurônios que surgem no hipocampo são novos indivíduos, fresquinhos sem registros de memoria, ou são neurônios mortos que caem na corrente sanguínea e levados ao hipocampo como um sinal para serem reconstruídos? Neste caso, a memoria dos mortos não seria perdida.

Video Reúne os Horrores da Natureza sob Chaos e Matrix/DNA Explica a Razao

terça-feira, dezembro 15th, 2015

xxxx

Veja video e meu comentário neste link:

https://www.youtube.com/watch?v=0c9zsNoVb4I

The Best Battle In Animal History – Real Fight To Death

 

It is these animal’s pain in a brutal dead, the design of a Intelligent and emotional god? Why religions talk about the beautiful things of nature and hide the ugly ones? This is the real world . from where the humans came. The rules of the jungle are the rules of all human societies, shared into high class ( big predators), the class media (small predators) and the poor class ( the preys). These are the social systems approved by religious. But… Nature has three faces, as everything else. These scenes is due our biosphere which is the face of chaos. Lift up yours eyes to the sky and see the other face, order. Evolution goes through these cycles. For every state of chaos, lift up the state of order and vice versa. What rests is the wisdom that grows from these cycles, in shape of cosmic consciousness.. As discovered by Matrix/DNA Theory this biosphere and its biological systems are product of the entropic decay of galaxies, which did the big mistake of being a closed system, closing the doors to its evolution. We are these galaxies just now with the opportunity – as opened system – to choose our destiny. Bit there are people here that loves watching this horror. They fell good seen the fights, the horror of the victims. Their soul still has too much from our horrible ancestors. We will ban all predators from this planet, and we will build here the garden home, because, the ordered state is the next step.

Quando os doutores conduzem na escuridão

segunda-feira, dezembro 14th, 2015

xxxx

Ver video e meu comentário a seguir, neste link: 

https://www.facebook.com/TheMatrixDNA/posts/10207058235087012

A vida humana pode ser resumida a uma estrela morta? Mas esta astrônoma esta louca ou que?! Por acaso ela trouxe aqui para nos vermos e provar sua teoria, uma nuvem de poeira simples, mostrar que ali nada mais existe que poeira, aplicar nessa nuvem a força da gravidade, mostrar o surgimento da estrela, mostrar ela morrendo e tornando-se átomos de ferro, nitrogênio, espalhados no espaço sideral, e depois estes átomos se juntando e tornando-se um corpo humano, uma consciência? Não! Então esqueça, o que ela esta dizendo nada tem de cientifico. isto não e’ Ciência! A Ciência apenas existe onde existem experimentos e demonstrações. Quero ver ela desmanchar um carro com um motorista dentro, em todos seus átomos, da lataria `a borracha aos ossos, e em seguida mostrar estes átomos se juntando e refazendo sozinhos, o carro com o motorista dentro! Isto e’ loucura, ela perdeu o controle de suas faculdades mentais! Mas qual a consequência deste comportamento interesseiro e desmiolado? Gera, cria, e alimenta uma fé, uma crença. E por ela estar dentro da Ciência Humana hoje, por ela e seus camaradas de fé’ terem nas mãos as rédeas da Ciência, eles vão desenvolver a pesquisa, os instrumentos técnicos, intuídos por essa fé’. E assim vão encontrar o que procuram, apenas o que procuram, e tudo o que encontrarem vai reforçar sua fé. A Humanidade tem erigido suas civilizações em cima da sua fé da época. Ate um dia quando os fatos começarem a mostrar que algo esta’ errado, que não e’ o Sol que gira em torno da Terra, e ai, tarde demais, a sua civilização desmorona como um castelo de areia que sempre foi. A causa esta ai no que ela diz: ” E’ tudo muito simples” ! Não, minha filha, e’ tudo muito complexo, milhões de vezes mais complexo do que estas a imaginar. O macaco na selva tambem acha que entendeu o mundo e vê tudo muito simples.O erro dela esta’ no fato que sua visão e pensamento se resume tanto que ela focaliza apenas a visão superficial da estrela, a nuvem inicial de hidrogênio, etc. Ela não pode ver e não quer raciocinar sobre a região em volta da estrela e o que realmente existe dentro da estrela. Pois e’ logico, obvio, racional, que dentro e fora desta estrela, dentro e fora da inicial nebulosa de hidrogênio, havia muito mais coisas invisíveis, desconhecidas. As coisas que atuaram como comando de instrução para produzirem as estrelas, os átomos e depois organizarem-nos em carros e motoristas. Assim como um corpo de bacteria parece muito simples por fora, mas que esconde dentro de si um elemento de extraordinária engenharia, que e’ o DNA, sem o qual, não existiria a bacteria. O outro problema e’ que quando bate a fé, bate junto a cegueira da mente. Esta fica paralisada no mundinho dentro da fé. Essa mente não tem mais motivação e curiosidade para procurar os desconhecidos, os invisíveis, os imperceptíveis ao nosso complexo sensorial e instrumentos mecânicos. Como eu, minha mente, que não caiu nessa armadilha da fé, e descobriu que se existiu algo como a formula da Matrix/DNA, dentro dessa estrela, e na região ao eu redor, ai sim, pode se ver, dentro da mesma logica, emergir carros e motoristas. Mas então a formula não nos leva ao porto de alguma fé, e sim abre as janelas para outras dimensões, grandes mistérios a serem desvendados. Por exemplo, a astrônoma que esta recebendo salario publico na NASA, fala em tabela periódica. Mas com certeza ela ignora segredos profundos dentro da tabela, como aquele que a formula me levou a descobrir: que a cada sete formas de átomos, o átomo morre e renasce outra vez para mais sete formas, sete vidas, porque assim determina o ciclo da força vital, o qual estava escondido nesta estrela e seu time de fé’ ainda não percebeu. Arre! Avise seus filhos para não caírem como patos apressados nesta fé, que não pode ser racional. Junte-se comigo e que não deixemos estes deslumbrados falarem em nome da santa Ciência, principalmente dentro das escolas. Antes que seja tarde demais, antes que roubem a alma, a inteligencia de seus filhos, como já roubaram desta pobre mulher.