Posts Tagged ‘mulher’

Mulher nasce sem a vagina, e apenas a Matrix/DNA explica a causa

sábado, agosto 19th, 2017

xxxx

Esta noticia chama atenção de quem conhece a formula da Matrix/DNA porque imediatamente nos vem a pergunta: qual a causa desta anomalia? Vide noticia com link abaixo: Mulher nasce sem a vagina e fala sobre sua rara condição”. E basta lembrar da formula que a resposta vem imediatamente: os genes que executam a Função 7 da formula não funcionaram. E basta um pouco de trabalho laboratorial para saber como ativar estes genes e deixar a Natureza trabalhar normalmente, sem dor e custos elevados, que os órgãos reprodutores vão se formarem. Mas estamos com um grande problema no mundo humano devido o domínio dos grandes predadores puxarem sempre a brasa para sua sardinha ate’ quando se deparam com um fenômeno natural que não entendem e logo procuram uma interpretação que seja conveniente a manutenção de suas crenças como ser privilegiado por seu Deus que ao mesmo tempo mantenha o condicionamento mental das presas em seu domínio. Assim não lhes e’ conveniente perguntar a causa da anomalia ( e’ coisa de Deus ou do acaso) e correm a procurar maneiras de faturarem alto em cima do problema com essa medicina que apenas intervem depois da doença instalada. Enquanto perdurar essa cultura milenar que interpreta a natureza toda de maneira errada eu vou morrer gritando porque qualquer outra atitude para mudar isso que não passe pela mudança mental sera inútil. Por isso entro nestes comentários como fiz neste magazine da noticia mesmo que nada entendam do que estamos falando…

Conheça o raro caso desta mulher que nasceu sem vagina

http://hypescience.com/mulher-que-nasceu-sem-vagina-fala-sobre-sua-rara-condicao/

E a noticia original em ingles:

Woman Born Without a Vagina Speaks Out About Rare Condition

https://www.livescience.com/60162-born-without-vagina-mrkh-syndrome.html

Meu comentario postado na Livescience:

Louis Charles Morelli · 8/19/2017
Lots of money spent with painful surgery, when, in the future, this will be solved naturally, with some drugs or lasers that stimulates the responsible genes to finishing their work. But, why we are not doing it now? Wrong world view driving Science, which turn us blind to what is Nature. It is missing to Science to learn seeing a body as a natural system, an evolutionary product from monkeys, bacteria, galaxies, atoms… till its origins at the Big Bang. As discovered by Matrix/DNA Theory, there is a unique universal formula appied by Nature for organizing matter into systems, and the formula shows what could happen in the wrong way for these genes not working. Look to the formula at my website: the female reproductor organs are the function F1, which is porduced by F7, so, the problem is with the genes performing F7. Sad that still has too manny people suffering due a wrong world view guiding Science.
xxxxx
E a formula da Matrix/DNA para ver o que acontece se a Funcao F7 nao funcionar:
E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

 

 

A Diferença dos Sexos: Darwin Descreveu Certo o Poder Mental Superior Masculino Mas Errou na Causa

quinta-feira, outubro 2nd, 2014

xxxxx

darwin_sexist_asshat

 

Não se trata aqui de discutir o que é inteligencia, intuição, esperteza, etc.,. Trata-se de ler a relação de todas as grandes descobertas, invenções, criações de filosofias, etc., comparar entre os nomes de homens e mulheres e certificar-se que 95% são homens. Em seguida perguntar-se: “Porque esta diferença?”

Talvez a primeira e principal resposta seria: “Porque a força fisica maior do homem o tem colocado como  predador da mulher, mantendo-a como executora das atividades que requer menos exercicio mental. A mulher tem sido condicionada a não pensar, devido a dominação machista. Etc. penso que isto não justifica porque existem muito mais nomes de homens-escravos-presas na lista do que de mulheres ricas e livres, as quais, por sua vez são predadores destes homens-presas.

Bem, Darwin sabia desta lista, convenceu-se que esta lista é evidencia de que o homem tem maior “poder mental” e deu sua opinião de causa: o homem exercitou-se mais na busca de evolução do cérebro e o resto foi pura ação da seleção natural. Esta sua idéia foi escrita no seu livro,  “The Descent of Man”,  e desde então Darwin tem sido tachado de sexista, chauvinista,racista, e esta sua idéia tem sido oportunisticamente usada pelos criacionistas que tentam derrubar sua teoria.(para ver o contexto dessa idéia, veja a discussão no link seguinte e o texto de Darwin copiado no fim deste artigo:

Darwin, sexist asshat

http://scienceblogs.com/pharyngula/2014/10/01/darwin-sexist-asshat/

Posted by PZ Myers on October 1, 2014

Qual seria a causa do efeito que é a maioral presença do homem nos eventos relacionados ao desenvolvimento da Humanidade, segundo o que interpreto estudando a fórmula da matrix/DNA e sua visão do mundo?

A causa transcende a espécia humana, os seres vivos e remonta às origens do Universo, por incrivel que isto possa parecer. Primeiro, todos sabemos que a matéria no Universo existe sempre aos pares de opostos. Se existe o frio tem que existir o quente, se existe o comprido tem que existir o curto, se existe o masculino tem que existir o feminino… Sabemos os opostos possuem sempre o mesmo fenótipo ( frio e quente são derivações da temperatura, comprido e curto são do tamanho, homem e mulher são do ser humano) mas tambem sempre tem tendencias opostas entre si.

Então aqui tem uma novidade que talvez nunca ninguem tem parado para pensar: O homem e a mulher tem, nas suas origens, tendencias opostas entre si. Não há como fugir disso, é lei natural. Se o homem nasce para caminhar para o Sul, a mulher nasce para caminhar para o Norte. Assim como quando a temperatura começa a esquentar tende ir ao extremo calor absoluto e quando começa a esfriar tende a ir ao congelamento total. Isto foi o que a Natureza determinou, para homens e mulheres.

 

Mas a maior constatação dessa diferença de tendenciasse dá quando vemos a fórmula da Matrix/DNA: a fêmea tende a ser um sistema fechado e o macho tende a ser um sistema aberto. Vamos ver isto com detalhes, pois é de extrema importancia pra enteder-mos como a natureza configurou diferente o cérebro macho e femea e entender como funciona a psicologia dos dois. vamos trazer a fórmula para cá:

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E o desenho do circuito do fluxo interno de informação da fórmula da Matrix/DNA na sua versão de sistema perfeito fechado, na forma de diagrama de software

E para adiantar aos que não estão habituados a pensar esta fórmula, o próximo desenho ajuda já a perceber onde está o macho e a femea:

 

Human and Earth Life Cycle by MatrixDNA

Human and Earth Life Cycle by MatrixDNA

 

Esta é a formula da Matrix no seu aspecto de sistema fechado em si mesmo, sendo que a mesma fórmula no estado de sistema aberto teria uma mais das suas partes (Fs) emitindo setas para fora do circuito, interagindo com o mundo externo. E quando a fórmula está no estado de sistema fechado, é facil perceber que todos os efeitos produzidos pela F1 são iguais aos efeitos produzidos pelo aparato sexual reprodutivo feminino, enquanto os efeitos produzidos por F4 são iguais aos do sexo masculino. A “barriga” da mulher recebe alimento ( a massa fragmentada que vem de F7) mais o espermatozóide ( o cometa que vem de F4) e produz um embrião ( o germe de um novo astro que nasce em F2) sendo que as fases de construção do germe estelar dentro do buraco negro ou vórtice nuclear apresenta imagens igual as fases de mórula, blastula, etc.

Todos sabemos que no dualismo universal, os dois opostos se combatem e durante os combates, o ganhador é dominante e o outro então será recessivo. Se o calor ganhar mais espaço, o frio vai diminuir. E no combate entre as tendencias a ser sistema fechado ou aberto, o dominante se posiciona na chefia do sistema. Se o sistema fosse aberto, F4 tenderia a dirigir seu produto a todas as direções, portanto para fora do sistema tambem, o que tornaria o sistema interagente com algo do mundo externo.  Mas no estado de sistema fechado vemos que o produto de F4, que é F5, só tem uma direção possivel de movimento, que é rumo ao interior do sistema, sempre tendo como meta, apenas F1. sabemos que a mulher tem tendencia à monogamia, enquanto o homem tem tendencia genética a espalhar o maximo possivel seus genes, copulando com diversidade de femeas. Porque quando a a fórmula na Matrix erege a nova forma de sistema denominado “sistema social humano”, o macho prevalece e o sistema se torna aberto.

A tendencia a sistema aberto ou fechado é o corolário de uma série de forças e propriedades fundamentais da Natureza. A tendencia a expansão conduz a sistema aberto, enquanto a sua oposta tendencia à contração, conduz a sistema fechado. No pulsar do coração o ato de expulsar o sangue revela tendencia a sistema aberto, o ato de contrair-se do coração, revela a tendencia a fechar-se. A tendencia a sistema aberto leva ao altruismo, à fechado, leva ao egoismo. Sistema aberto faz o dominante ser viajante, aventureiro, guerreiro, conquistador, dirigido para fora da familia; sistema fechado faz o dominante ser nuclear, doméstico, cercar seu território contendo o seu dominio, inclusive sua familia, seu macho, e enclausurar-se com segurança dentro do seu dominio, cortandointerações com o mundo exterior. Na base disso, nas origens do Universo, quando vemos a matéria iniciando a se manifestar na forma dos vórtices quanticos fantasmagoricos, os tais “balões de Yukawa”, admiramos que os vórtices são divididos em dois grupos: o grupo A, que surge como um ponto e se “enche”de energia, e o grupo B, que nasce como uma bolha e se esvazia em sua energia. Forças centripeta e centrifuga.  Introversão e extroversão. Um grupo já era femea, o outro ja era macho. A causa dessa distinção, portanto, se perde para alem e antes do Universo.

Por isso o cérebro do homem nasce com a tendencia  a aventurar-se no desconhecido onde se encontram as descobertas, as invenções, as criações. Por isso a mulher se retrai nestas produções, e seu objetivo supremo é a infindavel ansia de melhorar o seu paraiso doméstico, segurando ali seu homem e suas crias.

Como vemos, as naturezas do cérebro do homem e da mulher são diferentes por motivos que ultrapassam a evolução biológica na Terra, as causas estão alem da existencia humana.

Seria a lista dos maiores, um motivo para homens se julgarem superiores e mulheres recolherem-se a um complexo de inferioridade determinado nas alturas, sem o qual não há como lutar?

Mas a Natureza não para na exibição das origens do dualismo e o combate inicial que sempre ocorrem entre eles. Quando os balões de Yukawa se entrechocavam violentamente, criaram o caos ambiente, e os dois se tornaram moribundos devido a essa caoticidade. O Universo esquentou-se quase ao extremo devido a estes atritos. Mas ao se enfraquecerem enquanto seus movimentos ainda continuavam e produziam encontros, estes eram mais suaves, o que esfriava o universo e assim se fundiram aos pares, e dessa fusão nascia um terceiro elemento. Estava aí o prototipo do primeiro romance, o primeiro acasalamanto, a primeira auto-reprodução, o primeiro passo da evolução, pois o terceiro elemento resultante continha os dois, era mais complexo. Com isso o caos se foi e levantou-se o fluxo da ordem, começando a serem construidos os sistemas atomicos leves, depois os sistemas astronomicos, até que esta nova dualidade “caos e ordem” tambem obedeceu o mesmo roteiro de combate e dominação e a ordem venceu, culminando no sistema galactico, tão ordeiro que é quase eterno.

Mas  quando a ordem venceu, dentro da outra dualidade, macho e femea, quem venceu? A fórmula da Matrix acima mostra: a femea. Eva construiu seu Paraiso. E Adão deixou-se tanto seviciar pelas delicias do paraiso e encantos de Eva que se auto-mutilou em sua natureza aventureira, extrovertida. Importantes lições obtemos daqui, senão quiser-mos repetir como humanos o mesmo roteiro da história que aconteceu com nossos ancestrais sistemas naturais no céu.

Primeiro, que o estado de beligerancia, combate entre os opostos, levam os dois a perder. Isto deteriora as condições de existencia no meaio-ambientee outros efeitos nocivos paralelos. Cada oposto é uma metade, mas justo a metade que o outro não tem e precisa dele, se a suprema meta é a existencia confortavel no estado de equilibrio termodinamico. Onde existe dominante, existe desequilibrio de forças que se auto-complementam, portanto deviriam estarem superpostas, equilibradas. Será melhor para a Humanidade como um todo quando aqulea lista tiver metade de nomes masculinos e metade femininos.

Segundo, que cada oposto deve absorver a metade que não tem e ceder a metade que tem. Em outras palavras é não rejeitar a metade, a tendencia, que o outro representa. Se não fizerem isso, ou vão acabar como sistema fechado ou sistema aberto. Que são outros dois extremos opostos entre si. Já vimos no que deu quando o espirito feminino achou que tinha a f;oermula correta para fazer um mundo para os dois: a Queda. Claro, sistema fechado é fechar às portas à evolução, é tentar eternizar uma forma inferior e provisória, é tentar interromper a gestação do filho daquilo ou daquele que gerou este ovo cosmico chamado Universo. Mas o que aconteceria se o elemento macho tentasse impor sua tendencia achando que ele tem a fórmula melhor para os dois? Assim como o balão cheio se esvazia tornando um ponto e desaparece, tambem o ponto que se enche tornando um balão cheio explode e desaparece. Se os dois não se fundirem antes, e o cheio passar para o que esta esvaziando, a energia que está perdendo, salvando o vazio, e depois o vazio não devolver a energia que começa a sobrar, salvando o cheio… os dois não tem futuro. Assim como era no principio , é agora, aqui na nossa forma humana.  Se o homem der plena vazão aos seus instintos, de aventurar-se cada vez mais longe, sua casa desaparece, sua familia dispersa-se, seu pais cai. O que não siginifica que Eva sinta prazer em constatar isso, pois se ele segui-la fielmente, ela tambem cai.

Como aquela lista vai ficar equiparada? A mulher tem que sair mais de casa para se envolver nas questões sociais e o homem tem que ficar mais em casa para cozinhar e conversar com seus filhos. Isto é o inicio apenas.

O homem está, nesta sociedade moderna, apelando para o bode expiatório da competição pela sobrecvivencia para justificar sua aventura cada vez mais energizada rumo aos mistérios e de lá trazer as novidades que o torna forte, e com isso está conquistando cada vez mais o que Darwin chamou de “poder mental”. E isto é mal, muito mal. Eu o digo por experiencia própria, como um exemplo extremado deste comportamento. Hoje sou um intelecto ambulante distante do mundo ao redor, fisicamente inutil. Totalmente impensavel como pai e marido. Totalmente insensivel aos prazeres que o homem normal dá valor. Minha mente chegou às fronteiras do Universo, deu um passo adiante, mas esqueceu o corpo aqui… sem vida mental. Vegetatitvo. Não vou pensar onde o homem vai chegar com este comportamento, mas sei de antemão que não é este o caminho desejado pela evolução e pela Natureza. Mas tambem sei que a mulher ( não a mulher pobre que nada pode decidir de seu destino) emancipada que está desacelerando sua atividade intelectual e profissional para recolher mais à sua familia e seu casulo paradisiaco, está tentando repetir sua ancestral, a qual foi expulsa do que criou com esse comportamento. Darwin? Coitado. Sem inserir a história da evolução cosmológica na história da evolução dos animais ele jamais poderia atinar com as causas mais profundas…

The quote is from the Descent of Man, and not only is it a sexist comment, he throws in some casual racism, too:

Difference in the Mental Powers of the two Sexes.—With respect to differences of this nature between man and woman, it is probable that sexual selection has played a highly important part. I am aware that some writers doubt whether there is any such inherent difference; but this is at least probable from the analogy of the lower animals which present other secondary sexual characters. No one disputes that the bull differs in disposition from the cow, the wild-boar from the sow, the stallion from the mare, and, as is well known to the keepers of menageries, the males of the larger apes from the females. Woman seems to differ from man in mental disposition, chiefly in her greater tenderness and less selfishness; and this holds good even with savages, as shewn by a well-known passage in Mungo Park’s Travels, and by statements made by many other travellers. Woman, owing to her maternal instincts, displays these qualities towards her infants in an eminent degree; therefore it is likely that she would often extend them towards her fellow-creatures. Man is the rival of other men; he delights in competition, and this leads to ambition which passes too easily into selfishness. These latter qualities seem to be his natural and unfortunate birthright. It is generally admitted that with woman the powers of intuition, of rapid perception, and perhaps of imitation, are more strongly marked than in man; but some, at least, of these faculties are characteristic of the lower races, and therefore of a past and lower state of civilisation.

The chief distinction in the intellectual powers of the two sexes is shewn by man’s attaining to a higher eminence, in whatever he takes up, than can woman—whether requiring deep thought, reason, or imagination, or merely the use of the senses and hands. If two lists were made of the most eminent men and women in poetry, painting, sculpture, music (inclusive both of composition and performance), history, science, and philosophy, with half-a-dozen names under each subject, the two lists would not bear comparison. We may also infer, from the law of the deviation from averages, so well illustrated by Mr. Galton, in his work on ‘Hereditary Genius,’ that if men are capable of a decided pre-eminence over women in many subjects, the average of mental power in man must be above that of woman.

Amongst the half-human progenitors of man, and amongst savages, there have been struggles between the males during many generations for the possession of the females. But mere bodily strength and size would do little for victory, unless associated with courage, perseverance, and determined energy. With social animals, the young males have to pass through many a contest before they win a female, and the older males have to retain their females by renewed battles. They have, also, in the case of mankind, to defend their females, as well as their young, from enemies of all kinds, and to hunt for their joint subsistence. But to avoid enemies or to attack them with success, to capture wild animals, and to fashion weapons, requires the aid of the higher mental faculties, namely, observation, reason, invention, or imagination. These various faculties will thus have been continually put to the test and selected during manhood; they will, moreover, have been strengthened by use during this same period of life. Consequently, in accordance with the principle often alluded to, we might expect that they would at least tend to be transmitted chiefly to the male offspring at the corresponding period of manhood.

FIM

E meu post postado no Pharyngula:

Louis Morelli

New York – USA

October 2, 2014

It is not selection the cause that men occupies the top of mental realizations. The proof will came in the future, when the list will be half and half. The cause are natural laws that comes from beyond biological evolution. We can see at every natural system (from atoms to galaxies) that the tool of a system performing male functions works as opened system and the tool performing female function works as closed system. At human species, man inherited this tendency from inside to outside of opened systems, and woman inherireted the opposite tendency. So, man is more mental power at the external world while woman is mental power at the internal body, sexy, internal house, family, etc. How could Darwin forget the notable dualistic aspect of nature coming since the origins of the Universe? That the natural dualism determines that the opposite are equal about phenotyype, but different about tendency? Darwin wanted that biological systems like human beings could excape from those universal laws?! By the way, there are multiple causes and there are multiple solutions to be observed by men and women about this issue, and you can see it translating the article ” A Diferença dos Sexos: Darwin Descreveu Certo o Poder Mental Superior Masculino Mas Errou na Causa”. Google it.

Beleza Feminina, Iridescência das Pétalas, e Quasares: O que todos tem em comum. Pela Matrix/DNA

quinta-feira, janeiro 10th, 2013

Science Daily – ( Science news)

How Does Your Garden Glow?

Pétalas de Flôres exibem côres luminosas por efeito ótico que apenas insetos polinadores vêem -  Bees see some flowers in multicolour because of previously unknown iridescence of the petals, usually invisible to the human eye, researchers from the University of Cambridge report this week in Science.

Pétalas de Flôres exibem côres luminosas por efeito ótico que apenas insetos polinadores vêem - Bees see some flowers in multicolour because of previously unknown iridescence of the petals, usually invisible to the human eye, researchers from the University of Cambridge report this week in Science.

O fato é que na Terra nós vemos um fenômeno real: existem mulheres e elas são obcecadas com sua beleza fisica tudo fazendo para melhora-la e o intuito final é sobreviver e melhor obtendo o maximo dos machos. Mas foi a Terra que inventou este fenômeno, esta cena que vemos aqui e agora? Antes do tempo de aparecem humanos na Terra haviam as plantas, que produziam flôres belas, aplicando cosmetologia, como a iridiscencia, para atrair os insetos polinadores. Então vamos percebendo que as origens dêste fenômeno remontam a eras mais antigas, antes do aparecimento das mulheres. Mas ainda assim, continua a questão: foi a Terra que inventou êste fenômeno, quando criou os vegetais?

Segindo os modêlos cosmológicos da Matrix/DNA – se êles estiverem mais próximos da verdade que os mod6elos acadêmicos – não! Não foi a Terra que inventou êste fenômeno! Não foi na Terra que emergiu opela primeira vez corpos matrriais dividios entre masculinos e femininos e não foi na Terra que emergiu êste mecanismo das fêmeas se esforçarem para atrair os melhores machos ou ao menos conseguir a gravidez. Esta mesma cena aparece nos modêlos como existindo já no céu, há bilhões de anos, mesmo antes da Terra surgir! para entender isso vamos copiar aqui o mais simpl6es modêlo cosmológico da Matrix/DNA:

A Matrix/DNA UniversalComo Fórmula Natural dos Sistemas e Ciclos Vitais

A Matrix/DNA Universal Como Fórmula Natural dos Sistemas e Ciclos Vitais

E para completar uma visualização da mesma fórmula por outro angulo:

Matrix/DNA: Human and Celestial Primordial Body Life Cycles

Matrix/DNA: Human and Celestial Primordial Body Life Cycles

Pois bem. Talvez terás que clicar nas imagens para vê-las ampliadas. Nas formações das galaxias originais, havia apenas um unico tipo de corpo celeste proveniente da condensação anterior da nebulosa de atomos leves. De alguma maneira êste corpo se assentava numa onda natural de luz, a qual contem sete diferentes tipos de vibrações ( veja neste website o quadro do eletric-magnetic spectrum of light by Matrix/DNA). Rolando sôbre essa onda de luz o corpo se divide em sete diferentes tipos, um tipo de acôrdo com cada tipo de vibração. Acontece que a dinamica da onda de luz é exatamente a mesma que vemos nos corpos vivos, pelo fenômeno conhecido como “ciclo vital” o qual produz sete principais diferentes formas ( feto, bebê, criança, adolescente, etc.). Então, dispondo de muitas cópias daqu6ele corpo inicial e pondo estas cópias a rolarem sob o mecanismo do ciclo vital, a Natureza conseguiu ter multiplas cópias de todas as sete formas e tambem das formas intermediarias, claro.  Ora, misturando estas formas, ocorreu entre elas uma simbiose: cada forma tende a se conectar com as suas duas formas mais próximas, dentro do ciclo vital. Adolescente se dá melhor com crianças (sua forma anterior), e jovens adultos ( sua forma posterior). Qyando os astros nas diferentes formas se conectaram formando o mesmo circuito do ciclo vital, 6esye se fechou nas duas pontas criando uma circunferencia fechada. A poeira resultante da fragmentação da sua forma como cadaver ( (estrêla velha) foi conectada com o vórtice nuclear que produz um astro novo e assim surgiu pela primeira vez no Universo um completo e perfeito sistema natural, o qual contem tôdas as sete funções sistêmicas universais ( as fôrças naturais). Acontece que tal sistema tem um corpo, o pulsar, fazendo exatamente o papel do macho num sistema reprodutivo sexualizado! E tem outro corpo, o quasar, fazendo exatamente o papel de fêemea no mesmo processo reprodutivo.

O pulsar é caracterizado por ter a sua superficie locupleta de gigantes vulcões os quais entram em erupção emitindo magma com tanta violencia que 6eles caem no espaço sideral. desta forma, os vulcões são os ancestrais não-vivos da genitalia masculina, o magma é o ancestral do esperma, e o que estes magmas formam no espaço sideral, os cometas, são os espermatozóides do espaço. O quasar ( devia ser dito “a quasar”) é uma aureóla resplandecente vista circundando o nucleo da galaxia, mais conhecido como “horizonte de eventos”. dentro do quasar está o vórtice nuclear, o qual erroneamente esyá sendo teorizado como sendo um buraco negro, comedor de astros e mundos. Dentro do quasar, e mais exatamente. dentro do vórtice conico, a matéria degradada da ultima estr6ela morta é reciclada, misturada com a energia de cometas e depois de varias fases e processos, é emitido uma esfera incandescente. Veio à luz do mundo mais um bebê de astro sideral! Portanto note-se ali tôda a semelhança com as fêmeas biológicas, inclusive a ancestralidade não-viva de sua genitalia, já escrita, desenhada no céu! E tambem é bom notar que os cometas caem na espiral galáctica dirigindo-se ao vórtice nuclear, os que entram fazem a mesma fecundação de óvulos.

A quasar é f6emea das galáxias, é a mulher no céu, é a flor da planta, é a vaidosa mulher humana na Terra. A quasar se enfeita com todas as luzes das estrêlas, torna-se iridescente, bela, magnifica, provocando arrepios e erupções vulcanicas no pulsar à distancia:  ela só sobrevive se os cometas emitidos pelo pulsar vierem trazer sua dinamica espiralar e sua energia de magma incandescente. O cometa é om polinador!

Áinda é preciso dizer mais? Se fôsse não me seria possível pois nesta hora meus olhos sempre lacrimejam, é-me impossivel evitá-lo.  Êste mundo tem mistérios muito mais profundos do que eu imaginavame à medida que vou aprendendo, me aumentam a admiração por tamanha inteligência que emana desta Natureza Cósmica!

Link para o artigo:

http://www.sciencedaily.com/releases/2013/01/130109124116.htm?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+sciencedaily%2Ftop_news+%28ScienceDaily%3A+Top+News%29&utm_content=FaceBook

XXX

A Matrix/DNA deve se aprofundar na busca de tôdas as informações relacionadas ao fenômeno da iridescência devido estar relacionado com a “LUZ”.

Googlar êste tema e ver tambem êste artigo:

Iridescence enables bees to view flowers in different colours

http://www.cam.ac.uk/research/news/iridescence-enables-bees-to-view-flowers-in-different-colours/

Because most of the petal iridescence measured is at the ultraviolet end of the spectrum, which insects can see but humans cannot, this raises the intriguing possibility that many flowers are actually iridescent although they do not appear so to the human eye.

XXX

WIKIPEDIA:

(Port.) –

Iridescência

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Asas de uma Borboleta.

Bolha de sabão.

iridescência é um fenómeno óptico que faz certos tipos de surpefícies reflectirem as cores do arco-íris. A palavra é derivada do grego, Íris na mitologia grega é a personificação do arco-íris e mensageira dos deuses.

A pena do beija-flor, alguns insectos e bolhas de sabão têm essa propriedade.

Materiais iridescentes são popularmente conhecidos como “furta-cor” no Brasil.

Inglês:

xxx: Iridescence (also known as goniochromism) is generally known as the property of certain surfaces that appear to change color as the angle of view or the angle of illumination changes. There are numerous common examples of iridescence; for example, soap bubblesbutterfly wings, and sea shells.

File:CD-ROM.png

Iridescência do disco compacto similar à do disco nuclear galáctico?

As diferentes tendências herdadas por homens e mulheres faz a Matrix/DNA opinar sôbre a guerra dos sexos

quarta-feira, janeiro 11th, 2012

No artigo abaixo a autora diz estar numa reunião com céticos e ateus e f6ez uma reclamação de ter sido “cantada”, o que diz ter provocado um comentário anti-feminista de Richard Dawkins. Segue-se ao artigo um longo debate entre comentaristas e achamos por bem tambem postar um comentário divulgando a opinião da Matrix/DNAo qual vai transcrito abaixo:

website: Teoria da Conspiração

artigo: Feminismo: Um Delírio!

URL: http://www.deldebbio.com.br/index.php/2011/08/05/feminismo-um-delirio/comment-page-2/#comment-158067

Meu comentário: Louis Morelli disse:
(O seu comentário está aguardando moderação.)

11 de janeiro de 2012 às 15:26

A opinião da desconhecida cosmovisão “Matrix/DNA” pode parecer fora de tópico mas como todos tem direito a opiniões, vamos lá:

As diferenças entre homens e mulheres é o corolário evolutivo de um mundo que começou pela dinamica gerada por uma dualidade: vórtices spin left e spin right. Simétricos no fenótipo ( parecidos na forma), mas assimetricos no genótipo (opostos nas tendencias e caraters). Um estágio importante nessa evolução foi o do ultimo ancestral comum (LUCA) a todos sistemas biológicos, porque dêle e nêle se entendem as diferenças entre sexos, inclusive psicológicas.

LUCA é o building block dos sistemas astronomicos, cuja configuração é idêntica ao building block dos sistemas biológicos, o DNA, e a semelhança é lógica porque a Vida foi produzida por e dentro de um sistema astronomico. Luca é um sistema fechado em si mesmo, e hermafrodita. Sua parte masculina é executada pelo astro denominado “pulsar”, e sua parte feminina se expressa no nucleo do sistema, como um vórtice que é formado na poeira de uma estrêla morta e erroneamente chamado de “buraco negro”.

Em LUCA se observa todos os instintos e principios da psicologia primaria de homens e mulheres. A falta do conhecimento da Natureza diferente que formou homens e mulheres é a causa do desentendimento entre sexos.

Em LUCA, que é um sistema fechado em si mesmo, domina o elemento feminino e isso foi imitado instintivamente pelas sociedades irracionais, como das abelhas e formigas. A fêmea se posiciona no lar nuclear e dirige o circuito do sistema com a intenção de manter eternamente seu “paraiso”, no qual os filhos orbitam à sua volta fora do quarto nupcial e o macho se localiza dentro do sistema mas fora do quarto. O macho é o elemento oposto com tendencia a sistema aberto, por isso tende a tirar-se a si e seu esperma para qualquer direção, qualquer fêmea fora do sistema. Mas em LUCA o macho atira esperma apenas na direção da fêmea nuclear, e se auto-anulou porque o sistema o acomoda.

Tôdas as formas sexuais podem ser vistas em seus principios na galaxia. O membro masculino eram vulcões do pulsar que ejetavam magma incandescente na forma de cometas, os espermatozóides do espaço, levando metade da carga gene’tica do sistema. O membro feminino é o próprio vórtice que ao receber cometas e massa degradada apresenta as três fases da gestação de um novo astro: morula, blastula, embrião. Nunca ninguem se perguntou como Deus têve a idéia de fazer as genitalias sexuais, ou como a natureza inventou isso? Mera evolução dos sistemas não-vivos anteriores.

A mulher tende a ser caseira, introspectiva, o homem tende a ser aventureiro, sua mente se focaliza em horizontes alem dos limites domésticos e corporais fisicos imediatos, como são seus ancestrais no Cosmos. Esta assimetria de carater gera a oposição psicológica em todas as tendencias, o conflito é inevitavel.

Mas o mundo material existe porque do conflito inicial dos spins opostos, se gerou o caos, o qual enfraqueceu a ambos, e fracos descobriram que seria melhor sua união que sua guerra. Pois a união gerava o ambiente de ordem, e neste ambos eram fortes. A primeira união dos primeiros vórtices opostos foi o primeiro ato sexual no Universo, a bilhões de anos atrás. Quando os seres humanos entenderem isso, ao invés dos conflitos sexuais, entenderão as vantagens da harmonia, o destino comum e interdependente a ambos, não haverá dominantes e dominados, mas aí então terminarão homens e mulheres, pois a espécie transcende para uma nova forma.

A mulher tende a sistema fechado, o que é punido pelas leis naturais, e o homem tende a sistema aberto, o qual se dispersa, que tambem é punido. Portanto o certo é não tender a ser sistema, e para tanto, cada sexo terá que ceder mudando a metade de seu carater para acolher a metade do outro carater.

Concordo que no Skeptical Guide to Universe existe muito fundamentalismo, não são céticos de verdade pois acreditam na negação de idéias sem terem embasamento cientifico. Meu website estava sendo comentado lá, entrei para defender a cosmovisão mas depois de um longo debate, percebí que não condições de dialogo racional.

Quanto ao Dawkins é uma mente brilhante porem projetar propositos a genes, como a tendencia a se propagar, é absurdo. Êstes absurdos incluem o seu atual fundamentalismo ateu, e sugerem que nêle a pouca pesquisa prática de laboratótio foi substituida pela masturbação excessiva intelectual, que passou dos limites da racionalidade. Abraços…