As anormalidades climáticas e sugestões dos modelos da Matrix/DNA

Uma grande preocupação nestes dias para qualquer não-alienado humano é a respeito das noticias sobre recordes de temperaturas mais frias ou mais quentes no planeta. Sem duvida algo anormal está ocorrendo com o planeta e isto não é brincadeira. O pior é que ninguém sabe quais as causas, os efeitos, todos tem suas teorias. No esforço de melhorar nosso entendimento, me surgiu a seguinte ideia:

Imagine uma partícula inteligente vivendo na superfície de um átomo de uma célula de um órgão como o figado de um corpo humano. E a partícula está sentindo que seu átomo está avariado, anormal. Como ela vai abordar o problema, buscando conhecer a situação? Vai olhar a sua volta desconfiada que ela mesma, sua superpopulação e modo desregrado de consumo, a está tornando como um vírus maligno ao átomo? Vai entrar dentro do átomo, vai até o núcleo, apostando que o problema do átomo vem de dentro para fora? Vai voar acima do átomo buscando na célula a causa do problema, apostando que o problema vem de fora para dentro? Vai voar mais alto ainda achando que o problema vem do órgão “figado”? Ou vai até os confins do corpo humano achando que o problema esta no universal sistema?

Pois humanos na superfície do planeta é a mesma coisa, apenas mudam nomes e tipos de sistemas, mas é a mesma hierarquia entre sistemas. Será que o problema da Terra está vindo de dentro, desde o núcleo ou alguma camada geológica interna, para fora? Ou será que devemos olhar a volta apenas tendo a firme certeza que os humanos com sua superpopulação e modo desregrado de consumo está afetando o planeta? Ou devemos levantar a cabeça e por sondas a viajar apostando que o problema vem de fora, do sistema solar? Afinal o Sol tem produzido mais labaredas ultimamente. Ou será ainda que o sistema solar está operando normal, mas as variações estão sendo causadas por radiações cósmicas vindas do sistema galáctico? Tudo é possível neste caso tão complexo.

O átomo pode chegar a uma situação que elimine as partículas em sua superfície. Mas se a partícula descobrisse que as causas vem de fora para dentro, por exemplo, que o sistema inteiro em que ela vive esta consumindo muito álcool ou tabaco,poderia tentar erigir barreiras especificas contra as forças externas; ou se descobrisse que as causas estariam vindo de dentro para fora, poderia tentar tapar buracos, etc… e até poderia driblar a Natureza salvando-se. A inteligencia pura, natural, pode ser, dentro da Natureza. a sua força mais poderosa.

A seriedade da situação e a nossa responsabilidade – principalmente com nossas inocentes crianças e próximas gerações – indica que temos que nos concentrar no problema, buscar mais dados, pensar em todas as teorias, todas as possibilidades.

E aqui entro eu. Porque fui o único autor no mundo até agora a elaborar um modelo teórico astronômico em que os conhecidos detalhes regulados pela mecânica newtoniana somados as influencias da teoria da relatividade geral apresenta um quadro final em que esta galaxia teria uma cobertura de matéria organizada sob os princípios biológicos. Em outras palavras, esta galaxia seria algo semi-vivo. Esta cobertura desceria influenciando seus building blocks estruturais que são os sistemas estelares como o nosso, os quais são como os átomos que compõem as nossas células. Este modelo está sugerindo que muito das anormalidades climáticas e do eixo magnético da Terra tem causas naturais, supondo que a astronomia está também sob um primitivo processo de ciclo vital.

Mas ninguém conhece e não querem conhecer os meus modelos, a teoria geral. Então as explicações sobre a anormalidade atual sugeridas pela minha teoria não estão sendo consideradas. Acho que isso é falta de consciência sobre a seriedade que o assunto requer e negligencia com a responsabilidade que a Humanidade exige de nós. Mesmo que a teoria esteja errada, mas mesmo assim, traga a prova de que esta errada.

Tags: , ,