Porque o Átomo de Carbono foi o Escolhido para Compor o Corpo do Senhor da Terra? Só a Matrix/DNA Explica

Êste artigo foi inspirado numa noticia que acabo de ver na mídia:

Descobertas “bolas de futebol” orbitando estrelas distantes

O telescópio espacial Spitzer, da NASA, enxergou as esferas no sistema binário de estrelas XX Ophiuchi.

Clique nêste link se quiser ver a noticia completa:   http://hypescience.com/descobertas-bolas-de-futebol-orbitando-estrelas-distantes/

Buckyballs Esferas de Carbono Orbitando Estrêlas Binárias

Buckyballs Esferas de Carbono Orbitando Estrêlas Binárias

Se êle não existisse, as primeiras formas de vida seriam muito ineficientes e não teriam evoluído, nós não estaríamos aqui hoje. Dentre centenas de espécies diferentes de átomos, apenas o Carbono pode ser o iniciante e o suportador de um sistema biológico “vivo”. Porque? Porque êle e não os outros? A explicação que vais conhecer aqui jamais foi dita em qualquer outro lugar e tempo, mas é linda, é mais um daquêles alentos para a vida que nos faz sorrir de satisfação por existir-mos num mundo de tantos segrêdos inteligentes, como são todas as novas explicações que a fórmula da Matrix/DNA está sugerindo para todos os fenômenos naturais.

A NASA está investindo pesado na busca de vida em outros astros, depois que começou a serem descobertos centenas de planetas semelhantes á Terra, indícios de água em Titan e Marte, fragmentos de metóritos vindos do espaço sideral contendo moléculas bases para origem da vida, etc. Mas existe um problema, o qual inclusive motivou auma conferencia e um concurso para se discutir quais são as possíveis formas de vida, qual a melhor definição para o que é “Vida” ?! . Possibilidades de arsênio ( um veneno fatal para nós) compondo o DNA de bactérias deixa a imaginação aberta para possibilidades tão estranhas como a de que pode ter “seres vivos” feitos de ferro, plastico, ou borracha. Eu particularmente gostaria de achar um planeta povoado com seres vivos feitos de… chocolate… e com uma cabeleira de chantilly.

Será que qualquer forma de vida só será possível se suas moléculas fundamentais tiverem como nucleo central o átomo de carbono, como são as moléculas de todos os seres vivo na Terra? A fórmula da Matrix/DNA está dizendo que se uma molécula quiser evoluir para proteína, RNA, etc., ela terá que ter o carbono como elemento principal e inevitável. Porque?

Vamos iniciar recapitulando como é um átomo de carbono, qual o detalhe que só êle tem e o diferencia de todos os demais tipos de átomos.

Átomo de Carbono

Átomo de Carbono

Wikipedia ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Carbono ) =

carbono é um elemento químicosímbolo Cnúmero atômico 6 (6 prótons e 6 elétrons).  Dependendo das condições de formação, pode ser encontrado na natureza em diversas formas alotrópicas: carbono amorfocristalino, em forma de grafite ou ainda diamante. É o pilar básico da química orgânica, se conhecem cerca de 10 milhões de compostos de carbono, e forma parte de todos os seres vivos.

E agora vamos rever a a cara quimica das primeiras conexões entre átomos que aconteceram na superficie ou nas profundezas oceânicas da Terra que foram crecendo, evoluindo para compostos mais complexos e formaram os primeiros aminoácidos, que foram as unidades fundamentais das proteínas, do DNA…

Aminoácido e sua Estrutura Geral

Aminoácido e sua Estrutura Geral

Os primeiros compostos atômicos chamados de “moléculas” que foram bem suscedidos como aminoácidos e capazes de darem os próximos passos da evolução da Vida foram os que denominamos de bases nitrogenadas, aquelas que se situaram no meio das duas hastes do DNA.  São a alanina, a guanina, citozina, timina e a uracila no RNA. vamos mostrar a cara da alanina e apenas mais uma outra delas:

Alanina Aminoácido

Guanina Estrutura Atômica 1

Guanina Estrutura Atômica 1

Você está observando aí como foram os lentos passos da evolução? Primeiro se fixou num lugar o Carbono, em seguida foram agregados alguns átomos formando a alanina, depois se acrescentou mais um átomos formando a guanina, e assim por diante, nessa sequencia, mas mantendo a fórmula inicial, se formaram os outros 20 aminoácidos que compõem as proteínas, das quais se chegou ao primeiro sistema celular, o primeiro ser vivo completo. Mas porque, em primeiro lugar se fixou o carbono e não outro átomo qualquer?

Naquela época antes das origens destes primeiros compostos, a Terra era uma desolação, como o desconforto que temos quando vemos as superficies da Lua e de Marte. Apenas os infindáveis oceanos cheios da mesma massa de água, os continentes pelados, de rochas e areia, e alem disso, o ar, os ventos uivandos, as chuvas, algumas tempestades, nada mais. Ficou assim por bilhões de anos. Mas quase como que de repente uma coisa nunca acontecida antes… aconteceu. Se até então todos os átomos da Terra só se ligaram para formar aquelas massas liquidas, sólidas, gazozas, sem formas , sem quaisquer outros propósitos, de repente alguns átomos parece que ficaram tontos, abobalhados, e começaram a se ligarem de uma forma diferente, movidos por intenções, fôrças, diferentes, que nunca haviam estado na Terra antes. Fôrças inéditas, talvez invisiveis, chegaram aqui vindas de algum lugar, isto é tão claro como dois mais dois são quatro. Se estivessem aqui antes nada justifica que não atuassem desde a formação do planeta. Mas que fôrças misteriosas são estas, quais são suas misteriosas fontes?! Deuses astronautas vagando no espaço sideral e plantando sementes de vida para ver se algum astro é fértil? Ou um Deus criador dos Universos desembarcando aqui nêste pontinho insignificante perdido na imensidão cósmica, igual a bilhões de outros, chamado por nós de Planeta Terra, e agachando-se no solo, revirando o barro, assoprando-o, e fazendo aparecer de repente as milhares de formas de vida diferentes, desde a bactérias a dinossauros, pinguins e capivaras, mosquitos, e por ultimo caprichando um pouco mais no sôpro de um montinho de lama e fazendo o ser humano, para ser o senhor da Terra? Ora, isso é reduzir demais a grandeza de um Deus criador de Universos, é subestimar a sua inteligência.

Os ventos não poderiam ser as fôrças que dirigiram átomos a se conectarem de uma nova maneira, primeiro porque sempre existiram e teriam feito isso a bilhões de anos atrás, segundo porque os ventos são desastrados, se fazem algo aqui continuam a fustiga-lo desmanchando-o. As águas dos rios se movem, mas por correrem sempre, tambem desmancham o que fazem. Os oceanos eram parados, não havia ainda a fôrça da Lua movendo suas àguas, produzindo as marés e suas ondas, portanto tambem não foram dêles que veio a fôrça que moveu átomos de carbono para perto de átomos de hidrogênio, nitrogênio, oxigênio, e os obrigaram a compor exatamente um modêlo de novo corpo, e não qualquer outra das milhares de formas possíveis. E não havia outras fôrças por aqui, a não ser algumas que jamais poderiam ter atuado aí, como a gravitação, o campo magnético. Então continua o maior mistério de todos os tempos: quem ou o que desembarcou na Terra naqueles dias?!

Uma novidade aconteceu naquêles tempos, algo que nunca tinha acontecido nos bilhões de anos anteriores. No céu da Terra apareceu a LUA !!! Dizem algumas teorias que ela teria emergido da terra na forma de matéria impulsionada para cima devido à queda de um gigantesco meteórito, outras que foi produto de erupção vulcanica,outras ainda que foi ajuntamento de fragmentos que orbitavam por aqui. Os modêlos cosmológicos da Matrix/DNA sugerem outra explicação, que luas são bebês astronomicos que surgem nos sistemas astronomicos porque seus astros estão sujeitos ao mesmo processo de ciclo de vida que nossos corpos estão, mas isto é outra história. O fato é que quando a LUA apareceu ela trouxe sua fôrça que movimentou as àguas dos oceanos, jogando-as contra as rochas dos continentes e puxando-as de volta… misturando os átomos da terra nas horas de maré alta e dando-lhes tempo para se firmarem nas horas de maré baixa, antes de se desfazerem. Antes da Lua qualquer projeto de vida na terra teria ficado patinando eternamente sem sair do ponto de partida. Sagrada Lua! Ajoelho-me abaixo de ti e prometo que jamais deixarei seres humanos ferirem-na.

Mas só a Lua não seria suficiente para os primeiros compostos evoluirem na direção da extraordinaria engenharia que foram construindo a primeira fantástica célula viva. Tem que ter vindo outras fôrças, enviadas por outras fontes que nunca tinham estado aqui, como a Lua. E assim como a fôrça da Lua veio nas suas duas versões como tudo neste mundo tem sua dualidade oposta, que produziu a maré mas tambem a contra-maré, as outras misteriosas fôrças tambem devem ter vindo completas, em suas versões aos pares. Bem, os modêlos da Matrix/DNA me inspirarem a escrever uma fábula que acho muito bonita sôbre estas fôrças, de onde vieram e em que intensidades, como o Universo inteiro conspirou para que o projeto de Vida aqui vingasse. Chama-se “As Origens dos Sistemas Biológicos” mas por ser longa não posso reproduzir aqui. No entanto, quando eu observava aquela figura com a cara do carbono, me perguntando o porque,o que ele tem de especial que os outros não tem, de repente numa bela madrugada no meio da selva amazônica, uma lampadinha acendeu lá dentro do meu cocuruto. Corrí a buscar as fôlhas de papel onde tinha desenhado a teórica fórmula da Matrix/DNA, coloquei-as lado a lado com o desenho do átomo de carbono, em cima da pedra que usava como a bancada das minhas “altas pesquisas cientificas a base dos mais simples nicroscópios”… e fiquei olhando, olhando, de boca aberta, e de repente soltei um “Oh!”… de admiração. Para o leitor entender o que descobrí e talvez descobrir por si mesmo – qual o fantástico mistério do carbono – terei que trazer a seguir os desenhos que tinha naquela época da Matrix/DNA.

Matrix/DNA: O template para todos os sistemas naturais, de átomos a nucleotideos a galáxias e células. O circuíto energético padrão.

Matrix/DNA: O template para todos os sistemas naturais, de átomos a nucleotideos a galáxias e células. O circuíto energético padrão.

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

Isto aí é uma fórmula do que seria um punhado de matéria comum mas feita com as informações certas pairando em cima de uma onda de luz comum e recebendo fótons dessa onda de luz, os quais moveriam a matéria no sentido dela repetir as mesmas sequencias de vibrações da onda. Para descobrir o que aconteceria com essa matéria preciso revirar meu baú aqui e lhe mostrar uma outra figura sugerida pela Matrix/DNA. Para chegar ao átomo de carbono, vamos ter que dar uma pequena volta pelos mais profundos segrêdos do Universo e sua Natureza, tocar a mais tênue substancia dêste mundo que é a luz, a qual está me parecendo ultimamente que é os braços e as mãos de Deus nas Suas criações… ou seja lá o que for que cria universos como o nosso.

Light-The-Electro-Magnetic-Spectrum by MatrixDNA THeory

Nesta figura você deve imaginar uma fonte qualquer, como por exemplo um vortex, situado à direita dessa linha serpenteante que é a imagem que aparece na tela de um instrumento que capta o avançar de um raio de luz. Não se vê isso a olhos nus por isso sentimos e vemos efeitos de que é um raio dirigido ao mesmo tempo que são ondas concêntricas. O importante é notar que no inicio do raio, no ponto mais próximo da fonte, a luz sai em mais elevado estado vibratório, vemos o gamma-ray, e depois vai diminuindo, enfraquecendo suas vibrações at;e se frabmentar em fótons, depois da frequencia do radio. Pois quando ví uma figura como essa num livro de Física,  me acendeu outra vez uma lampadinha dentro do meu cocuruto, peguei os desenhos da Matrix/DNA e montei essa figura, colocando aqueles nomes lá ( F1, F2, genoma, gestação, baby, etc.) Porque? Porque eu ví no avançar desta onda a mesma intensidade de vibração e energia que vejo no avançar de um corpo humano para sua velhice. O que faz mudar as intensidades e formas nos corpos humanos é um processo que denominamos “ciclo vital” e nada me impede supor que o que faz as intensidades e côres de uma onda de luz seja o mesmo processo. Aliás, na luz está a origem do processo que depois passa para todos os corpos materiais, por isso estou teorizando ultimamente que a Luz contem o código da vida, que imprime vida à massa inerte.

Mas o que tem tudo isso a ver com o átomo de carbono, sua abundancia formando seu corpo? Agora vamos chegar lá.

Observe que a fórmula software da Matrix/DNA, na sua versão como sistema perfeito, é um circuito de energia, um canal por dentro do qual passa um fluxo de informação. Ali vemos quadrados intercalados com setas, os quadrados representando a energia em forma de onda e os quadrados representando estas ondas quando se tornam particulas de massa, ou corpos materiais. Vemos na figura azul acima que onde estão os quadrados aparecem os corpos, sejam organelas numa célula, astros no espaço sideral, mas note-se que estes corpos vão sendo transformados, mudando de forma e até composição interna. Ora, transformação de um unico corpo em várias formas difertentes só é possivel se a força de um ciclo vital estiver dentro dêle. Ou uma onda de luz.

Arrepiado(a)? Eu sim.

Mas aí a fórmula nos mostra que um corpo sob ciclo vital se desfaz, se fragmenta, porem se permanecer no mesmo lugar, se for mexido por forças externas, se fosse dirigido a se recompor, a ressuscitar, seria possivel porque todas as informações necessárias  estão ali. Então o ciclo se fecharia, formando uma circunferencia fechada, perfeita. E o circuito continuaria a fluir, eternamente. Nêste momento percebemos que nossa fórmul;a de ciclo vital se torna um… SISTEMA! Outro arrepio. Estou cansado de assistir a debates sôbre como a célula se organizou, como funcionaria um processo de auto-organização em sistema. Isto aí na fórmula da Matrix não poderia ocorrer na Terra onde os corpos se desfazem e se mistura, com a terra, mas no espaço sideral, pode. No inicio o céu era povoado por um unico tipo de astro, uma espécie de estrêla formada apenas com os átomos leves. Mas a luz estava nelas ou elas se moviam na luz e a cada vez que a onda avançava mudava a vibração e de cada viração resultava uma forma diferente da mesma estrela. Depois era só esperar que na enorme população com sete tipos de astros diferentes, em algum lugar estes sete astros se encontrassem e iriam se conectar obedecendo no social a mesma sequencia que os fizera no individual. Assim o cilco vital é o criador dos sistemas. Segure o fôlego. A Matrix é uma pestinha, não para quieta, e vai continuar nos bombardeando com sua matraca.

A fórmula nos mostra sete figuras ( pois em sete trechos dividimos uma onda de luz), sendo seis quadrados e um vortex, seis formas alinhadas em circunferencia e uma como meridiano. Mas cada forma executa uma especifica função no sistema, diferente das outras funções das outras formas. Se fosse um corpo vivo diriamos: função da gestação, funcão do nascimento, do crescimento, da maturação, da degeneração, etc.  E aqui descobrimos a grande importnacia das funções sistêmicas universais, se parecem com os obreiros do Universo.

Agora vamos observar os átomos. Suponha que a Matrix seja a fórmula que organiza as particulas na forma de sistema atômico. Ela faria muitas tentativas, mas obteria muitos sistemas derivados da forma dela, porque em alguns faltariam particulas que haveria num dado ambiente, noutros sob elevadas temperaturas entrariam muitas particulas, até que finalmente um seria sua cópia fiel. O que significa cópia fiel? Ora, um sistema que tenha nucleo e periferia, e particulas representando cada uma de suas funções universais. Menos a função do meridiano, se ela não quiser um sistema estanque, inutil, que fique se reciclando eternamente sem sair do lugar.  Ela precisa de umátomo com exatamente seis particulas. E o unico átomo no mundo, numero atômico seis é o átomo do…  Carbono!

O átomo de carbono é a Matrix/DNA descida à Terra na sua forma de átomo. Por isso êle tem tudo para se colocar no centro como o template, pegar os outros átomos com numeros atômicos que perfaçam outra cópia do sistema se forem alinhados na mesma sequencia. átomos que vão de sete a doze, como o Nitrogenio 7, o Oxigênio 11, etc., e sempre usando o meio-átomo Hidrog6enio 1 como cola, ponte, para unir êstes atomos. E assim a Vida avançou.

Agora por favor uma salva de palmas para êste fantástico herói que nos deu a Vida e hoje mantem nossos corpos vivos: o Senhor Carbono! E de quebra demos uma piscadinha e um sorriso de cumplicidade para a Matrix/DNA.

Tags: , , , , , , , , ,