Posts Tagged ‘Informação Natural Teoria’

Que Tipo de Informação Estamos Buscando na Internet? Como está o seu Filtro de Informações?

sábado, março 8th, 2014

A visão de mundo da Matrix/DNA tem uma sugestiva solução para o problema apontado neste artigo. A Internet nos envolve cada vez mais porque buscamos não sabemos bem o que ( se encontrar-mos paramos de buscar) e nela podem estar as informações que estamos precisando. Com isso vamos ingerindo uma avalanche de informações que é o alimento apreciado pela mente, esta cresce e o corpo definha, na solidão do computador. Depois de dia e noite de busca caímos exaustos e infelizes com a sensação de fracasso, pois perdemos um tempão e não encontramos nada util. Mais ou menos temos um filtro interno que nos dirige ao que buscamos, as informações filtradas ainda são nosso consolo pois sentimos que aumentou nosso conhecimento na direção do nosso caminho, aumentou o nosso potencial.  Mas são tantas atrações apelativas que na manchete prometem conter boas informações. No fim, enchemos o cêsto de nossa mente e memória de informações inuteis. Tudo isso será menos prejudicial quanto melhor for o nosso filtro. Mas como fazer o melhor filtro?

Eu tenho o meu. Minha visão de mundo me sugere que o Universo obedece a um propósito e se queremos viver melhor temos que nos adaptar e nos sincronizar evolutivamente com este propósito. O propósito é o que penso ver a meta final alcançada pelo Universo aqui nestas regiões do Cosmos onde vivo e neste tempo da existencia cósmica em que vivo. É o propósito de desenvolver o cérebro biológico porque este está sendo a placenta dentro da casca dura do ovo-cabeça humana onde está sendo gestada a mais nova e complexa arquitetura natural, chamada “auto-consciencia”, ou “mente”. Ora então tenho que sincronizar meu comportamento com a linha deste propósito. tenho que pautar minha vida como este propósito sendo o meu propósito.

E pelo que penso, mente é uma coisa abstrata aos meus sentidos fisicos que se alimenta de informações – outro elemento abstrato- e opera com informações. Portanto a busca de informações deve ser minha principal meta, e não a busca de dinheiro, de parceira sexual, familia, luxo, etc. Porem aí retorna o problema: existem informações que ao invés de serem benéficas a este propósito são malignas, e outras que são lixo, portanto uml peso a carregar. O grande genio da eletro-magnética, Maxwell, elaborou um mecanismo onde existiam duas camaras separadas por uma parede com um furo no meio por onde atravessavam particulas e disso tudo ele concluiu: é muito mais dificil se desfazer de informações inuteis que obter informações novas e uteis. Quem se interessar procure “o Demon de Maxwell”

Qual seria o tipo de informações ideais para a evolução da mente? Eu penso que na sua atual fase embrionaria a mente esta se formando como projeção do mundo material externo. Então a informação util será toda informação sobre cada detalhe do mundo real, natural. Não importa que vamos morrer pobres devido essa ocupação, e que não vamos em vida obter mais que pequena porcentagem da informação natural necessaria: nos vivemos saudavelmente em sincronia com o fluxo do Universo, da Natureza.

Mas será mesmo? Aqui existe uma armadilha. A Natureza se apresenta em tres estados: caos, ordem e equilibrio-evolutivo transcendental. Nós estamos circundados pelo estado de caos, esta biosfera que teve inicio como selvagem, é do caos que aprendemos as primeiras informações. Acima de nós vemos o estado de ordem astronomico, tudo funciona com a precisão de um relógio, ao qual quase não temos acesso. Ao mesmo tempo todo humano precisa de algo em que acreditar para move-lo a sobreviver e modelar seu comportamento. Tal como no meu caso, esse algo em que acreditar, que é o significado da existencia, é obtido da nossa interpretação privada da Natureza, do mundo total. Se nos esquecermos que as informações que temos são tendenciosas porque vem dos apenas 33% da face da Natureza ( do estado de caos) e afirmar-mos nosso significado de existencia encima desse conhecimento… com certeza vamos acreditar no mundo errado e no sentido de existencia errado.  Por isso na minha teoria misturo a busca de informação sobre a totalidade da Natureza da Terra com a Natureza do Ciosmos cujas informações chegam agora aos borbotões com nossos satétlites e robots espaciais. Tem que contrabalançar caos e ordem, não se basear em nenhum dos dois, para se obter o equilibtio evolutivo transcendental. Tenho que buscar acima de tudo o significado existencial em que acredito e filtrar as informações tendo ele por base. Aí está o meu filtro, a minha policia da Internet.  Espero que isto o/a ajude a refletir melhor essa questão e se tiveres correções/ sugestões, agradeço. Por enquanto é muito bom ler o artigo com link abaixo:

 What good is information? 

The internet promised to feed our minds with knowledge. What have we learned? That our minds need more than that 

http://aeon.co/magazine/living-together/the-problem-with-too-much-information/

 

Informação Natural: O Universo Não É Magico, Portanto Não Pode Criar Informação do Nada – Testar Esta Sugestão da Matrix/DNA Teoria

sábado, outubro 26th, 2013

A informação mais complexa que eu conheço existente na Natureza é a “auto-consciência”. Se na Natureza se cria novas informações que nunca existiram antes, como sugere a Nova Síntese da Teoria da Evolução  a auto-consciência então seria o melhor exemplo dessa tese. Na Teoria da Matrix/DNA, os seus modelos estão sugerindo que o Universo ( portanto, a Natureza) é apenas a estrutura onde esta ocorrendo um processo de reprodução genética, do sistema Natural que o gerou. Se isto for verdade, a auto-consciência sera então apenas mais uma reprodução de um sistema que já a possuía  Portanto, se a informação mais difícil, mais complexa, não foi criada do Nada pelo Universo, muito menos qualquer outra mais simples o teria sido.

Por outro lado, a Teoria da Matrix/DNA tem seu próprio modelo de como a matéria se manifestou apos o Big Bang, modelo altamente baseado na teoria da cola nuclear de Hideki Yukawa. Neste modelo, todas as informações existentes no Universo estiveram aqui no momento de sua emergência  assim como todas as informações que construíram meu corpo estavam dentro do ovulo no momento do Big Bang do espermatozoide que o fecundou. Portanto por dois caminhos diferentes a teoria chega a mesma sugestão:  a Natureza Universal não cria novas informações  O que ela pode fazer é recombinar as informações que ela recebeu de muitas novas maneiras nunca feitas antes dentro do Universo, mas isto são pacotes de informações que já existiam separadas, não se trata de criação de nova informação 

Bem, me parece que a Comunidade Acadêmica defende o contrario. Como eu não defendo ninguém  nem a minha teoria, mas sim quero a verdade, farei na medida do possível um estudo da moderna teoria da informação, registrando aqui tudo o que for colhendo de importante sobre o tema.  

Este é um assunto “não-cientifico”, creio eu. Portanto nenhuma teoria sobre origens das informações pode ser cientifica. Se uma dada informação for apontada como sendo criada num sistema, digamos, a biosfera terrestre,  eu exigiria que fosse provado que ela não é um pacote de informações que ja existiam na galaxia. E mesmo que provassem que uma das unidades de informação do pacote não existia na galaxia, eu exigiria que provassem não existindo no Universo. E depois, fora e antes do mundo que criou o Universo. OU seja, para se provar que uma informação foi criada do Nada seria preciso alguém ir ate o infinito, passar para alem dele, olhar para trás, e voltar mostrando que não a encontrou. Portanto nenhuma teoria aqui jamais poderá ser “cientifica”. 

Quanto aos crentes defensores da tese de que existe um “Deus” que pode criar novas informações a partir do Nada, eu sempre terei a mesma resposta: Traga esse Deus aqui e mande-o criar nova informação na minha frente.”

Isto é muito importante definir por causa da conotação ideológica de cada definição diferente do nome “nova informação .  Desde que se acredita em “nova informação  como algo criado aqui, forçosamente a mente que acredita nisto foi conduzida a assim acreditar porque é deísta ou ateísta  Ou seja, duas faces de uma mesma moeda, o tal do “pensamento mistico magico”.  

A calhar vejo o seguinte post:

PhysForum Science, Physics and Technology Discussion Forums -> Biology, Chemistry, Medicine, Other Sciences -> Biology

http://www.physforum.com/index.php?showtopic=46014&st=45

timrh – Posted: Aug 25 2013, 12:59 PM

 

Over time genomes are in a state of constant change adding, changing and creating new information by recombining existing sequences in new ways. Recombination creates new information. Aside from gene duplications which can be caused by transposons and other movable genetic elements, parallel transfers of genes from one species to another can be mediated by viruses and retroviruses. Much of the DNA originally thought to be junk is involved in subtle processes of gene regulation and in suppressing the activitiies of selfish replicating elements (like transposons). Evolutionary history suggest that symbiois between organisms can eventually result in entire mergers and recombination of genes. In particular look up the endosymbiont theory of how complex eukaroytic cells with organelles originally evolved from combinations of siomple prokaryotes. Plant cells appear to have evolved from a symbiotic assocaition between an arche-bacterial and blue-green algal cell. The blue-green algal function evolved into the green phoytosynthesising chloroplast organelle with some of its genes still encoded by a small bacterium-like chloroplast genome but with most of the genes for chloroplast function now having recombined into and being located in the DNA within the nucleus.

Meu pensamento:

Timrh esta usando o nome “nova informação” de uma certa porem, de maneira errada. Ela pode ser uma nova informação em relação aos sistemas biológicos, mas não sera um pacote de informações existentes nos ancestrais sistemas astronômicos e atômicos, apenas recombinadas de outro jeito nunca feito antes? Os modelos astronômicos da Matrix/DNA estão mostrando que todas as informações que vemos na Biosfera aqui existiam em LUCA. Mas LUCA é ainda uma teoria, portanto…